Prática Profissional e Interdisciplinariedade

Prática Profissional e Interdisciplinariedade


DisciplinaDireito e Legislacao Social265 materiais9.313 seguidores
Pré-visualização8 páginas
societário, do projeto profissional e agora trataremos do projeto institucional. 
São terminologias distintas, porém articuladas.
Ao passar pelo processo de formação profissional, o trabalhador se insere no mercado de trabalho, 
17
Professora Ms. Amanda Boza Gonçalves
EspEcialização Em GEstão social, políticas públicas, 
REdEs E dEfEsa dE diREitos
 PRÁTICA PROFISSIONAL E INTERDISCIPLINARIDADE
como as instituições sociais, sejam elas públicas ou privadas. Comumente as instituições têm um 
planejamento estratégico, delimitam sua missão, valores, além de terem clareza do público alvo a ser 
atendido, conforme as características dos serviços prestados. Ou seja, a instituição tem clareza quanto 
ao seu projeto institucional! Portanto, atente-se ao fato: uma coisa é o seu projeto de intervenção 
(lê-se também plano de ação ou projeto de trabalho), algo mais específico, voltado para a sua atuação 
profissional. Outra coisa é o projeto institucional, mais amplo, voltado para toda a equipe. Elaborar um 
projeto de intervenção na instituição significa estreitar mais o objetivo do seu projeto, de algo mais amplo, 
para algo específico relacionada à sua área de trabalho. Se o público-alvo da instituição for o de pessoas 
com deficiência física, por exemplo, o seu projeto de intervenção deve estar voltado para tal área. 
É por meio do projeto de intervenção que o profissional deve apresentar propostas profissionais no 
seu espaço sócio-ocupacional, que sejam diretamente vinculadas ao projeto da instituição. Com o projeto 
de trabalho elaborado, ele será importante até mesmo diante das diferentes áreas de conhecimento 
inclusas na instituição. Por meio dele, a instituição terá mais conhecimento acerca das suas atribuições, 
estabelecendo assim parâmetros importantes na relação profissional-instituição. 
 
18
Professora Ms. Amanda Boza Gonçalves
EspEcialização Em GEstão social, políticas públicas, 
REdEs E dEfEsa dE diREitos
 PRÁTICA PROFISSIONAL E INTERDISCIPLINARIDADE
REFERÊNCIAS
BEHRING, E. R.; BOSCHETTI, I. Política Social: fundamentos e história. São Paulo: Cortez, 2007.
FAZENDA, I. C. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas-SP: Papirus, 1994.
FREIRE, Lucia M. B. O serviço social na reestruturação produtiva: espaços, programas e trabalho 
profissional. São Paulo: Cortez, 2003.
GENTILLI, R. M. L. Representações e práticas: identidade e processo de trabalho no serviço social. 
2. ed. São Paulo: Veras, 2006. 
JANTSCH. A. P.; BIANCHETTI, L. (Orgs.). Interdisciplinaridade: para além da filosofia do sujeito. 
Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.
JAPIASSÚ, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.
LIKERT, Rensis. Novos padrões de administração. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1979.
MARTINELLI, M. L.; RODRIGUES, M. L.; MUCHAIL, S. T. O uno e o múltiplo nas relações entre as 
áreas do saber. São Paulo: Cortez, 1995.
MARTINELLI, M. L. Sentido e direcionalidade da ação profissional: projeto ético-político em Serviço 
Social. In: BAPTISTA, M. V.; BATTINI, O. (Orgs.). A prática profissional do assistente social: teoria, 
ação, construção de conhecimento. São Paulo: Veras, 2009. v. 1.
MARX, K. Escritos de juventude: manuscritos de 1844, Lisboa: Edições 70, 1975.
MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Martin Claret, 2002.
MANGINI, F. N. R e MIOTO, R C. T. M. A interdisciplina na sua interface com o mundo do trabalho. 
Revista Katálises, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 207-215, 2009. 
NETTO, José Paulo. Notas para a discussão da sistematização da prática em Serviço Social. 
Cadernos ABESS n. 3. São Paulo: Cortez, 1989. 
19
Professora Ms. Amanda Boza Gonçalves
EspEcialização Em GEstão social, políticas públicas, 
REdEs E dEfEsa dE diREitos
 PRÁTICA PROFISSIONAL E INTERDISCIPLINARIDADE
POMBO, O. Práticas interdisciplinares. Sociologias, Porto Alegre, v. 8, n. 15, p. 208-249, jan./jun. 
2006.
SOARES, L. T. Ajuste neoliberal e desajuste social na América Latina. Petrópolis: Vozes 2001, p. 
152 \u2013 354.
SOARES, L. T. O Desastre Social. In: Os porquês da desordem mundial: mestres explicam a 
globalização. Rio de Janeiro, Record, 2003.
SOARES, L. T. Os custos sociais do ajuste neoliberal na América Latina. São Paulo: Cortez, 
2000. (Coleção Questões da nossa época).
TEIXEIRA, J. B. ; BRAZ, M.O projeto ético-político do Serviço Social. In: CONSELHO FEDERAL DE 
SERVIÇO SOCIAL. Serviço social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/
ABEPSS, 2009. p. 185-199.
TRIVIÑOS, A. S. A dialética materialista e a prática social. Movimento, Porto Alegre, v. 12, n. 2, p. 
121-142, maio/ago. 2006. Disponível em: <seer.ufrgs.br/Movimento/article/download/2899/1535>. 
Acesso em: maio 2012. 
VAZQUEZ, Adolfo. Filosofia da práxis. Unidade da teoria e da prática. In: MAGALHÃES-VILHENA, 
Vasco (Org.). Práxis. Lisboa: Horizontes, 1980. v. 2.