História do Direito - dos Sumérios até a nossa Era - Aluisio Gavazzoni
210 pág.

História do Direito - dos Sumérios até a nossa Era - Aluisio Gavazzoni


DisciplinaHistória do Direito7.617 materiais298.916 seguidores
Pré-visualização45 páginas
mais os milhões de trata-
dos e normas ditados pelos homens não terão mais nenhum
significado. Entre outras conseqüências, se adotado o art.
2 do Mandamento Máximo, não se matará o próximo, não
se roubará, etc. etc.
138 História do Direito
Essa \u201cConstituição\u201d, essa Carta Magna, não foi feita
pelo homem imperfeito, ao contrário, foi ditada pelo HO-
MEM mais do que perfeito que nasceu pobre e se deixou hu-
milhar e se matar, como prova de que o homem imperfeito
teria de continuar lutando para alcançar o fim colimado
por seu CRIADOR, a perfeição conseguida pelos imperfeitos.
E a Saga do direito vai continuar. Que um dia, antes
do fim do mundo, uma maioria significativa de nós alcance
a perfeição não externa, não aparentemente construída pe-
las máquinas, computadores e por modificações de DNAs.
Não, que cada um se modifique, para valer, interiormente.
Só assim, creio, haverá uma Constituição que ofereça PAZ e
IGUALDADE entre nós.
Mas, sigamos o nosso caminho.
Visando facilitar a pesquisa de interessados vamos co-
locar na ordem as datas nas quais ocorreram os principais
eventos na Europa, iniciando-se com o surgimento da Gré-
cia no ano 5000 a.C. até 1997 d.C., destacando os princi-
pais tratados políticos e as guerras que, de alguma forma,
modificaram as regras (leis) que dirigiam os povos consti-
tuídos em Estados Soberanos.
4500 a 4000 a.C.
Neolítico I \u2014 Chegada das populações neolíticas em
terras gregas (Vale do Axios e Arcádia) vindas da Ásia.
3000 a.C.
Neolíticos II \u2014 Chegada de invasores, talvez da Rússia
meridional, da Bessarábia e da Transilvânia. Ou ainda da
Ásia Menor e do Crescente Fértil da Síria. (Os povos des-
ses dois períodos tinham atividade agrícola e sua religião
era o octônica.)
2700 a.C.
Migrações anatólicas para Creta.
139Capítulo V \u2014 O Renascimento
2600 a 1950 a.C.
Período do Bronze Antigo.
1950 a.C.
Primeira invasão grega da Grécia (Jônios). Introdução
dos deuses indo-europeus.
1900 a.C.
Fundação de Tróia.
1700 a.C.
Primeiras invasões gregas em Creta.
1580 a.C.
Segunda invasão grega da Grécia (Aqueus e talvez
Eólios).
1400 a.C.
Expansão comercial. Fundação de Mileto. Comércio com
o Egito. Primeiras epopéias.
1300 a.C.
Apogeu de Micenas.
1200 a.C.
Destruição de Micenas. Tomada de Tróia . Novo
florescimento.
1100 a.C.
Início da Idade do FERRO.
140 História do Direito
900 a.C.
Fundação de Esparta. Aparecimento dos navios de guer-
ra. Princípios da escrita.
800 a.C.
Aparecimento das \u201cpolis\u201d.
754 a.C.
Instituição dos \u201céforos\u201d em Esparta. Época dos Reis de
Roma (chamada Época Real).
680 a 670 a.C.
Surgem as primeiras moedas lídicas e jônicas. Fabri-
cação de grandes barcos de comércio. Nascimento de uma
economia mercantil.
621 a.C.
As leis de Drácon.
600 a.C.
Nasce Thales de Mileto e com ele o positivismo jônico.
A Escola de Mileto e os primeiros sistemas filosóficos.
594 a 593 a.C.
Reformas de Sólon.
561 \u2014 528 a.C.
Pisístrato, tirano em Atenas. Fechamento de Esparta
sobre ela própria. Época do tiranos Ligdamis, Polícrates,
Pisistrátidas.
141Capítulo V \u2014 O Renascimento
510 a.C.
Deposição do último Rei de Roma. Instituição da Re-
pública (República dos Aristocratas).
508 \u2014 507 a.C.
Reformas de Clístenes. Princípio da democracia em Ate-
nas.
506 a.C.
Vitória de Atenas sobre os membros da coalizão.
501 \u2014 500 a.C.
Instituição dos estrategos em Atenas.
500 a.C
Anaxímenes
499 a.C.
Hecateu de Mileto. Heráclito. Parmênides. Princípios
de Píndaro. Revolta da Jônia.
490 a.C.
Primeira ofensiva persa. Dario. Guerras Médicas.
488 a.C.
O Ostracismo usado pela primeira vez.
481 a.C.
Fundação da Liga Helênica.
142 História do Direito
472 \u2014 471 a.C.
Ostracismo de Temístocles. Péricles e Efialtes.
470 \u2014 399 a.C.
Nascimento de Sócrates.
a.C.
Reformas democráticas de Efialtes.
451 \u2014 450 a.C.
Lei restritiva quanto ao direito de cidade. Princípios
da sofística de Protágoras.
450 a.C.
Editada a Lei das XII Tábuas.
447 \u2014 437 a.C.
O Parthenon. Apogeu de Fídias.
443 a.C.
Apogeu de Péricles (o século V é chamado de \u201co Século
de Péricles\u201d).
433 a.C.
Guerra do Peloponeso.
a.C.
Condenação de Péricles.
a.C.
Morte de Péricles.
143Capítulo V \u2014 O Renascimento
a.C.
As oligarquias em Atenas.
404 a.C.
Desmoronamento do Império. Subida ao trono persa de
Artaxerxes.
a.C.
Restabelecimento da Democracia em Atenas.
399 a.C.
Morte de Sócrates.
359 a.C.
Felipe, regente da Macedônia.
356 a.C.
Felipe, rei.
341 a.C.
Epicuro.
340 a.C.
Atenas declara guerra a Felipe.
336 a.C.
Assassinato de Felipe. Alexandre sobe ao trono.
324 a.C.
Alexandre coroado de ouro pelas cidades gregas.
144 História do Direito
323 a.C.
Morte de Alexandre.
316 a.C.
Cassandro senhor da Grécia.
304 a.C.
Surge a Lei IUS Flavionum redigida por Cneu Flávio.
300 a.C.
Fundação do Museu e da Biblioteca de Alexandria. Apa-
recimento da moeda céltica. Difusão do ferro no Egito.
387 a.C.
Arquimedes.
264 a.C.
Primeira guerra púnica.
219 a.C.
Início da segunda guerra púnica. Intervenção romana
na Espanha.
212 a.C.
Primeira guerra da Macedônia.
202 a.C.
Apogeu dos \u201cÓpida\u201d da Provença Languedoc.
145Capítulo V \u2014 O Renascimento
200 a.C
Segunda guerra da Macedônia.
148 a.C.
Tomada de Cartago.
145 a.C
Ptolomeu VII do Egito.
52 a.C.
Primeiros ensaios para o principado com Pompeu.
48 a.C.
César em Alexandria.
44 a.C.
Último ano de vida de César, que governou Roma na
época do Dominato.
30 a.C.
Suicídio de Cleópatra. Anexação do Egito por Roma.
a.C.
Começa a era do principado com Otaviano (Otávio
Augusto).
305 d.C.
Diocleciano abdica.
146 História do Direito
324 d.C.
Constantino ocupa o poder.
330 d.C.
O Imperador Constantino faz de Constantinopla a ca-
pital do Império Bizantino(Roma Oriental) \u2014 Inicia-se a
propagação do Cristianismo.
378 d.C.
As tribos bárbaras cruzam o rio Danúbio. Vencem os
romanos em Adrianópolis e se estabelecem na Trácia.
391 d.C.
O Imperador Constantino é batizado cristão \u2014 e o Cris-
tianismo passa a ser a religião oficial do Império Romano
Oriental.
395 d.C.
Morre o Imperador Teodósio. Separam-se os Impérios
romanos em Oriental e Ocidental, cabendo aos dois filhos
de Teodósio a chefia dos Impérios cujas capitais eram: do
Oriente, Bizâncio, e do Ocidente, Ravena.
406 d.C.
Os vândalos e os suevos se instalam na Espanha. É
fundando em Cartago na África, um Reino de povo-
germânico.
419 d.C.
Os visigodos fazem de Toledo a capital de seu reino na
península Ibérica.
147Capítulo V \u2014 O Renascimento
440 d.C.
O primeiro Papa reconhecido oficialmente pela Igreja
Católica, é Leão I.
476 d.C.
Fim do Império Romano Ocidental.
486 d.C.
Clóvis, rei dos francos, conquista o último reduto ro-
mano na Gália.
493 d.C.
Os ostrogodos atacam Constantinopla.
497 d.C.
Clóvis se converte ao Cristianismo e é batizado.
500 d.C.
Surge o EDICTO de Teodorico.
529 d.C.
Criação da Ordem dos Beneditinos.
565 d.C.
Morte de Justiniano.
568 d.C.
Os lombardos ocupam a Itália.
148 História do Direito
711 d.C.
Conquista da península Ibérica pelos muçulmanos, com
exceção do País Basco e dos Reinos da Galícia e das
Astúrias.
771 d.C.
Carlos Magno rei dos francos.
774 d.C.
Carlos Magno conquista a Itália e se torna rei dos
lombardos.
778 d.C.
Batalha de Roncesvalles.
800 d.C.
Carlos Magno é coroado, pelo Papa Leão III, Impera-
dor do Ocidente, titulo reconhecido pelo Imperador de
Bizâncio em 812 d.C., pelo Tratado de Aix-la-Chapelle.
813 d.C.
Redescoberto o túmulo de Santiago em Compostela.
Início das peregrinações