AULA   MATERIAIS DE MOLDAGEM
27 pág.

AULA MATERIAIS DE MOLDAGEM


DisciplinaProcessos de Moldagem6 materiais92 seguidores
Pré-visualização1 página
MATERIAIS DE MOLDAGEM
Prof. Lucas Scudeler F. de Oliveira
lucas.protese@hotmail.com
MATERIAIS DE MOLDAGEM
Tipos de materiais
Características desejáveis dos materiais de moldagem
Finalidade da moldagem
Técnica de moldagem
Moldeira, moldagem, molde e modelo 
MATERIAIS DE MOLDAGEM
ELÁSTICOS
ANELÁSTICOS
Hidrocolóide irreversível
Elastômeros
Pasta zincoenólica (ZOE)
Gesso
Godiva
REAÇÃO DE PRESA
QUÍMICA
FÍSICA
Elastômeros
Hidrocolóide irreversível (alginato)
Godiva
Hidrocolóide reversível
ELASTÔMEROS Borracha
\u201cFormados por grandes moléculas ou polímeros unidos por ligação cruzada\u201d
POLISSUFETO OU MERCAPTANA (reação por condensação 1950)
POLIÉTER (reação por adição 1965) 
SILICONE (reação por condensação 1955 e por adição 1975) 
ELASTÔMEROS - Indicações:
Moldagem para confecção de próteses em geral
Moldagem para confecção de aparelhos ortodônticos
Moldagem para confecção de protetores bucais
Registro oclusal
ELASTÔMEROS - Classificação:
Esta classificação leva em consideração a VISCOSIDADE, que é a propriedade que controla a característica de ESCOAMENTO
Especificação nº19 - ADA
CLASSIFICAÇÃO DOS ELASTÔMEROS SEGUNDO A ESPECIFICAÇÃO Nº 19 DA ADA
VISCOSIDADE
APRESENTAÇÃO
ESCOAMENTO (mm)
UTILIZAÇÃO
Muito alta
Massa
13 - 20
Moldeira estoque
Alta (pesada)
Pasta
20 - 32
Moldeira individual
Média (regular)
Pasta
30 - 40
Moldeira individual
Baixa (leve)
Pasta
36 - 55
Seringa
POLISSULFETO ou MERCAPTANAS
Reação de (condensação) polimerização exotérmica, liberando como subproduto, água.
Pasta-base
Pasta catalizadora
Polímero (muitos segmentos ou moléculas) depolissulfeto
Dióxido de chumbo (cor marrom)
Sulfato de zinco, sílica ou dióxido de titânio (resistência)
Dióxido de titânio (agente de carga)
Dibutilftalato(viscosidade)
Dibutilftalato
Enxofre 0,5% (melhorar a reação )
Ácido oleico ou esteárico (retardadores)
Polissulfeto ou Mercaptana
Espatulação em placa de vidro ou papel impermeável com auxílio de espátula metálica até obter cor homogênea entre 30\u201345s
Moldeira individual, adesivo e camada delgada de material
Aumento da temperatura e/ou umidade (apesar de ser hidrofóbico), aceleram a presa do polissulfeto 
Guardar o material bem fechado e em geladeira
Estão entre os materiais de moldagem mais rígidos
Apresenta excelente resistência ao rasgamento (mas pode distorcer ao invés disso...)
É extremamente biocompatível
O molde deve ser removido da boca de maneira rápida e o molde vazado o mais rápido possível (até 30min.). É indicado aplicação de antibolhas. Pode vazar repetidas vezes 
Desinfecção do molde: imersão hipoclorito sódio a 1% durante 10min. 
POLIÉTER 
Primeiro elastômero desenvolvido exclusivamente para moldagens (Alemanha 1965)
Material de moldagem bastante rígido
Apresenta excelente resistência ao rasgamento
Apresenta excelente estabilidade dimensional
O molde pode ser vazado após minutos, horas ou dias. Várias vezes. Desinfecção com hipoclorito a 1%
O molde deve ser armazenado em ambiente seco e fresco para manter a precisão pois caso contrário, pode ocorrer absorção de água (são hidrofílicos...)
É o material menos biocompatível dentre os demais materiais de moldagem
O tempo de trabalho pode ser aumentado utilizando um retardador fornecido pelo fabricante 
POLIÉTER
SILICONE DE CONDENSAÇÃO
Forma álcool etílico, água e amônia como subproduto da reação química de polimerização, isso contribui com a contração do material
Grande variedade de cores (rosa, azul, verde, roxo)
Composição do silicone de condensação
Pasta ou massa-base
Pasta ou líquido catalizador
Polímero dehidroxipolidimetilsiloxano
Silicatoalquílico(tetraetilortosilicato),Octoatode estanho
Sílica coloidal ou micropartículas de óxidos metálicos
Agente de carga ou diluente
Corantes e aromatizantes
Corantes e aromatizantes
Silicone de condensação
MANIPULAÇÃO
Silicone de condensação
MOLDAGEM
SILICONE DE CONDENSAÇÃO
É mais elásticos do que o polissulfetos (facilmente removidos de áreas retentivas sem distorção)
É biocompatível (biologicamente inerte) 
São indicadas as moldeiras de estoque para este material
Desinfecção por imersão em hipoclorito a 1% (10-15min.)
Apresenta baixa resistência ao rasgamento. Remoção rápida do molde da boca
Apresenta baixa estabilidade dimensional pois contrai excessivamente durante a polimerização
Vazamento deve ser imediato ou no máximo em até 30min. Indicado utilizar antibolhas
Tempo de vida (validade) limitado pela oxidação do estanho presente no catalizador 
SILICONE DE CONDENSAÇÃO
SILICONE DE ADIÇÃO
SILICONE DE ADIÇÃO
composição:
Pasta ou massa-base
Pasta ou massa catalizadora
Polimetil-hidrogenosiloxano
Divinilpolidimetilsiloxano, ácidocloroplatínicoou sal de platina
Sílica coloidal
Sílica coloidal
Corantes e aromatizantes
Corantes e aromatizantes
SILICONE DE ADIÇÃO
manipulação
SILICONE DE ADIÇÃO
As luvas de látex podem influenciar negativamente na cura do material durante a manipulação pela contaminação por enxofre
É necessário utilização de adesivo para a moldeira 
É hidrofóbico, portanto é indicado um redutor de tensão
Apresentam a melhor elasticidade entre os elastômeros
Excelente estabilidade dimensional, pois não gera subproduto. Pode vazar várias vezes
São altamente biocompatíveis 
Tempo de vida longo se armazenado em ambiente seco e refrigerado
Desinfecção em hipoclorito a 1%. Imersão 10-15min.
Não precisa ser vazado imediatamente 
SILICONE DE ADIÇÃO
Técnicas de moldagem
Moldagem simples com transferência
Moldagem simultânea ou dupla espatulação
Técnica do reembasamento (dupla impressão ou dupla moldagem)
BOA TARDE,
AGORA É ESTUDAR!!!
Aluíso
Aluíso fez um comentário
MATERIAL MUITO BOM
0 aprovações
Carregar mais