A importância das normas técnica na elaboração de textos
31 pág.

A importância das normas técnica na elaboração de textos


DisciplinaMetodologia Científica69.260 materiais1.485.187 seguidores
Pré-visualização2 páginas
A importância das normas técnica na elaboração de textos acadêmicos
http://viacarreira.com/regras-da-abnt-para-tcc-conheca-principais-normas/
http://www.leffa.pro.br/textos/abnt.htm#5.9.1
As regras da ABNT são fundamentais para fazer a formatação dos trabalhos acadêmicos, principalmente o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). As normas são usadas internacionalmente, mas reguladas no Brasil pela Associação Brasileira de Normas Técnicas.
Quando o conhecimento científico está dentro das normas técnicas, ele indica confiabilidade e segurança. As normas também ajudam a organizar as informações e estruturá-las dentro de um trabalho.
Qual a importância da ABNT nos trabalhos  acadêmicos?
As normas da ABNT são importantes nos trabalhos de pesquisa porque criam uma uniformidade, ou seja, um padrão que é facilmente compreendido por pesquisadores de todo o mundo.
A cada ano, a ABNT costuma revisar as suas regras e atualizá-las. As mudanças efetuadas são poucas, mas é muito importante que o estudante procure conhecê-las a fundo para adaptar a formatação dos seus trabalhos.
Deixar o TCC ou monografia dentro das normas da ABNT  não é tarefa fácil. Além de conhecer as regras gerais, o estudante também precisa se informar sobre as exigências da sua universidade.
Regras da ABNT para TCC
Estrutura do trabalho
Capa: deve conter o nome da instituição, curso, autor, título do trabalho, cidade e ano.
Folha de rosto: apresenta nome do autor, título, cidade e ano e uma breve nota descritiva, que deve conter o objetivo do trabalho e o nome do orientador.
Dedicatória/agradecimentos: espaço no qual o autor presta homenagens e faz agradecimentos.
Resumo: é um texto, de 150 a 500 caracteres, que sintetiza em um único parágrafo as ideias do trabalho.
Sumário: serve para apresentar as enumerações das páginas e as respectivas seções do trabalho. O alinhamento é à esquerda, sem recuo.
Introdução: deve conter os temas que serão tratados no trabalho, além da justificativa e do objetivo do TCC.
Desenvolvimento: a principal parte do trabalho, que deve conter a exposição do assunto tratado de forma detalhada e completa.
Conclusão: é a finalização do trabalho, onde o autor recapitula o assunto e fala um pouco sobre os resultados.
Regras de formatação
Numeração da página: a contagem começa na folha de rosto, mas só aparece a partir da introdução. Os algoritmos devem aparecer sempre no canto superior direito, a 2 cm da borda.
Margens: a superior e a esquerda devem ter 3cm de distância da borda. Já a inferior e a direita devem apresentar margem de 2cm.
Títulos: é importante que sejam escritos no tamanho 12, usando Arial ou Times New Roman.
Texto: o texto do TCC deve ser escrito com fonte Arial ou Times, com as letras no tamanho 12 e espaçamento de 1,5 entre as linhas.
Notas de rodapé: letras com tamanho 10 e espaçamento simples.
Citações - ABNT - NBR 10520/2000
 Direta: Trechos transcritos para seu TCC
 Curtas \u2013 menos de três linhas incorporado no corpo do texto. A chamada deve sempre aparecer antes da citação.
 Longas \u2013 mais de três linhas, novo parágrafo com margem de 4cm, fonte tamanho 11, em espaçamento simples no final da citação colocar entre parênteses autor em caixa alta, ano e página.
 Indireta: Uma leitura própria sobre as ideias do texto lido. Pode aparecer antes da citação, indicando o autor e entre parênteses o ano, ou quando a citação é muito grande, ou seja um parágrafo inteiro pode se colocar entre parênteses autor em caixa alta e ano.
Exemplo de citação direta 
(menos de 3 linhas)
Diante da complexidade e na tentativa de não ser reducionista, adotaremos a definição de Palumbo (1994, p.47) \u201c[...] Política é um processo, ou uma série histórica de intenções, ações e comportamentos de muitos participantes\u201d. 
ATENÇÃO!!!
Em caso de citação de citação (se for realizada uma citação de alguma passagem já citada em outra obra) deve-se indicar primeiramente o sobrenome do autor da passagem seguido da palavra latina apud (que significa segundo, conforme, de acordo com) e o sobrenome do autor que fez a citação. Evitar ao máximo a sua utilização.
Exemplo: \u201c[...] educação assistencial preconceituosa em relação à pobreza e descomprometida quanto à qualidade do atendimento\u201d (KUHLMANN JR. apud NUNES; CORSINO, 2012, p. 24).
Em caso de mais de três autores utiliza-se o termo et al após o nome do autor mais importante ou primeiro (de acordo com a Ficha Catalográfica da obra). 
Exemplo:
O papel materno da mulher - que envolvia a amamentação, o cuidado e a educação da criança pequena - foi objeto de intensa campanha para persuadir as mães a assumi-lo plenamente. Combatiam tenazmente a utilização da ama-de-leite. [...] Se anteriormente a família fora vista como incompetente e ignorante para promover a educação dos filhos, ela era agora estimulada e cobrada nessa função. A mãe passa a ser valorizada e o seu papel enaltecido como essencial para o futuro do homem e de toda a nação (MERISSE et al, 1997, p. 34-35).
Exemplo de citação direta 
(mais de 3 linhas)
Os municípios pouco lograram a conquista de serem entes federados, pois ainda matem forte dependência dos outros níveis de governo, isso gerou um paradoxo
 [...] quando tais cidades recebem auxílio e não desenvolvem capacidades político-administrativas podem perder parte da autonomia; mas, caso fiquem sem ajuda ou não queiram tê-la, podem se tornar incapazes de realizar a contento as políticas públicas (ABRUCIO, 2010, p. 47). 
Citação indireta
Exemplo 1:
A dificuldade da coordenação advém da falta de clareza da responsabilidade dos entes federados, das dificuldades dos entes subnacionais de implementarem políticas, das diferenças técnicas, financeiras e de gestão (ABRUCIO, 2010; SOUZA, 2006).
citação indireta
Exemplo 2:
É comum na literatura a afirmação que é necessária uma melhoria da educação, pois com a democratização do ensino, a educação teria perdido qualidade, no entanto Beisegel (2006), alerta que a escola não perdeu qualidade, pois a escola do passado não mais existe, assim é preciso pensar em outra qualidade. 
Referências: 
 Elemento obrigatório, elaborado conforme a ABNT - NBR 6023/2002. A referência deve identificar somente as obras citadas no decorrer do trabalho. 
 Ela deve ser listada em ordem alfabética pelo sobrenome do autor, logo após a conclusão (e antes de apêndices e/ou anexos - quando houver). 
 Não utilizar traços nos nomes do autor, para mais de uma citação do mesmo autor. 
Referências: 
As referências serão alinhadas à margem esquerda do texto e de forma a se identificar individualmente cada documento.
Espaço simples na referência e separadas entre si por espaço duplo.
 Pode se utilizar nome completo do(s) autor(es) ou não somente iniciais, escolha e padronize. 
 Título da obra em negrito ( não usar negrito no subtítulo); 
Colocar edição somente a partir da segunda. 
Alguns exemplos
 LIVROS
Um autor:
CHIZZOTT, Antônio. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. 3. ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2010.  
 
-Dois autores
KONDRATIUK, Carolina Chagas; NEIRA, Marcos Garcia. Memórias de Cibele: caminhos trilhados, experiências corporais e identidade docente. São Paulo: Phorte, 2013.
LIVROS
Três autores
FARIA, Ana Lúcia Goulart de; PRADO, Patrícia Dias; DEMARTINI, Zélia de Brito Fabri. Por uma cultura da infância. 2. ed. Campinas/SP: Autores Associados, 2005.
Mais de três autores
MERISSE, Antônio. Lugares da infância: reflexões sobre a história da criança na fábrica, creche e orfanato. In: MERISSE, Antônio et al . Lugares da infância: reflexões sobre a história da criança na fábrica, creche e orfanato. São Paulo: Arte & Ciência, 1997, p. 25-51.
Organizador (Org.), Coordenador (Coord.), Compilador (Comp.), editor (Ed.)
SARAT, Magda. Infância e educação infantil: do Renascimento à Modernidade. In: SARAT, Magda (Org.) Fundamentos filosóficos da educação infantil. 2. ed. revisada e ampliada. Maringá/PR: Eduem,