MATERIAIS ROCHOSOS
38 pág.

MATERIAIS ROCHOSOS


DisciplinaGeologia para Engenharia2.103 materiais25.490 seguidores
Pré-visualização4 páginas
\u2022 USO DE MATERIAIS ROCHOSOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL 
 
 Rocha: primeiro material de construção utilizado pelo homem. 
 
 
 
 
 
 
 
\u2013 Classificação tecnológica das rochas: 
 
\uf0e4 Rochas silicosas \uf0ae predomínio da sílica (SiO2). Alta resistência mecânica e alta durabilidade. 
Granitos, gnaisses. Basalto \uf0ae incluído no grupo por semelhança de comportamento mecânico. 
\uf0e4 Rochas calcáreas \uf0ae predomínio do carbonato de cálcio (CaCO3). Boa resistência mecânica e 
média durabilidade. Mármore. 
\uf0e4 Rochas argilosas \uf0ae predomínio da argila. Baixa resistência mecânica e baixa durabilidade. 
Ardósia. 
 
\u2013 Forma granular \uf0ae AGREGADOS 
\u2013 Forma de placas \uf0ae PEDRAS DE REVESTIMENTO 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
Pirâmides (Egito) Stonehenge (Inglaterra) 
\u2022 AGREGADOS 
 
\uf0ae Materiais granulares, sem forma e volume definidos. 
 
 
 
\uf0e4 Principais Tipos de Agregados 
 
\u2013 Filler \uf0ae material que passa na peneira no. 200 (0,075 mm). Se proveniente de britagem de rocha 
\uf0ae pó de pedra. 
 
\u2013 Areia \uf0ae material encontrado na natureza que passa na peneira no. 4 (4,8 mm). Se proveniente de 
britagem de rocha \uf0ae pedrisco (ou ainda areia artificial). 
 
\u2013 Seixo rolado \uf0ae material encontrado fragmentado na natureza (fundo de leitos de rios ou jazidas), 
retidos na peneira no. 4 (4,8 mm). 
 
\u2013 Pedra britada ou brita \uf0ae material obtido por trituração da rocha, retido na peneira no. 4 (4,8 mm). 
 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
\uf0e4 Classificação dos Agregados 
 
 
\u2022 Quanto à origem 
\u2013 Naturais \uf0ae sem processo de fragmentação. Areia, seixo rolado. 
\u2013 Artificiais \uf0ae passam por processo de fragmentação. Brita, pedrisco. 
 
 
\u2022 Quanto ao peso específico 
\u2013 Leves \uf0ae g < 10 kN/m3. Pedra-pomes, vermiculita, argila expandida. 
\u2013 Pesados \uf0ae g > 20 kN/m3. Barita, magnetita, limonita. 
\u2013 Normais \uf0ae 10 kN/m3 < g < 20 kN/m3. Areia, brita. 
 
 
\u2022 Quanto ao tamanho 
\u2013 Graúdo \uf0ae diâmetro mínimo > 4,8 mm. Pedra britada. 
\u2013 Miúdo \uf0ae diâmetro mínimo \uf0a3 4,8 mm. Areia. 
 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
\u2022 Escala Granulométrica (ABNT \u2013 NBR 6502/95) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
NOME DIÂMETRO DOS GRÃOS 
Argila \uf066 < 0,002 mm 
 Silte 0,002 < \uf066 < 0,06 mm 
 
Areia 
Fina 0,06 < \uf066 < 0,2 mm 
Média 0,2 < \uf066 < 0,6 mm 
Grossa 0,6 < \uf066 < 2 mm 
 
Pedregulho 
Fino 2 < \uf066 < 6 mm 
Médio 6 < \uf066 < 20 mm 
Grosso 20 < \uf066 < 60 mm 
Pedra de mão 60 < \uf066 < 200 mm 
Matacão 200 < \uf066 < 1000 mm 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
 
\u2022 Brita numerada (denominação comercial) 
 
\u2022 Brita 0 \uf0ae 4,8 mm < \uf066 < 9,5 mm 
\u2022 Brita 1 \uf0ae 9,5 mm < \uf066 < 19 mm 
\u2022 Brita 2 \uf0ae 19 mm < \uf066 < 25 mm 
\u2022 Brita 3 \uf0ae 25 mm < \uf066 < 50 mm 
\u2022 Brita 4 \uf0ae 50 mm < \uf066 < 76 mm 
\u2022 Brita 5 \uf0ae 76 mm < \uf066 < 100 mm 
 
 
 
\u2022 Brita graduada 
 
\uf0ae presença de fragmentos numa seqüência contínua de dimensões. 
 
 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
\uf0e4 Utilização dos Agregados 
 
1. Concreto Hidráulico 
 
 
\u2022 Ligante: cimento portland. 
 
\u2022 Os agregados exercem as seguintes funções: 
 
\uf0ae Contribuir na resistência do concreto aos esforços solicitantes, ao desgaste e à ação 
das intempéries. 
\uf0ae Reduzir variações de volume. 
\uf0ae Reduzir custos. 
 
\u2022 Os agregados devem atender aos seguintes requisitos de qualidade: 
 
\u2013 Adequada distribuição granulométrica. 
\u2013 Forma a mais eqüidimensional possível. 
\u2013 Rugosidade adequada. 
\u2013 Resistência adequada. 
\u2013 Composição mineralógica adequada. 
\u2013 Ausência de impurezas. 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
2. Concreto Betuminoso 
 
\u2022 Ligante: betume (asfalto). 
 
\u2022 Os agregados exercem as seguintes funções: 
\uf0ae Resistir e distribuir os esforços verticais provenientes do tráfego. 
\uf0ae Melhorar as condições da capa de rolamento, o que diz respeito ao conforto e à 
segurança. 
\uf0ae Resistir aos esforços horizontais (cisalhantes). 
 
\u2022 Os agregados devem atender aos seguintes requisitos de qualidade: 
\u2013 Boa resistência à abrasão e ao impacto. 
\u2013 Boa resistência à compressão. 
\u2013 Ausência de minerais alteráveis. 
\u2013 Boa adesividade ao betume. 
\u2013 Forma a mais eqüidimensional possível. 
 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
Fonte: ABGE (1998) 
 
 
3. Lastro de Ferrovia 
 
\u2022 Os agregados exercem as seguintes funções: 
\uf0ae Distribuir uniformemente as cargas dos dormentes. 
\uf0ae Assegurar boa drenagem. 
\uf0ae Preencher os vazios entre os dormentes. 
\uf0ae Dificultar o crescimento da vegetação. 
\uf0ae Impedir a subida de lama da plataforma. 
\uf0ae Permitir elasticidade para a via. 
 
\u2022 Os agregados devem atender aos seguintes requisitos de qualidade: 
\u2013 Alta resistência ao impacto \uf0ae compactação e peso das composições. 
\u2013 Esforços verticais \uf0ae alta resistência à compressão. 
\u2013 Esforços horizontais \uf0ae alta resistência à abrasão. 
\u2013 Ausência de minerais alteráveis. 
\u2013 Forma adequada \uf0ae embricamento e estabilidade. 
 
Fonte: ABGE (1998) 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
 
 
4. Enrocamento 
 
\u2022 Os agregados exercem as seguintes funções: 
\uf0ae Compor o maciço das barragens de terra. 
\uf0ae Compor muros de arrimo. 
\uf0ae Formar camada de proteção \u2013 aterros viários, taludes costeiros, barragens de terra e 
pilares de pontes \u2013 erosão devido às ondas. 
\uf0ae Compor quebra-mares (molhes). 
\uf0ae Elemento de transição para evitar carreamento de partículas. 
\uf0ae Barramento provisório \u2013 ensecadeiras. 
 
\u2022 Os agregados devem atender aos seguintes requisitos de qualidade: 
\u2013 Baixa alterabilidade por oscilação do nível d´água. 
\u2013 Resistência mecânica adequada \uf0ae impacto de ondas. 
\u2013 Forma adequada \uf0ae embricamento e estabilidade. 
 
Fonte: ABGE (1998) 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
 
5. Filtro de Barragem 
 
\u2022 Os agregados exercem as seguintes funções: 
\uf0ae Criar meio poroso para garantir a interceptação de fluxos preferenciais de água, e 
conduzi-los para jusante da barragem. 
\uf0ae Promover a drenagem da fundação, com redução das subpressões prejudiciais à 
estabilidade da barragem. 
 
\u2022 Os agregados devem atender aos seguintes requisitos de qualidade: 
\u2013 Ser mais permeável que o solo a ser protegido. 
\u2013 Ter distribuição granulométrica adequada, evitando o carreamento de partículas de 
solo. 
\u2013 Material não-desagregável e insolúvel. 
 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
Fonte: ABGE (1998) 
\u2022 PEDRAS DE REVESTIMENTO 
 
\uf0ae Materiais rochosos que servem de elemento decorativo em revestimentos verticais de exteriores e 
interiores e de piso de edificações, degraus de escadarias, balcões e tampos de pisos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: ABGE (1998) 
Grupo Geotecnia - FURG 
Escola de Engenharia 
Universidade Federal do Rio Grande - FURG 
Materiais Rochosos 
 
\uf0e4 Principais Tipos de Pedras 
 
\u2013 Chapa \uf0ae material rochoso no formato laminado com espessura menor