LIVRO DIGITAL - ADM. 3º SETOR - OLSEN HENRIQUE BOCCHI
214 pág.

LIVRO DIGITAL - ADM. 3º SETOR - OLSEN HENRIQUE BOCCHI


DisciplinaAdministração do Terceiro Setor261 materiais615 seguidores
Pré-visualização47 páginas
O terceiro setor: 
. - , . 
uma v1sao estrateg1ca para 
projetos de interesse público 
O terceiro setor: 
. - , . 
uma v1sao estrateg1ca para 
projetos de interesse público 
(0/sen Henrique Bocchi) 
~VP.. E D I T O R A ~ó~ intersaberes 
ED I TORA 
intersaberes 
Av. Vicente Machado, 317. 14° andar . Centre) . CEP 80420-01 O . Curitiba . PR . Brasil 
Fone: ( 41) 2 103-7306 . ""'"''·cditoraintcrsabcrcs.com.br . editora@editoraintersabercs.com.br 
Conselho editorial 
Dr. Ivo José Both, (presidente} 
Dr.\u2022 Elena Godoy, 
Dr. Nelson Luís Dias, 
Dr. UlfGregor Baranow 
Editor-chefe 
Lindsay Azambuja 
Editor-assistente 
Ariadne Nunes Wenger 
Editor de Arte 
Raphael Bernadell i 
Análise de infonnação 
!\,[ariana Weinhardt Pazzinat to 
Revisão de texto 
l',,lonique Gonçalves 
Capa 
Denis Kaio Tanaami 
Projeto gráfico 
Bruno de Oliveira 
Diagramação 
Katiane Cabral 
Iconografia 
Danielle Scholtz 
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) 
(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) 
Bocchi, Olsen He,,rique 
O terceiro setor: uma visão estratégica para projetos de 
interesse público !livro eletrônico!/ Olsen Henrique Bocchi. -
Curitiba: lnterSaberes, 2013. - (Série Gestão Pública). 
2Mb;PDF 
Bibliografia. 
IS13N 978-85-8212-659-2 
1. Associações sein fins lucrativos - Brasil - Ad.ministração 
2. Associações sem fins lucrativos - Legislaç.io - Brasil 3. 
Interesse público - llrasil 4. Organizações não-governamentais -
Brasil l. Título. fl. Strie. 
12-10078 CDD-658.04800981 
índices para catálogo sistemático: 
1. Brasil: Entidades sem fins lucrativos: Visão es1ratégica para 
projetos de inte.-esse público: Administração de empresas 
658.04800981 
2. Brasil: Terceiro setor: Visão estratégica para projetos de 
intcrt.'sse público: Administração de t.'mprcsas 658.04800981 
l" odição, 20 JJ 
Foi feito o depósito legal. 
Informamos que é de 
inteiro responsabilidade 
do aulor a emissão de 
conceitos. 
Nenhuma parte dcsla 
publicação poderá ser re-
produzida por qualquer 
meio ou forma sem a prévia 
amorização da Editora 
lnterSaberes. 
A violação dos direitos aulO· 
rais é crime estabeleddo na 
Lei n\u20229.610/1998 e 1n111ido 
pelo art. 184 do Código 
Penal. 
Sumário 
Apresentação 7 
Introdução 9 
Capítulo I 
Os setores sociais e o neoliberalismo 13 
1.1 Os setores sociais 14 
1.2 Uma abordagem critica sobre o liberalismo comercial 
no caso brasileiro 17 
Capítulo 2 
Modalidades institucionais aplicáveis ao terceiro setor 29 
2.1 Fundações 30 
2.2 Associações, sociedades civis e institutos 38 
Capítulo 3 
Modalidades de atuação do terceiro setor 45 
3.1 Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) 
3.2 Organizações sociais 69 
3.3 Serviços sociais autônomos 72 
3.4 Agências reguladoras 73 
3.5 Agências executivas 76 
Capítulo 4 
Os contratos e a sua teoria explicativa 81 
4.1 O ato negocial e a autonomia privada: uma explanação sobre 
a teoria positivista do direito 82 
46 
4.2 Os princípios gerais dos contratos: a função social e a boa- fé 85 
I 
t 
\u2022 
\u2022 
' i 
\u2022 i 
\u2022 ! 
,; 
\u2022 \u2022 
' :; 
\u2022 1 { 
\u2022 1 
i 
\u2022 : 
t 
\u2022 
1 
' s 
: 
3 
f 
\u2022 ! 
\u2022 1 
I 
\u2022 l } 
1 
l 
§ 
í 
\u2022 1 
i 
! ~ 
\u2022 i 
i 
s 
l 
Capítulo 5 
Os ter1nos de parceria: a grande inovação 119 
Capítulo 6 
Convênios, Lei n° 8.666/1993 e INS'fN n° 01/1997 129 
Capítulo 7 
Os contratos de gestão 139 
Capítulo 8 
Unia comparação entre contratos, convênios 
e ter1nos de parceria 143 
Capítulo 9 
Plano de trabalho: delimitador de projetos de 
interesse público 149 
Capítulo 10 
Incentivos fiscais aplicáveis ao terceiro setor 157 
l 0.1 Incentivos ao funcionan1ento das instituições sen1 fins lucrativos 158 
10.2 Incentivos relacionados ao Plano de Desenvolvimento 
Tecnológico (PDTI) 163 
l 0.3 Os fundos setoriais: o Progran1a Verde An1arelo con10 fon1ento às 
pesquisas 17 5 
10.4 Os grandes programas tecnológicos: a aliança do setor público com o 
setor privado 182 
Considerações finais 189 
Referências 193 
Nota sobre o autor 209 
Apresentação 
Esta obra pretende enfocar uma proposição de trabalho para as entidades 
do terceiro setor e é fruto de 3.522 (três mil quinhentas e vinte e duas) 
horas de pesquisa aplicada no trato diário das questões que envolvem 
projetos e sua abordagem junto ao poder público e à iniciativa privada. 
Notou-se que existe, no universo trabalhado, un1 anseio de rea-
lização social, en1 que as entidades estudadas buscam promover o inte-
resse público. No entanto, boas intenções não são suficientes para que 
as contas sejam aprovadas, para que não haja malversação do dinheiro 
público e para que marketing social seja, no Brasil, uma marca de idonei-
dade para as entidades do terceiro setor. 
O regi1ne legal adotado 110s lin1ites conferidos, mesmo que em-
brionário, foi um impulso para que os interessados no tema ganhassem a 
oportunidade de profissionalização, auferindo, assim, credibilidade social. 
Contudo, é necessária a iniciativa das organizações para un1 rearranjo 
de sua n1entalidade. Não há como continuar atuando como associações 
de bairros, mas sim como firmas que, apesar de não distribuirem lucros, 
precisam de organização sen1elhante à empresarial. Essa organização 
e1npresarial, apesar de não ter o enfoque institucional, por apresentar 
natureza não econômica, alcança a necessidade de 1nudança na menta-
lidade do seu aparato humano. As divisas almejadas são divisas sociais 
que poderão ser aproveitadas, em um futuro próximo, para o desen-
volvimento de todas as crunadas da sociedade e tambén1 das empresas 
que busca1n qualificação profissional de seus empregados, tecnologia, 
certificação de produtos e serviços, afinal, para que se alcance o sonhado 
crescimento sustentável. 
O alargamento das fi11alidades do terceiro setor serve para impul-
sionar todos os veios econômicos, fazendo um trabalho que, muitas vezes, 
nem o Estado está preparado para desenvolver. Os centros de excelência, as 
universidades, as instituições de pesquisa, as u1stituições de fins filantró-
picos, hoje, podem abraçar um se1n-nú1nero de atribuições com sucesso. 
Basta que, de um lado, os incentivos e os créditos possam ser garantidos, 
quer pelo Estado ou pelas en1presas, e que as instituições do terceiro setor 
mostrem-se confiáveis para prestar esse importante serviço à sociedade. 
Nessa linha de pensamento, procurou-se traduzir em linhas as 
fórmulas de sucesso para a execução de projetos por instituições sem fins 
lucrativos. Neste livro, há o substrato n1ínimo para que tais institutos, 
desde o seu nascimento até a execução de trabalhos, possa1n imbuir-se 
em paragens que almejam, e o mais importante, sem riscos. 
Nesta obra encontra-se o conteúdo teórico mínimo, uma boa por-
ção prática para a elaboração suficiente de projetos básicos e de plru1os 
de trabalho para que as atividades possa1n ser desenvolvidas. Houve a 
preocupação, ainda, em transcrever os principais incentivos e as formas 
de fomento a projetos, analisando e especificando o procedimento para 
o alcance dessas 1netas. 
Fora1n expostos ta1nbém os principais projetos estratégicos do 
país, co1n uma explanação de suas fórmulas de sucesso, bem co1no um 
estudo de caso sobre um projeto vencedor. 
Enfin1, os interessados e1n atuar no terceiro setor, que buscan1 um 
espaço em sua responsabilidade social, e e1n participar do mo1nento histó-
rico de mudança pelo qual se passa podem, nesta obra, buscar respostas. 
ÜLSE,V H ENRIQ UE BocCI-fl 
Introdu ção 
Com a impossibilidade atual de o Estado prover a totalidade dos in-
teresses sociais que antes lhe eram incumbidos, em face da predon1i-
nância do siste1na neoliberal, houve uma diminuição de investünentos 
em setores sensíveis da