Aula 5 - Estratégia Concursos  (Técnico Judiciário TJRO)
87 pág.

Aula 5 - Estratégia Concursos (Técnico Judiciário TJRO)


DisciplinaDireito Administrativo I38.464 materiais875.627 seguidores
Pré-visualização27 páginas
necessária. 
c) emergencial. 
d) dispensável. 
Comentário: nos casos de emergência ou de calamidade pública a licitação é 
dispensável (inciso IV). 
Gabarito: alternativa D. 
51. (FGV ± Assistente Administrativo/FBN/2013) Os itens listados a seguir referem-
se às modalidades de licitação pública em uso no Brasil, à exceção de um. Assinale-
o. 
a) Compra direta. 
b) Concorrência. 
c) Tomada de preço. 
d) Concurso. 
Comentário: essa é para terminar de modo tranquilo. Atualmente, no Brasil, 
vigoram as seguintes modalidades de licitação pública: concorrência, tomada 
de preço, convite, concurso, leilão, consulta e pregão. 
Gabarito: alternativa A. 
52. (FGV - Proc Leg/AL-MT/2013) Com relação à disciplina legal das licitações, é 
correto afirmar que 
a) não se admite, no julgamento da licitação, qualquer preferência a empresas 
brasileiras. 
b) a contratação de serviços de publicidade deve ser precedida de licitação. 
c) a alienação de bens da Administração Pública será sempre precedida de avaliação 
e licitação. 
d) as obras, serviços, compras e alienações realizados pelos órgãos dos Poderes 
Legislativo e Judiciário não são atingidos pela exigência de licitação. 
e) a modalidade de licitação entre interessados previamente cadastrados, convidados 
em número mínimo de 3 (três) pela unidade administrativa, é denominada convite. 
Comentário: 
a) a Lei 8.666/1993 estabelece que, em igualdade de condições, como critério de 
desempate, será assegurada preferência, sucessivamente, aos bens e serviços: 
00014611252
00014611252 - Cleiton 
Noções de Direito Administrativo p/ TJ-RO 
Técnico Judiciário 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 5 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 70 de 86 
(a) produzidos no País; (b) produzidos ou prestados por empresas brasileiras; e 
(c) produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no 
desenvolvimento de tecnologia no País (art. 3º, § 2º, III) ± ERRADA; 
b) a Lei 8.666/1993, que regulamenta o inciso XXI do artigo 37 da CF, estabelece 
normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, 
serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito 
dos Poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Além 
disso, a Lei 12.232/2010 dispõe sobre as normas gerais para licitação e 
contratação pela administração pública de serviços de publicidade prestados 
por intermédio de agências de propaganda. Portanto, a contratação de serviços 
de publicidade deve ser precedida de licitação ± CORRETA; 
c) a primeira parte da afirmação está correta, pois a alienação de bens da 
Administração Pública será sempre precedida de avaliação. No entanto, a 
licitação em si será dispensada em casos determinados pela Lei em seu art. 17, 
I e II ± ERRADA; 
d) a resposta para essa questão é encontrada nos artigos 1º e 117 da LLC. 
Vejamos: 
Art. 1o Esta Lei estabelece normas gerais sobre licitações e contratos 
administrativos pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, 
compras, alienações e locações no âmbito dos Poderes da União, dos 
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. 
Parágrafo único. Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos órgãos da 
administração direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações 
públicas, as empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais 
entidades controladas direta ou indiretamente pela União, Estados, Distrito 
Federal e Municípios [...] 
Art. 117. As obras, serviços, compras e alienações realizados pelos 
órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário e do Tribunal de Contas 
regem-se pelas normas desta Lei, no que couber, nas três esferas 
administrativas. (grifos nossos) 
Assim, as regras da Lei 8.666/1993 também se aplicam aos Poderes Legislativo 
e Judiciário ± ERRADA; 
e) quase isso! O convite é a modalidade de licitação entre interessados do ramo 
pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não, escolhidos e convidados em 
número mínimo de 3 (três) pela unidade administrativa. Ademais, a modalidade 
que exige o cadastramento prévio é a tomada de preços ± ERRADA. 
Gabarito: alternativa B. 
53. (FGV - TJ/TER-PA/2011) Analise as afirmativas a seguir: 
I. Por força do princípio da moralidade administrativa, a licitação deve ser sigilosa, 
exceto quanto ao conteúdo das propostas. 
00014611252
00014611252 - Cleiton 
Noções de Direito Administrativo p/ TJ-RO 
Técnico Judiciário 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 5 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 71 de 86 
II. Convite é modalidade de licitação utilizada nas hipóteses de dispensa ou 
inexigibilidade, de acordo com a discricionariedade administrativa. 
III. É dispensável a licitação nos casos de guerra, grave perturbação da ordem ou 
quando houver inviabilidade de competição. 
IV. A licitação será dispensável quando a União tiver que intervir no domínio econômico 
para regular preços ou normalizar o abastecimento. 
V. A licitação tem por objetivo assegurar a observância do princípio constitucional da 
isonomia e selecionar a proposta mais vantajosa para a Administração Pública. 
 
Assinale 
a) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. 
b) se apenas as afirmativas I e V estiverem corretas. 
c) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. 
d) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. 
e) se apenas as afirmativas IV e V estiverem corretas. 
Comentário: 
I. Por força do princípio da moralidade administrativa, a licitação deve ser sigilosa, 
exceto quanto ao conteúdo das propostas. 
Pelo princípio da moralidade a Administração deve manter comportamento lícito, 
além de se basear na moral, nos bons costumes, nas regras de boa 
administração, nos princípios da justiça e de equidade, na ideia comum de 
honestidade. Além disso, em respeito ao princípio da publicidade, a licitação não 
deverá ser sigilosa, com exceção ao conteúdo das propostas, até a respectiva 
abertura. Vale dizer, em regra, os atos e procedimentos realizados ao longo da 
licitação são públicos. Porém, ao conteúdo das propostas dos interessados, é 
assegurado o sigilo até o momento da abertura dos envelopes, quando, então, 
passará a ser público. Esse sigilo é assegurado pelo princípio do sigilo na 
apresentação das propostas ± ERRADA; 
II. Convite é modalidade de licitação utilizada nas hipóteses de dispensa ou 
inexigibilidade, de acordo com a discricionariedade administrativa. 
O convite, como vimos em assertivas anteriores, é uma modalidade de licitação. 
Porém, nos casos de dispensa ou inexigibilidade não ocorre a licitação. Assim, 
a dispensa ocorre quando, apesar de existir a possibilidade de competição, o 
legislador tenha autorizado que a Administração não realize a licitação; a 
inexigibilidade, por outro lado, ocorre quando há inviabilidade jurídica de 
competição entre contratantes ± ERRADA; 
00014611252
00014611252 - Cleiton 
Noções de Direito Administrativo p/ TJ-RO 
Técnico Judiciário 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 5 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 72 de 86 
III. É dispensável a licitação nos casos de guerra, grave perturbação da ordem ou 
quando houver inviabilidade de competição. 
Nos casos de guerra e grave perturbação da ordem, a licitação é dispensável, 
nos termos do art. 24, III, da Lei 8.666/1993. Contudo, na ocorrência de 
inviabilidade de competição, fica caracterizada a inexigibilidade de licitação (art. 
25). Percebe-se, nesse caso, que a questão misturou os dois dispositivos da Lei 
± ERRADA; 
IV. A licitação será dispensável quando a União tiver que