AV1 Alfabetização e letramento

@cont-met-e-prat-de-ensino-de-lingua-portuguesa ESTÁCIO EAD

Pré-visualização

Parte superior do formulário
		

		Avaliação On-Line 

	Avaliação:
	AV1.2012.3EAD-MET.PRAT. DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO-CEL0547 

	Disciplina:
	CEL0547 - MET. PRAT. DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 

	Tipo de Avaliação:
	AV1 

	Aluno:
	

	Nota da Prova: 
	
	Nota do Trabalho:      
	Nota da Participação
	Total:  
	



	Prova On-Line 

	
Questão: 1 (189758) 
A partir dos estudos de Piaget, Emília Ferreiro desenvolveu uma pesquisa na qual observou a escrita de crianças. Suas observações são trazidas para o universo da alfabetização sob o nome de Construtivismo. Podemos dizer que NÃO faz parte dos pressupostos teóricos desse tipo de construtivismo:  Pontos da Questão: 0,5 

	Passa-se a considerar o erro como um momento construtivo do processo de aprendizagem. 

	Concebe-se a alfabetização como um processo apoiado em critérios de prontidão ou maturação neurológica. 

	Acredita-se que há uma lógica por parte da criança no que diz respeito ao processo de aquisição da escrita. 

	Muda-se a pergunta de COMO SE ENSINA ? para COMO SE APRENDE? 

	
Questão: 2 (189693) 
Em relação aos métodos utilizados na alfabetização, marque (v) para verdadeiro e (F) para falso.
(  ) Os métodos sintéticos partem das estruturas menores da língua para as estruturas mais complexas.
(  ) Os métodos sintéticos operam com a operação de síntese das palavras a partir de sua compreensão dentro do contexto em que se apresentam.
(   ) Os métodos sintéticos podem ser de silabação e soletração.
Qual a opção que preenche corretamente as lacunas acima? 
  Pontos da Questão: 1 

	
F F V

	
V F V
 


	
V F F

	
V V F

	
Questão: 3 (189697) 
Quando se pensa na forma como a escrita era ensinada na maior parte das escolas na década de 70, é correto afirmar que  Pontos da Questão: 0,5 

	os alunos participariam ativamente do processo de alfabetização, através de interações constantes. 

	o professor teria a preocupação de criar um ambiente alfabetizador, de modo a letrar seus alunos. 

	o professor deveria ensinar o sistema alfabético de escrita (a correspondência fonográfica) e algumas convenções ortográficas do português. 

	os alunos estudariam diversos gêneros: desde o vocabulário adequado a cada um, até os recursos coesivos que lhes são característicos 

	
Questão: 4 (189677) 
Ao elaborar uma teoria que muda o foco da alfabetização para saber como a criança aprende, Emília Ferreiro inaugurou uma nova concepção sobre o erro na construção da escrita. Marque a resposta cuja intervenção na professora NÃO corresponde à teoria de Ferreiro.
  Pontos da Questão: 1 

	
Mônica pede para todas as crianças copiarem 5 vezes no caderno de caligrafia todas as palavras assinaladas de caneta vermelha no ditado entregue por ela. O objetivo é tornar as palavras mais familiares para as crianças.
 


	
Mônica percebe que João já sofisticou a sua escrita para a palavra cidade, pois no início da semana, ele escreveu em todos os cartões postais que enviou da seguinte forma: SDAE. Na sexta-feira, ao ler um cartão postal, percebeu que a grafia convencional é CIDADE e passou a escrever CIDADE.

	
Mônica pede para seus alunos, individualmente, observarem todas as palavras que foram encontradas circuladas no ditado e refletirem o porquê do destaque. Será que há outra forma de escrita para a palavra?
 

	
Mônica conversa particularmente com Pedro e questiona porque escreveu a palavra boneca utilizando apenas as letras BNC. Compara com o nome da coleguinha na chamada que se chama BELINA e pede par Pedro ler o nome da amiga e perceber o que falta em sua escrita da palavra boneca.
 

	
Questão: 5 (200144) 
A Atividade: “ Livro Viajante”, descrita abaixo, foi oferecida pela Professora Mariana a sua turma de Educação Infantil, formada por crianças de 4 e 5 anos. 
Estímulo: 

Apresentar aos alunos o conceito de “Livro Viajante”: perguntar o que eles acham que é um livro viajante? Qual a diferença de um livro viajante para os outros livros? Dizer que o livro vai passear pela casa de cada um deles. 
Desenvolvimento: 

Apresentar o livro que será usado no projeto: Mostrar a capa, dizer o título, apresentar o personagem principal, os personagens secundários e o tema. Ler a história, mostrando as figuras e motivando os alunos a comentarem livremente sobre o que está sendo lido. 
Entregar o livro ao primeiro aluno da lista, deixando clara a data em que o livro deve ser trazido de volta e entregue ao próximo colega. 
Fechamento: Após o término da viagem do livro pelas casas dos alunos, recapitular a história deixando que os alunos contem e comentem em sala de aula. 
Esta atividade permite os comentários a seguir: 

I. Preparar para aprender a ler é despertar o desejo, a vontade de ler. As estórias têm um papel importantíssimo na educação da criança: elas alimentam a imaginação,,melhoram a expressão verbal, criam amor pelas palavras e pelos livros. 
II. Propor resumos orais de uma estória, ensinando a destacar aquilo que consideramos mais importante é uma boa sugestão didática para desenvolver a competência textual e a expressão oral, imprescindíveis ao letramento. 
III. Fazer uso da leitura e da escrita é também organizar a linguagem na oralidade, no pensamento, fazendo uso das letras. No universo infantil a criança, sem ser alfabetizada, finge que lê um livro, vai com o dedo na linha, e faz as entonações de narração da leitura. 
Concluímos, por nossos estudos que: 
  Pontos da Questão: 1 

	A opção III é falsa 

	As opções II e III são verdadeiras 

	A opção I é verdadeira e as demais são falsas 

	Todas as opções são verdadeiras 


	Somente a opção II é verdadeira 

	
Questão: 6 (200480) 
Das frases abaixo, qual concebe a leitura como uma interação entre subjetividades? Marque a resposta correta. 
  Pontos da Questão: 1 

	 ¿ Ler é descobrir na grafia dos signos uma sequência ordenada de sons¿. Émile Genouvier. 


	 ¿ Designa-se por leitura o ato ou habilidade de reagir por meio de certos sons ao estímulo visual do sistema de símbolos alfabéticos¿. Rafael Grisi 

	 ¿ Ler significa, estando-se diante de um signo escrito, encontrar a sua sonorização¿. Borel ¿Masonny. 

	¿Ler não é (....) um ato solitário, é interação verbal entre indivíduos e indivíduos totalmente determinados¿. Magda Becker Soares. 


	¿Ler é ser capaz de transformar uma mensagem escrita numa mensagem sonora segundo certas leis precisas. Gaston Mialaret. 

	
Questão: 7 (189723) 
Anete é professora da escola de educação infantil: Peixinho Dourado e em seu planejamento precisava conceituar leitura antes de descrever uma atividade para as crianças de 5 anos.
Ela descreveu a leitura como uma decodificação ou decifração dos sinais gráficos em fonemas e citou como material didático privilegiado as cartilhas para operacionalizar a apresentação das dificuldades ortográficas em uma ordem crescente para as crianças. 
 
Em sua prática, qual a concepção de alfabetização que está subjacente? Marque a resposta correta.
  Pontos da Questão: 1 

	
Construtivista porque a criança constrói o significado dos textos a medida que vai lendo cada vez palavras mais sofisticadas.

	
Letramento na medida em que as crianças precisam decodificar para depois compreender o texto.
 

	
Empirista, pois a leitura é treinada e não tem relação com o contexto sócio-cultural da criança.
 


	
Letramento, pois é uma leitura de textos significativos para as crianças.
 

	
Questão: 8 (189703) 
A concepção filosófica empirista foi representada fortemente por John Locke (1632-1704) que defendia a experiência e os sentidos como elementos a serem valorizados para o alcance do conhecimento. Qual das alternativas abaixo está INCORRETA no que se refere às ideias defendidas pelo empirismo que serviram de base para a alfabetização?  Pontos da Questão: 0,5 

	A criança executa exercícios psicomotores que objetivam prepará-la para desenvolver a coordenação motora fina, a discriminação da esquerda