bio I - aula membranas biológicas
51 pág.

bio I - aula membranas biológicas


DisciplinaBiologia Geral I193 materiais1.653 seguidores
Pré-visualização2 páginas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
\ufffdA primeira célula surgiu provavelmente quando uma membrana se formou,
encerrando um pequeno volume de solução aquosa e separando-a do resto
do universo
\ufffdAs membranas definem as cercanias externas da célula e regulam o tráfego
molecular através dela.
\ufffdNas células eucarióticas, elas dividem o espaço interno em discretos
compartimentos para segregar processos e componentes
\ufffdElas organizam seqüências de reações complexas e são fundamentais na
conservação biológica de energia e na comunicação célula-célula
\ufffdSão flexíveis, auto-selantes e seletivamente permeáveis a solutos polares
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
a- corpo celular; b- um cílio; c- uma mitocôndria, d- um
vacúolo digestivo, e- retículo endoplasmático, f- vesículas
secretórias
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Membranas celulares como 
barreiras (acima) e algumas funções 
da membrana plasmática
Membrana biológica: 
duas visões
da membrana plasmática
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Os constituintes moleculares das membranas
\ufffdPara se entender as função de uma membrana, é necessário se
conhecer sua composição
\ufffdCada tipo de membrana tem lipídios e proteínas próprios
\ufffdA proporção de proteínas e lipídios varia com cada tipo de
membrana refletindo a diversidade de seus papéis biológicos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Os constituintes moleculares das membranas
Figura: Composição lipídica da
membrana plasmática e
membranas de orgalenas de um
hepatócito de rato.
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Os constituintes moleculares das membranas
\ufffdA composição protéica de membranas de diferentes fontes varia muito mais
que sua composição lipídica, refletindo sua especialização
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdTodas as membranas biológicas possuem certas características em comum
\ufffdSão impermeáveis a maioria dos solutos polares ou carregados, mas
permeáveis a compostos não-polares
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdTodas as membranas biológicas possuem certas características em comum
\ufffdTêm 5-8nm (50 a 80 Aº) de espessura
\ufffdParecem trilaminares quando vista em um corte de secção no
microscópio eletrônico
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdTodas as membranas biológicas possuem certas características em comum
\ufffdSão assimétricas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdTodas as membranas biológicas possuem certas características em comum
\ufffdSão auto-selantes
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd O modelo do mosaico fluido
\ufffdProposto por S. Jonathan Singer e Garth Nicolson em 1972
\ufffdFosfolipídios e esteróis formam uma bicamada lipídica na qual as
regiões não-polares dos lipídios estão em contato e os grupos polares
estão em contato com o meio aquoso. Nesta bicamada, as proteínas
estão embebidas em intervalos irregulares
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd A bicamada é o elemento estrutural básico das membranas biológicas
\ufffdLipídios das membranas
\ufffdSão anfipáticos: tem um região polar = hidrofílica e uma região apolar = 
hidrofóbica.
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdLipídios das membranas
Há três classes principais de lipídios: glicerofosfolipídios, esfingolipídios
e esteróis
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdLipídios das membranas
\ufffdGlicerofosfolipídios
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdLipídios das membranas
\ufffdEsfingolipídios: Não tem glicerol mas um aminoálcool de cadeia longa,
a ESFINGOSINA. Apresentam uma molécula de ácido Graxo e outra de
fosfato ou glicose
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffdLipídios das membranas
\ufffdEsteróis: apresentam função estrutural. Ex. colesterol
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Lipídios das membranas
\ufffd Glicerofosfolipídios, esfingolipídios e esteróis são virtualmente
insolúveis em água.
\ufffd Quando misturados com água, eles espontaneamente formam
agregados lipídicos microscópicos em uma fase separada da água ao
seu redor
\ufffd Dependendo das condições e da natureza do lipídio, três tipos de\ufffd Dependendo das condições e da natureza do lipídio, três tipos de
agrgados podem ser formados:
1. Micelas
2. Bicamadas
3. lipossomos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Lipídios das membranas
\ufffd Micelas, bicamadas e lipossomos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Lipídios das membranas
\ufffd Micelas, bicamadas e lipossomos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Lipídios das membranas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Os lipídios das membranas são assimetricamente distribuídos entre as
duas monocamadas da bicamada lipídica
Figura: Distribuição assimétrica de fosfolipídios entre as monocamadas
interna e externa da membrana plasmática de eritrócito
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Os lipídios das membranas estão em constante movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Os lipídios das membranas estão em constante movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Os lipídios das membranas estão em constante movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Os lipídios das membranas estão em constante movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd A fluidez da bicamada lipídica depende de sua composição
\ufffd Ácidos graxos saturados e insaturados
\ufffd Colesterol
\ufffd Temperatura
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd A fluidez da bicamada lipídica depende de sua composição
\ufffd Colesterol
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd A fluidez da bicamada lipídica depende de sua composição
\ufffd Temperatura
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
Célula vegetal- não apresenta colesterol
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Muitas proteínas de membrana parecem estar flutuando em um
oceano de lipídios
\ufffd Como os lipídios, as proteínas são livres para se movimentarem
lateralmente em um plano da bicamada e estão em constante
movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Algumas proteínas são ancoradas a estruturas internas que previnem
seu movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Algumas proteínas são ancoradas a estruturas internas que previnem
seu movimento
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd As proteínas da membrana podem estar associadas com a bicamada
lipídica de vários modos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Podem ser integrais ou periféricas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Proteínas integrais podem ser solubilizadas com uso de detergentes
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Proteínas integrais
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Tipos de proteínas integrais
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Proteínas periféricas
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd A topologia de uma proteína integral pode ser deduzida a partir de sua
seqüência de aminoácidos
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Função: Transportadoras
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas
\ufffd Função: Mediar a interação e adesão célula-célula
MEMBRANAS BIOLÓGICAS
Estrutura de membranas
\ufffd Proteínas da membranas