A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
Simulado de CARDIO   MUITAS QUESTÕES

Pré-visualização | Página 8 de 9

a alternativa CORRETA: 
		
	
	O sistema Purkije é responsável pela ativação atrial (sístole atrial)
	
	A pós-carga refere-se à tensão sistólica intraventricular durante a ejeção
	
	A valva tricúspide regula o fluxo sanguineo entre átrio e ventrículo esquerdo
	
	A geração e condução do estímulo elétrico inicia no nó A-V, localizado no ventrículo direito
	
	As artérias coronárias originam-se na artéria pulmonar
		
	
	1a Questão (Ref.: 201202268885)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	As atividades físicas realizadas por pacientes com IAM e revascularizados no pós-operatório (fase I de reabilitação cardíaca), consistem em exercícios de baixo gasto metabólico (MET) e devem ser iniciados assim que ocorrer a compensação do quadro clínico do paciente. Portanto, a realização de exercícios de forma precoce, reduz o tempo de internação e as complicações relacionadas ao período prolongado no leito. Levando em consideração as afirmações acima, marque a opção INCORRETA. 
		
	
	Os exercícios realizados nesta fase geralmente demandam um gasto energético de até 5 METS.
	
	Na fase I de reabilitação cardíaca devemos priorizar os exercícios isométricos e isodinâmicos, pois preparam o paciente para as atividades da vida diária.
	
	Os exercícios mais utilizados são a caminhada e os alongamentos e devem ser iniciados somente após o sétimo dia de internação.
	
	As informações pertinentes a redução de fatores de risco coronariano tal como a importância da realização de atividade física devem ser enfatizadas pelo fisioterapeuta somente na fase dois de reabilitação cardíaca.
	
	Deve-se ter cuidado ao iniciar a caminhada, pois o paciente pode sofrer hipotensão ortostática e taquicardia reflexa o que pode ocasionar quedas.
		
	3a Questão (Ref.: 201202256563)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	          Infarto agudo do miocárdio (IAM) ou enfarte agudo do miocárdio (EAM) é um processo de necrose (morte do tecido) de parte do músculo cardíaco por falta de aporte adequado de nutrientes e oxigênio. O diagnóstico definitivo de um infarto depende da demonstração da morte celular. Este diagnóstico é feito de maneira indireta, por:
		
	
	história típica de dor precordial, por alterações em um eletrocardiograma e por alterações (elevações) de enzimas no sangue. 
	
	história de dor precordial instável, somente. 
	
	presença de bradicardia, hipertensão e ausculta pulmonar com estertores. 
	
	fraqueza muscular generalizada, somente. 
	
	história de dor precordial estável com alterações no ecocardiograma. 
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201201927876)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Os maiores índices de morte súbita pós-infarto agudo do miocárdio se devem por ocorrer Fibrilação Ventricular. Como pode ser diagnosticado essa complicação no Eletrocardiograma: 
		
	
	Ausência definida de complexo QRS com traçado anárquico e taquicárdico; 
	
	Traçado R-R regular e ausência de onda T; 
	
	Traçado R-R irregular e presença ou não de onda P; 
	
	Ausência de atividade elétrica no traçado; 
	
	Traçado R-R irregular e onda P presente em formato de serra; 
	
	 5a Questão (Ref.: 201202276301)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	Paciente, JSB, 60 anos, realizou um Ecocardiograma que detectou um volume sistólico de 40ml e FC de 80 batimentos por minuto. Marque a alternativa mostra corretamente o Débito Cardíaco do paciente:
		
	
	3,2 L
	
	3,6 L
	
	2,2 L
	
	4,6 L
	
	4,2 L
	 4a Questão (Ref.: 201201396483)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	Um indivíduo do sexo masculino, 24 anos, negro, solteiro, com história de tosse, dispnéia e emagrecimento de cerca de 10 kg nas últimas semanas. Há cerca de seis meses já vinha apresentando, cansaço aos esforços habituais. Antecedentes: tabagismo; etilismo; usuário de drogas (cocaína). Há 20 dias, com piora do quadro respiratório, procurou serviço de pronto atendimento, onde foi diagnosticado com pneumonia e tratado com amoxicilina. Nessa ocasião, fugiu do hospital e permaneceu em casa, sem atividade física devido à fraqueza. A não melhora o fez retornar ao serviço de pronto atendimento para investigação do quadro¿. Assinale a(s) opção(oes) correta(s): 
		
	
	A insuficiência cardíaca não deve ser considerado no diagnóstico diferencial
	
	A causa mais evidente da fraqueza apresentada pelo paciente é a falta de atividade física 
	
	A dispnéia poderia de ser origem cardíaca e não pulmonar
	
	A melhor intervenção seria indicar a fisioterapia respiratória domiciliar para este paciente já que não melhorou com a antibioticoterapia 
	
	Pode-se afirmar que o problema é mesmo de origem pulmonar pois o paciente tem história tabagismo e apresenta tosse.
	
	 5a Questão (Ref.: 201201364350)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	A ventilação não invasiva promove na insuficiência cardíaca efeitos clínicos, efeitos sobre o exercício e efeitos sobre os músculos respiratórios. Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere a esses efeitos.
		
	
	O CPAP traz benefícios para pacientes com IC sistólica por reduzir a pré e a pós-carga. Entretanto, em pacientes com disfunção diastólica, os efeitos da pressão positiva comprometem o retorno venoso e reduzem o volume diastólico final do VE, comprometendo o débito cardíaco. 
	
	Melhora significativa da dispneia e do grau de congestão pulmonar e sistêmica.
	
	Aumento significativo da duração do exercício e diminuição da resposta do debito cardíaco durante o exercício, melhorando a performance.
	
	Melhora da capacidade aeróbica.
	
	Melhora da força inspiratória como de resistência à fadiga dos músculos respiratórios.
	2a Questão (Ref.: 201201856090)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	A hipotermia é um procedimento usado na cirurgia cardiaca. Há possibilidade de causar: 
		
	
	isquemia do miocárdio 
	
	hipersecreção pulmonar 
	
	broncoespasmo 
	
	lesão do nervo frênico 
	
	derrame pleural
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201201365103)
	Pontos: 0,0  / 0,1 
	As arritmias cardíacas são distúrbios ocasionados por alterações na formação e/ou condução do impulso elétrico através do tecido do miocárdio, podendo, assim, modificar a origem e/ou a difusão fisiológica do estimulo elétrico do coração. Sobre arritmias cardíacas, assinale a opção correta
		
	
	Ritmo sinusal é o ritmo fisiológico do coração, que se origina no átrio direito, e, por isso, é visualizado no ECG de superfície pela presença de ondas P.
	
	A principal alteração eletrocardiográfica do infarto agudo do miocárdio é o alargamento do complexo QRS e supradesnivelamento do segmento ST.
	
	Na arritmia sinusal, existe uma variação na freqüência do ritmo sinusal e sem a presença de ondas P
	
	A fibrilação atrial, eletrocardiograficamente, caracteriza-se por ondas bizarras, caóticas, de amplitude e freqüência variáveis.
	
	Fibrilação ventricular trata-se de ritmo secundário à ausência de atividade elétrica atrial organizada
	 2a Questão (Ref.: 200802159727)
	Pontos: 0,1  / 0,1 
	            A caracterização da síndrome anginosa é, por excelência, baseada em dados de história, que deve ser minuciosa, pois é nela que essencialmente se apoia o diagnóstico. Devem ser exploradas as características clássicas da dor: localização, caráter, relação com o exercício, duração e fatores de alívio.
Com relação a angina estável, pode-se afirmar:
I.                    Um quadro anginoso é considerado estável se vem ocorrendo por várias semanas sem evoluir para um evento coronariano agudo.
II.                  As crises de angina estável aparecem tipicamente em condições onde é imposto um maior consumo de oxigênio ao miocardio em um paciente com mais de 70% de obstrução da luz de uma ou mais artérias coronárias.
III.                A prática regular do exercício físico não contribui significativamente

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.