Aprendizagem_e_comportamento_humano
258 pág.

Aprendizagem_e_comportamento_humano


DisciplinaLivros17.093 materiais92.554 seguidores
Pré-visualização50 páginas
em surdos implantados pré-linguais. Dis-
sertação (Mestrado). Faculdade de Ciências, Universidade Estadual
Paulista, Bauru, 2010.
BEVILACQUA, M. C. Implante coclear multicanal: uma alternativa
na habilitação de crianças surdas. Tese (Livre docência). Faculdade
de Odontologia, Universidade de São Paulo, Bauru, 1998.
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58154
APRENDIZAGEM E COMPORTAMENTO HUMANO 155
et al. M. Implante coclear: audição e linguagem em crianças
deficientes auditivas pré-linguais. Pró-Fono Revista de Atualização
Científica, Barueri, v.19, n.3, 2007.
BOOTHROYD, A. Auditory perception of speech contrasts by
subjects with sensorineural hearing loss. Journal of Speech and
Hearing Research, v.27, n.1, p.134-44, 1984.
BRINO, A. L. F.; DE SOUZA, C. B. A. Comportamento verbal: uma
análise da abordagem skinneriana e das extensões explicativas de
Stemmer, Hayes e Sidman. Interação em Psicologia, v. 9, n.2, p.251-
60, 2005.
CATUNDA, L. K. Q. Efeito da ordem de ensino sobre a nomeação em
deficientes auditivos implantados cocleares após a aquisição de dife-
rentes relações auditivo-visuais: figuras, palavras escritas e sílabas.
Relatório de pesquisa (Apoio Técnico). Fapesp, Processo nº 04742-
3/2010.
CUVO, A. J.; RIVA, M. T. Generalization and transfer between
comprehension and production: a comparison of retarded and
nonretarded persons. Journal of Applied Behavior Analysis, v.13, n.2,
p.315-31, 1980.
 DA SILVA, W. R. et al. Relational learning in deaf children with
cochlear implants. Experimental Analysis of Human Behavior
Bulletin, v.23, n.24, p.1-8, 2006.
EIKESETH, S.; NESSET, R. Behavioral treatment of children with
phonological disorder: The efficacy of vocal imitation and sufficient-
response-exemplar training. Journal of Applied Behavior Analysis,
v.36, p.325-37, 2003.
GAIA, T. F. Avaliação do repertório verbal inicial em crianças com defi-
ciência auditiva pré-lingual usuárias de implante coclear. Dissertação
(Mestrado em Educação Especial). Universidade Federal de São
Carlos, São Carlos, 2005.
GALVÃO, O. F.; BARROS, R. S. Passo 12: o comportamento verbal.
In: ; . Curso de introdução à análise experimental do
comportamento. Belém: Universidade Federal do Pará, 2001, p.53-8.
GOLDFELD, M. A criança surda: linguagem e cognição numa pers-
pectiva sociointeracionista. São Paulo: Plexus, 2002.
GOLFETO, R. M. Compreensão e produção de fala em crianças com
surdez pré-lingual usuárias de implante coclear. Dissertação (Douto-
rado). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58155
156 TÂNIA GRACY MARTINS DO VALLE E ANA CLÁUDIA BORTOLOZZI MAIA (ORGS.)
GUESS, D. A functional analysis of receptive language and productive
speech: acquisition of the plural morpheme. Journal of Applied
Behavior Analysis, v.2, n.1, p.55-64, 1969.
HANNA, E. S. et al. Effects of delayed constructed-response identity
matching on spelling of dictated words. Journal of Applied Behavior
Analysis, v.37, n.2, p.223-27, 2004.
McMORROW, M. J. et al. Cues-pause-point language training:
teaching echolalics functional use of their verbal labeling repertoires.
Journal of Applied Behavior Analysis, v.20, n.1, p.11-22, 1987.
MORET, A. L. M. et al. Avaliação da produção de fala em crianças
deficientes auditivas usuárias de implante coclear multicanal. Re-
vista Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v.13(1), p.45-51, 2008.
PASSOS, M. L. R. F. A análise funcional do comportamento verbal
em Verbal behavior (1957), de B. F. Skinner, Revista Brasileira de
terapia comportamental e cognitiva, n.2, p.195-213, jul.-dez. 2003.
POWELL, T. W. et al. Stimulability: a useful clinical tool. J. Commun
Disord, v.29, n.4, p.237-53, 1996.
REIS, T. S. Avaliação da eficácia de um programa suplementar para o
ensino de leitura e escrita aplicado em ambiente escolar. Dissertação
(Mestrado em Educação Especial). Universidade Federal de São
Carlos, São Carlos, 2008.
ROBBINS, A. M. Rehabilitation after cochlear implantation. In:
NIPARKO, J. K. et al. Cochlear implants: principles and practices.
Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2000, p.323-67.
SIDMAN, M.; TAILBY, W. Conditional discriminations vs. matching-
to-sample: an expansion of the testing paradigm. Journal of the Ex-
perimental Analysis of Behavior, v.37, n.1, p.5-22, 1982.
SKINNER, B. F. O comportamento verbal. São Paulo: Cultrix, 1978.
SOUZA, F. C. Efeito do ensino de ecoico sobre a nomeação de figuras em
deficientes auditivos pré-linguais que receberam o implante coclear.
Relatório de pesquisa (iniciação científica). Fapesp, Processo nº
2008/57994-0, 2010.
TERRA, B. M. Efeito da ordem de ensino sobre a nomeação em deficien-
tes auditivos implantados cocleares após a aquisição de diferentes rela-
ções auditivo-visuais: palavras escritas, sílabas e figuras. Relatório
de pesquisa (iniciação científica). CNPQ, Processo nº 104887 2009-
5, 2010.
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58156
APRENDIZAGEM E COMPORTAMENTO HUMANO 157
TYLER, A. A. Assessing stimulability in toddlers. J. Commun. Disord.,
v.29, n.4, p.279-97, 1996.
WERTZNER, H. F. et al. Análise acústica e índice de estimulabilidade
nos sons líquidos do português brasileiro. Revista Cefac, v.9, n.3,
p.339-50, 2007.
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58157
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58158
8
ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS NO
ESTUDO DA ATUAÇÃO PROFISSIONAL
DO TREINADOR ESPORTIVO
Jair Lopes Junior e Cintia Allyson Jensen 1
Introdução
No cenário esportivo, o treinador apresenta-se como o profissio-
nal diretamente responsável, em última instância, pelas funções de
aprimorar e de melhor qualificar o desempenho dos atletas. A lite-
ratura advoga que o exercício adequado de tais funções depende da
existência de um conjunto diversificado de condições (Antonelli &
Salvini, 1978; Becker Jr., 2000; Martens et al., 1989).
O presente capítulo, fundamentado na Análise do Comporta-
mento enquanto orientação teórica (Abreu-Rodrigues & Ribeiro,
2005; Baum, 1999; Tourinho & Luna, 2010), concentra ênfase nas
condições definidas pelos repertórios de instrução, ou seja, admite-se
que significativa parcela da atuação profissional do treinador esporti-
vo envolve a aquisição e o desenvolvimento de operantes verbais que
exercem a função de, enquanto estímulos verbais antecedentes à res-
posta, descrever e especificar possíveis relações de contingência entre
eventos (Catania, 1999; Cerutti, 1989; Okouchi, 1999; Skinner,
1 Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendiza-
gem da Unesp \u2013 Bauru.
Aprendizagem_(2a_Prova).pmd 24/1/2011, 17:58159
160 TÂNIA GRACY MARTINS DO VALLE E ANA CLÁUDIA BORTOLOZZI MAIA (ORGS.)
1974). O objetivo deste texto consiste, de modo genérico, em expor e
discutir aspectos metodológicos que poderiam, enquanto subsídio
para programas de pesquisa e de intervenção, ampliar a compreensão
de características dos repertórios comportamentais de instruir emiti-
dos pelo treinador esportivo em situação de competição.
O capítulo apresenta, inicialmente, uma sucinta caracterização
conceitual da acepção de comportamento de instruir que orientou a
execução da pesquisa relatada. Em seguida, expõe os aspectos me-
todológicos que determinaram os procedimentos de coleta, de
tabulação e de análise dos dados obtidos. O capítulo foi finalizado
com discussões que procuraram relacionar os principais resultados
com conhecimentos pertinentes da Análise do Comportamento, bem
como da Psicologia do Esporte, com ênfase em possíveis contribui-
ções e questões de pesquisa derivadas das evidências ora produzidas
que justificariam a continuidade de programas de investigação so-
bre processos de ensino e de aprendizagem vinculados ao compor-
tamento de instruir do treinador esportivo.
O comportamento de instruir como condição
para