Aula 1 e 2 Inquéritos
16 pág.

Aula 1 e 2 Inquéritos


DisciplinaInquéritos Dietéticos e Medidas Antropométricas13 materiais69 seguidores
Pré-visualização3 páginas
\u25aa (IBGE, 2008). 
22/10/2013
5
OBJETIVOS:
\uf06e Descrever a distribuição e a magnitude de agravos que 
possam estar relacionados à nutrição, como desequilíbrios 
nutricionais e alimentares em populações humanas;
\uf06e Estimar o risco do agravo, ou seja, a probabilidade da 
ocorrência, associado a fatores dietéticos;
\uf06e Contribuir para elucidar a etiologia das doenças;
\uf06e Fornecer informações necessária para o planejamento e a 
implementação de serviços de prevenção, controle e 
tratamento de agravos relacionados à nutrição.
\uf06e Procedimento metodológico onde se obtém 
informações quantitativas e/ou qualitativas 
sobre o consumo alimentar de indivíduos, 
grupos e populações.
\uf06e Instrumento fundamental para avaliação.
\uf06e Podem avaliar consumo atual e pregresso.
\uf06e Avaliar o consumo alimentar de indivíduos 
e/ou grupos
\uf06e Estabelecer diagnóstico e condições de risco
\uf06e Planejar programas de educação nutricional 
\uf06e Avaliar os programas
\uf06e Orientar políticas nacionais
\uf06e Orientar estudos epidemiológicos
Questões básicas para seleção do método 
de Inquérito Alimentar
Nutrientes / Energia
Alimento
Grupos de alimentos
Padrão alimentar
O que será avaliado?
22/10/2013
6
Quem é o grupo alvo?
O período de tempo para realização do inquérito?
Qual o envolvimento do entrevistado?
Motivação Interpretação das perguntas
Sexo Escolaridade
Empatia
Idade
Recursos disponíveis?
Humanos Materiais
\uf06e RETROSPECTIVOS:
\u2013 Recordatório 
\u2013 Freqüência alimentar
\u2013 História alimentar
\uf06e PROSPECTIVOS:
\u2013 Registro alimentar
\u2013 Pesagem de alimentos
\u2013 Análise em duplicata
\uf06e Objetivo do inquérito alimentar
\uf06e Tipo de estudo epidemiológico
\uf06e Características da população
\uf06e Tamanho da amostra necessária
\uf06e Recurso material e econômico
\uf06e Pessoal disponível
\uf06e Nível de exatidão dos dados desejados
22/10/2013
7
\uf06e Por correio - também é auto-administrado e 
utilizado para QFA e RA. A grande vantagem é o 
baixo custo e a desvantagem é a baixa 
participação (30 - 35%)
\uf06e Por telefone - é mais utilizado para R 24h. Não 
precisa o deslocamento do entrevistador, no 
entanto, a participação também é baixa e sua 
utilidade diminui quando o local não dispõe de 
telefones (zonas rurais)
\uf06e Entrevista pessoal - utilizada com qualquer método 
de avaliação (R 24 h e HA). É necessário ter 
disponibilidade de tempo e o custo é elevado
\uf06e Questionário auto-administrado - o entrevistado 
responde pessoalmente um questionário, de acordo 
com as instruções fornecidas em entrevista ou por 
correio. São utilizados nos QFA e Registro Alimentar. 
A taxa e qualidade de respostas aumentam quando \uf0ad
nível sócio-econômico e grau de motivação da 
população
Diagnóstico e planejamento
da orientação alimentar
Recordatório 24h - ?
Recordatório 24h - adaptado
Registro Alimentar - acompanhamento
Dados clínicos
bioquímicos
antropométricos
Tratamento 
ou prevenção
Avaliação Individual
Nível Nacional
Nível Familiar
Nível Individual
\uf0de Folha do Balanço Alimentar
\uf0de Pesquisa de Orçamento Familiar
\uf0de Pesquisa de Consumo Familiar
\uf0de Pesquisa de Consumo Individual
22/10/2013
8
\uf06eMétodo mais utilizado para estimar a 
disponibilidade de alimentos em um país.
\uf06e Informação se apresenta pela quantidade per 
capita (kg/ano ou g/ano), a partir da fórmula:
Produção Bruta + Alim. Importados - Exportados - Consumo não Humano
Total da População
\uf06eA FAO publica periodicamente estimativas do 
consumo médio bruto de alimentos, incluindo de 
energia e macronutrientes, em diversos países.
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Identificação de 
hábito alimentar da 
população ao longo 
do tempo
\u2013 Base para 
formulação de 
programas de 
alimentação 
nacionais e políticas 
internacionais de 
alimentação
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Não indica consumo 
em \uf0b9s grupos 
populacionais e nem 
\uf0b9s áreas geográficas
\u2013 Diferenças individuais 
de consumo não 
aparecem
\u2013 Não calcula o 
desperdício (após 
produção e consumo)
\uf06e Obtenção de informações sobre os gastos 
familiares com alimentação e sobre a quantidade 
e qualidade dos alimentos adquiridos 
\uf06e Geralmente a pesquisa dura 1 ano (sazonalidade)
\uf06e O cálculo é baseado na média do consumo per 
capita
\uf06e Estudos populacionais
\uf06e 3 Inquéritos nacionais (FGV e IBGE)
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Pode se obter 
amostras grandes
\u2013 Coleta informações 
por um longo período
\u2013 Não altera dieta da 
família
\u2013 Custo relativamente 
baixo
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Exatidão pode estar 
comprometida
\u2013 Consumo médio per 
capita, sem estimar o 
consumo individual 
real
\u2013 Necessita de um 
longo período de 
estudo
22/10/2013
9
\uf06e Um dos métodos mais utilizados
\uf06e Recordatório de um pequeno período de tempo (24 h)
\uf06e Entrevista direta (pessoalmente ou telefone).
\uf06e Obtém informações quantitativas sobre o consumo 
alimentar de um dia.
\uf06e Estima a ingestão de alimentos e nutrientes em um 
indivíduo e/ou grupos
\uf06e Validação da freqüência
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Fácil aplicação
\u2013 Tempo curto
\u2013 Objetivo
\u2013 Alfabetização
\u2013 Memória recente
\u2013 Estima consumo 
atual
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Pode não refletir hábito
\u2013 Dia anterior atípico
\u2013 Entrevistador
\u2013 Mais de um dia
\u2013 Dificuldades em estimar 
porções
\u2013 Não estabelece 
causalidade (dieta x 
doença)
Recordatório 24h - Usos e Limitações
Todos os dias da 
semana
\u2022Amostra representativa
\u20221 Recordatório não 
representa
Ingestão habitual 
\u2022Qualidade da informação depende da memória
\u2022Relação entrevistador - entrevistado
\u20221 Recordatório não pode estabelecer relação de causalidade 
(Dieta X Doença)
\u2022Dificuldades em estimar porção.
22/10/2013
10
\uf06e Lista ou relação definida de itens alimentares 
onde se indica a freqüência de consumo num 
período de tempo
\uf06e Pode ser qualitativo, semi-quantitativo e 
quantitativo
\uf06e Pode avaliar consumo atual e pregresso
\uf06e Objetiva avaliar o quanto certos alimentos ou 
grupo de alimentos são consumidos durante um 
determinado período de tempo
\uf06e Estabelece relação de causalidade (dieta x 
doença)
\uf06e Objetivo do trabalho
\uf06e Seleção dos alimentos
\uf06e Específico para determinadas populações
\uf06e Organização e estrutura
\uf06e Número de alimentos
\uf06e Porções
\uf06e Freqüência
\uf06e Validação
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Menor Custo
\u2013 Consumo Habitual
\u2013 Uma única aplicação
\u2013 Hábito
\u2013 Fácil para 
entrevistado
\u2013 Uso em estudos 
epidemiológicos
\u2013 Observa modificações
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Limitações de alimentos
\u2013 Perda de detalhes
\u2013 Memória
\u2013 Acurácia da quantificação
\u2013 Requer esforço e tempo
22/10/2013
11
\uf06e Conhecida como anamnese alimentar
\uf06e Informações sobre o consumo e hábitos 
alimentares do indivíduo no decorrer de sua 
história de vida
\uf06e Muito utilizado em consulta individual
\uf06e Composta por:
\u2013 Recordatório 24h
\u2013 Lista de alimentos consumidos
\u2013 Registro alimentar
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Descrição Completa
\u2013 Qualitativa
\u2013 Quantitativa
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Entrevistados 
treinado
\u2013 Alto custo
\u2013 Tempo
\u2013 Análise
\uf06e Registro diário feito pelo próprio indivíduo ou 
responsável pelo consumo alimentar
\uf06e Individual ou populacional
\uf06e Período de tempo previamente determinado
\uf06e Descrição detalhada sobre os tipos e as 
quantidades de alimentos e bebidas consumidos 
durante um período de tempo
22/10/2013
12
\uf06e VANTAGENS
\u2013 Pode representar 
consumo exato 
\u2013 Análise quantitativa
\u2013 Período
\u2013 Não depende da 
memória
- Utilizado p/ 
orientação 
alimentar
\uf06e DESVANTAGENS
\u2013 Grau de instrução
\u2013 Treinamento
\u2013 Fidelidade depende 
da conscientização 
e complacência
\u2013 Requer tempo
\u2013 Pode alterar 
ingestão
- Dificuldade em 
estimar porção
Registro Alimentar