INFECÇÕES DO TRATO RESPIRATÓRIO INFERIOR
14 pág.

INFECÇÕES DO TRATO RESPIRATÓRIO INFERIOR


DisciplinaMicrobiologia20.678 materiais353.166 seguidores
Pré-visualização4 páginas
sistemas cardiovascular e linfático.
A tosse, o sintoma mais evidente da infecção pulmonar, também espalha a infecção pelas bactérias nos aerossóis. O escarro pode se tornar sanguinolento quando os tecidos são lesionados, e algumas vezes os vasos sanguíneos podem se tornar tão erodidos que se rompem, resultando em hemorragia fatal. A infecção disseminada é denominada tuberculose miliar (o nome é derivado dos numerosos tubérculos do tamanho de sementes ou grãos, formados nos tecidos infectados). As defesas restantes do corpo são suplantadas, e o paciente apresenta perda de peso, tosse (frequentemente com escarro sanguinolento \u2013 ocorre pela destruição tecidual, doença cavitária) e uma perda geral de vigor. Antigamente, a TB era conhecida pelo nome comum tísica (fraqueza).
INFECÇÃO ALVEOLAR: as bactérias infectam macrófagos alveolares, os quais iniciam uma resposta inflamatória. Essa resposta induz a produção de citocinas para recrutar mais macrófagos e outras células do SI (CD4 e CD8) que vão confinar essas micobactérias formando GRANULOMAS. Desses granulomas, apenas 10% conseguem proliferar, e outros ficam em estado latente podendo ter um desenvolvimento da micobactérias caso haja um afrouxamento do sistema imunológico. A partir do período de dormência, se houver uma queda do SI, pode desenvolver-se tuberculose pós-primária (ou secundária), atingindo todo trato respiratório inferior, e por via hematogênica, se disseminar granuloma, fibrose, necrose caseosa central, liquefação, cavitação, disseminação hematogênica e linfática.
Reação de Mantoux (tuberculina)
As pessoas infectadas apresentando TB respondem com imunidade mediada por células contra a bactéria. Essa forma de resposta imunológica se desenvolve, em lugar da imunidade humoral, porque o patógeno está localizado principalmente dentro dos macrófagos. Essa imunidade, envolvendo células T sensibilizadas, é a base para o teste cutâneo de tuberculina, um teste de triagem para a infecção. Um teste positivo não indica necessariamente doença ativa. Nesse teste, uma proteína purificada derivada da bactéria da TB, obtida por precipitação de culturas em caldo, é injetada cutaneamente. Se a pessoa injetada foi infectada com TB no passado, as células T sensibilizadas reagem com essas proteínas e ocorre uma reação de hipersensibilidade tardia, em cerca de 48 horas. Essa reação surge como uma induração (endurecimento) e avermelhamento da área em torno do local de injeção. Provavelmente, o teste mais preciso de tuberculina é o teste de Mantoux.
Pneumonia
A pneumonia é um processo infeccioso dos espaços alveolares ou do parênquima pulmonar, com substituição de seu conteúdo aéreo por células inflamatórias e secreções associadas. 
O termo pneumonia se aplica a muitas infecções pulmonares, a maioria das quais causada por bactérias. A pneumonia causada por Streptococcus pneumoniae é a mais comum, cerca de dois terços dos casos, sendo assim referida como pneumonia típica. Pneumonias causadas por outros micro-organismos, que podem incluir fungos, protozoários, vírus, bem como outras bactérias, são denominadas pneumonias atípicas. Essa distinção está se mostrando cada vez menos precisa na prática.
As pneumonias também são denominadas de acordo com a parte do trato respiratório inferior que elas afetam. Por exemplo, se os lobos do pulmão forem afetados, ela é denominada pneumonia lobar; pneumonias causadas por S. pneumoniae geralmente são deste tipo. A broncopneumonia indica que os alvéolos dos pulmões adjacentes aos brônquios estão infectados. Pleurisia frequentemente é uma complicação de várias pneumonias, em que as membranas pleurais tornam-se dolorosamente inflamadas.
Além desses dois tipos de classificação, há ainda a classificação quanto à origem: adquirida nas comunidades (PAC) ou relacionada com a assistência à saúde (IRAS).
PCA \u2013 decorrente de processo respiratório primário (infecção secundária), alcoólatras e mendigos, exposição ocupacional (limpadores de ar condionado), sem fatores predisponentes conhecidos, HIV, DPOC, exposições a animais (veterinários) e viagens. 
IRAS \u2013 bactérias neosseamil, HIV.
Streptococcus pneumoniae
S. pneumoniae é uma bactéria gram-positiva, com arranjos em cocos (diplococos ou cadeia curta), encapsulada, anaeróbia facultatitva, \u3b1-hemolíticas. Esse micróbio também é uma causa comum de otite média, meningite e sepse. Os pares de células são circundados por uma cápsula densa que torna o patógeno resistente à fagocitose.
A pneumonia pneumocócica envolve ambos os brônquios e os alvéolos. Os sintomas incluem febre alta, dificuldade de respirar e dor torácica. (As pneumonias atípicas geralmente possuem um início mais lento e menos febril com dor torácica.) Os pulmões têm um aspecto avermelhado, pois os vasos sanguíneos estão dilatados. Em resposta à infecção, os alvéolos se enchem com algumas hemácias e neutrófilos e líquido dos tecidos circundantes. O escarro frequentemente tem cor de ferrugem pelo sangue proveniente dos pulmões, vindo com a tosse. Os pneumococos podem invadir a corrente sanguínea, a cavidade pleural que circunda o pulmão e, ocasionalmente, as meninges. 
Um diagnóstico presuntivo pode ser feito pelo isolamento do pneumococo da garganta, do escarro e de outros fluidos.
Fatores de virulência:
Fatores de superfície de adesão \u2013 adesinas proteicas de superfície \u2013 permitem a colonização inicial da orofaringe \u2013 adesinas interagem com células epiteliais
Protease IgA secretora sIgA \u2013 impede que a bactéria seja eliminada pelo envolvimento com muco. A IgA secretora prende o patógeno à mucina, se ligando na bactéria no sítio de ligação do antígeno e na região Fc mucina. A protease bacteriana impede essa associação. 
Pneumolisina \u2013 é uma citotoxina, liga-se ao colesterol na membrana das células hospedeiras, produzindo poros. Essa atividade pode destruir as células epiteliais ciliadas e as fagocíticas. Essa citotoxina também degrada a hemoglobina e ativa a via clássica do complemento, resultando na produção de C3a e C5a. Por sua vez citocinas como IL-1 e TNF-\u3b1 são produzidas por leucócitos ativados.
Cápsula \u2013 evasão de fagocitose 
Fosfocolina \u2013 presente na parede celular da bactéria pode se ligar aos receptores para ativação do fator plaquetário, que são expressos nas células endoteliais, leucócitos, plaquetas, células teciduais diversas como pulmonares e meningeais. Devido a essa interação, as bactérias podem penetrar nas células, onde estão protegidas da opsonização e da fagocitose, e passar para áreas isoladas como o sangue e o sistema nervoso. Essa atividade facilita a disseminação da doença.
Produção de Peróxido de Hidrogênio \u2013 pode levar ao dano tecidual causada pelos reativos intermediários de O2.
Acido Teicóico \u2013 fragmentos de PG (são eliminados quando a bactéria se rompe, se depositam na superfície da célula e ativam a via alternativa do sistema complemento). 
CAUSADORES DE PNEUMONIAS ATÍPICAS
Haemophilus influenzae
São bactérias cocobacilo gram negativo, anaeróbias facultativas, capsuladas e não capsuladas e que necessitam do fator X (hemina) e fator V (NAD) para o seu crescimento.
São residentes ocasionais (assintomáticos). O H. influenzae B é o principal sorotipo capsulado, e principal cauda de doenças graves (vacina efetiva).
Pode causar pneumonia atípica
Pacientes em condições como alcoolismo, desnutrição, câncer ou diabetes são especialmente suscetíveis.
Fatores de Virulência:
Adesinas (\ufb01mbriais e não-\ufb01mbriais) responsáveis pela aderência e colonização
 Pili 
Endotoxina - LPS 
 Cápsula (formada por PRP - fosfato se poliribitol - tipo B) \u2013 fator de colonização
Patogenia: causa inflamação dos pulmões, é frequente em idosos com doença pulmonar crônica, exarcebação da bronquite e pneumonia típica. É incomum em adultos e crianças que apresentam função pulmonar normal. 
Staphylococcus aureus
São bactérias esféricas gram-positivas, geralmente dispostas em cachos irregulares semelhantes a cachos de uvas. Crescem rápido em muitos tipos de meio de