A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Eutonia e Terapia Ocupacional   baseado no livro de Gerda Alexander

Pré-visualização | Página 1 de 2

Descrição da técnica
 Contextualização social, cultural e histórica. 
História do criador. 
Levantamento bibliográfico de seu uso na saúde – e 
também, em terapia ocupacional. 
Imagens e vídeos que apresentem a técnica. 
Proposição de experimentação da técnica para a turma
. 
NA EUTONIA há a possibilidade do homem experimentar através do sensível, ser objeto e sujeito de constante transformação. A eficácia da eutonia é comprovada na cura de múltiplas patologias. A eutonia não adota modelos, pois é regida de espontaneidade, se o fizesse impediria o descobrimento da individualidade de cada um.
“Grandes são as dificuldades com que esbarramos ao tentar explicar este método- ainda que apenas de forma aproximada- há pessoas que não têm uma experiência prática consciente do corpo. Apesar disso, tornou-se necessário estabelecer por escrito os fundamentos da eutonia.” 
CONTRIBUIÇÕES E TAREFAS DA EUTONIA: 
Fazer com que o indivíduo aprenda a sentir a si mesmo e sentir o ambiente com realismo e a manter essa estabilidade em todas as circunstâncias do dia a dia.
O que é Eutonia?
Eutonia (do grego eu= bom, justo, harmonioso e tonos= tônus, tensão). Todas as perturbações do dia a dia modificam não somente o estado corporal, mas o comportamento e o nosso estado de consciência.
A eutonia é um estado no qual qualquer movimento é efetuado com um mínimo de energia e um máximo de eficácia, deixando as funções vitais prosseguir normalmente. Os movimentos não devem obstruir nem a circulação, do sangue, nem a respiração, nem outras funções dependentes do SN vegetativo. Os movimentos executados na eutonia são chamados, às vezes, movimentos orgânicos (todos os órgãos trabalham em harmonia e todo organismo funciona como uma unidade).
O que difere das outras técnicas? A maioria das técnicas busca o equilíbrio e a diminuição do tônus, favorecendo o relaxamento. Enquanto a EUTONIA proporciona a obtenção do tônus adequado, não só no repouso e relaxamento, mas tbm em todas as situações do dia a dia.
O que é o tônus? É a atividade de um músculo em repouso aparente. O músculo está sempre em atividade apesar de não estar manifestando um movimento ou gesto. Os músculos condicionam a nossa postura e tornam o corpo preparado para responder as solicitações da vida.
Os estados e mudanças emocionais, tais como a angústia ou a alegria, as diversas formas de exaltação, o esgotamento físico e psíquico e as depressões, estão em íntima relação com o tônus. A mesma escada que, num momento de alegria, subimos sem esforço, nos parece interminável quando estamos num estado depressivo, em que sentimos nosso corpo como se fosse feito de chumbo.
Regularização do tônus: quando a eutonia consegue desmanchar as fixações que atuam nos músculos, integrando-os novamente ao comando geral do corpo.
Igualação do tônus: quando as fixações de uma ou várias fibras musculares dentro de um músculo são dissolvidas.
Tônus aumentado= sensação de leveza 
Tônus diminuído= sensação de peso
A respiração
A respiração involuntária é aqui o enfoque, buscasse a eliminação das tensões que impedem a respiração inconsciente adequada. Essa tensão geralmente está localizada no períneo, virilhas, musculatura abdominal, diafragma, intercostais, ombros, nuca, mãos, pés, aparelho digestivo e órgãos genitais, que não são normalizadas através de exercícios respiratórios, pois estas tensões voltam a aparecer após a suspensão dos exercícios respiratórios.
Tato e contato
Ambos são diferentes. No tato se experimenta o limite do corpo, através do tato conseguimos sentir a forma, temperatura e a consistência das coisas do mundo. No tato permanecemos na periferia da pele, no contato ultrapassamos conscientemente o limite visível de nosso corpo.
O movimento
Caracteriza-se pela leveza na execução e no emprego de pouca energia inclusive para um rendimento dinâmico. A igualdade do tônus num nível apropriado e o equilíbrio das tensões nos músculos ativos obtêm-se com o contato através do corpo e através do espaço por meio dos prolongamentos. Em níveis altos de tônus esse equilíbrio de tensões nos músculos que efetuam um trabalho é experimentado como ausência de peso. A técnica de prolongamentos produz melhora na mobilidade de todas as articulações.
BENEFÍCIOS DA EUTONIA
A restauração da sensibilidade de toda a superfície do corpo é traduzida por uma melhoria da imagem corporal. Há uma melhora do estado geral, uma melhor circulação, melhor sono e maior segurança e liberdade nos movimentos e postura. 
A regulagem do equilíbrio vegetativo, além de atuar sobre a respiração inconsciente, atenua ou suprime em muitos casos os distúrbios psicossomáticos, as neuroses orgânicas e de angústias, as deficiências endócrinas, a frigidez e a esterilidade no homem ou na mulher. [2: Distúrbios psicossomáticos são problemas que afetam corpo e espírito. Exemplo: ]
Os movimentos eutônicos têm efeito vitalizador sobre o organismo, significam um aumento da qualidade e precisão dos movimentos.
FORMAÇÃO EM EUTONIA
Duração: Requer entre 3 a 4 anos, dependendo da formação anterior do aluno. 
Área: Fisioterapia, Pedagogia, Artes e Educação Física.
Descrição: O aluno assiste as disciplinas de anatomia, fisiologia, neurologia, patologia e neuropatologia. Para que o eutonista seja capaz de ser formador nessa abordagem de outros alunos requer uma experiência de no mínimo 10 anos, o eutonista pode se orientar para o caminho da terapia, pedagogia ou do uso da eutonia na artística. Para aplicar a técnica, não basta ter tido a compreensão do que é a eutonia. É necessário adquirir o domínio do equilíbrio corporal e psíquico, que permitirá enfocar de maneira muito diferente a forma pela qual os alunos vivem as situações que lhes são propostas.
Capacitação: o professor de eutonia deve fazer com que seus alunos consigam identificar que os seus progressos se devem ao seu próprio esforço.
“O objetivo da eutonia consiste em desenvolver em cada um a possibilidade de ser seu próprio mestre.”
EUTONIA E TERAPIA
Os objetivos são:
Normalização do esquema corporal por meio da tomada de consciência da sensibilidade superficial e profunda.
Harmonização, desenvolvimento e adaptação do tônus. 
Regularização da circulação e da respiração inconsciente por meio de uma ação sobre o equilíbrio neurovegetativo. [3: Equilíbrio neurovegetativo consiste no equilíbrio do sistema nervoso que regula as funções vegetativas (digestão, respiração, metabolismo)]
Tomada de consciência do reflexo proprioceptivo postural.
Desenvolvimento da força máxima com um mínimo de esforço.
O objetivo deste programa é capacitar a pessoa para que equilibre seu tônus, para que se adapte as influências provenientes do ambiente e para que se desenvolva sua capacidade de contato. Por isso, mesmo os doentes graves não são considerados pacientes, mas, sim, alunos. O professor auxilia o aluno a ser atento aos efeitos que a atitude pessoal exerce sobre seu próprio corpo.
QUEM BUSCA PELA EUTONIA?
Pessoas que possuem distúrbios psicossomáticos e neuróticos. [4: ]
Pessoas com insônia, Distúrbios circulatórios, Tiques e dores de membro-fantasma.4 
Asmáticos. 5
Nevralgias. 6
3 A tomada de consciência da superfície tocando o meio ambiente leva a uma regulagem tônica global, e rapidamente se obtém um alívio dos sintomas.
4 A consciência da superfície corporal utilizada na técnica de contato faz desaparecer essas sensações.
5 A ação para o interior provoca uma crise asmática, enquanto que a descarga poderá acalmar e curar. 
6 O contato orientado para o exterior alivia a dor imediatamente.
A EUTONIA NA SAÚDE
A eutonia pode ser usada como meio pedagógico ou terapêutico. Na área da saúde é usada como terapêutica aplicada na Medicina Psicossomática e em certas afecções psiquiátricas. É importante para a reeducação de afecções traumáticas, ortopédicas e neurológicas.
A eutonia torna disponível a força física e a mental, permitindo a preservação e a recuperação da saúde quando o equilíbrio