A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
46 pág.
Apostila de Fisica Experimental I

Pré-visualização | Página 5 de 8

0,105 
0,123 
0,141 
0,158 
0,176 
 
0,194 
0,213 
0,231 
0,249 
0,268 
 
0,287 
0,306 
0,325 
0,344 
0,364 
 
0,384 
0,404 
0,424 
0,445 
0,466 
 
0,488 
0,510 
0,532 
0,554 
0,577 
 
0,601 
0,625 
0,649 
0,675 
0,700 
 
0,727 
0,754 
0,781 
0,810 
0,839 
 
 
46o 
47o 
48o 
49o 
50o 
 
51o 
52o 
53o 
54o 
55o 
 
56o 
57o 
58o 
59o 
60o 
 
61o 
62o 
63o 
64o 
65o 
 
66o 
67o 
68o 
69o 
70o 
 
71o 
72o 
73o 
74o 
75o 
 
76o 
77o 
78o 
79o 
80o 
 
81o 
82o 
83o 
84o 
85o 
 
 
0,719 
0,731 
0,743 
0,755 
0,766 
 
0,777 
0,788 
0,799 
0,809 
0,819 
 
0,829 
0,839 
0,848 
0,857 
0,866 
 
0,875 
0,883 
0,891 
0,899 
0,906 
 
0,914 
0,921 
0,927 
0,934 
0,940 
 
0,946 
0,951 
0,956 
0,961 
0,966 
 
0,970 
0,974 
0,978 
0,982 
0,985 
 
0,988 
0,990 
0,993 
0,995 
0,996 
 
 
0,695 
0,682 
0,669 
0,656 
0,643 
 
0,629 
0,616 
0,602 
0,588 
0,574 
 
0,559 
0,545 
0,530 
0,515 
0,500 
 
0,485 
0,469 
0,454 
0,438 
0,423 
 
0,407 
0,391 
0,375 
0,358 
0,342 
 
0,326 
0,309 
0,292 
0,276 
0,259 
 
0, 242 
0,225 
0,208 
0,191 
0,174 
 
0,156 
0,139 
0,122 
0,105 
0,087 
 
 
1,036 
1,072 
1,111 
1,150 
1,192 
 
1,235 
1,280 
1,327 
1,376 
1,428 
 
1,483 
1,540 
1,600 
1,664 
1,732 
 
1,804 
1,881 
1,963 
2,050 
2,145 
 
2,246 
2,356 
2,475 
2,605 
2,747 
 
2,904 
3,078 
3,271 
3,487 
3,732 
 
4,011 
4,332 
4,705 
5,145 
5,671 
 
6,314 
7,115 
8,144 
9,514 
11,430 
 
 
T0049Apost./2000.1/N 24 
41o 
42o 
43o 
44o 
45o 
0,656 
0,669 
0,682 
0,695 
0,707 
0,755 
0,743 
0,731 
0,719 
0,707 
0,869 
0,900 
0,933 
0,966 
1,000 
86o 
87o 
88o 
89o 
 
0,998 
0,999 
0,999 
1,000 
 
0,070 
0,052 
0,035 
0,017 
14,301 
19,081 
28,636 
57,290 
 
 
 
 
T0049Apost./2000.1/N 25 
EXPERIÊNCIA No 1 
 
 
 
PAQUÍMETRO 
 
 
1. OBJETIVO: Uso do PAQUÍMETRO nas medições precisas de comprimento, 
profundidades e diâmetros. 
 
 
2. INTRODUÇÃO TEÓRICA: 
 
 
DESCRIÇÃO DO PAQUÍMETRO 
 
O paquímetro é um instrumento de alta precisão, que pode ser utilizado nas 
medidas de: comprimento, espessuras de lâminas, diâmetro interno e externo de tubos, 
diâmetros de fios, profundidade de cavidades e etc... 
O paquímetro é formado por uma régua metálica com duas escalas principais: 
uma na parte inferior em milímetros e outra em polegadas na parte superior da régua. O 
paquímetro também possui um CURSOR que desliza suavemente ao longo da régua 
metálica. 
Impresso no cursor, existem duas escalas, chamadas NÔNIOS: uma na parte 
inferior do cursor, para leituras de frações de milímetros e outra na parte superior para 
leituras de frações de polegadas. Também fixo no cursor (deslocando-se com o mesmo), 
existe uma haste, empregada nas medições de profundidades. A figura retrata um 
paquímetro com todos os detalhes. 
 
 
 
 
 
 
T0049Apost./2000.1/N 21 21 
 Freqüentemente, o mecânico necessita medir com grande 
rigor ou precisão. Se for exigida uma aproximação de medida da 
ordem de 1/10 de milímetro, o instrumento que deve usar na 
medição é o Paquímetro, também chamado Calibre Vernier ou 
Calibre de Cursor. 
 A aproximação da medida se obtém por meio de uma graduação 
especial, o Vernier, gravada numa peça móvel, O Cursor. Há diferentes 
tipos de vernier, para milímetro e para polegada, conforme a 
aproximação da medida. 
PAQUÍMETRO 
Paquímetro é um instrumento de medida de precisão (fig. 1), feito geralmente de aço inoxidável. 
 
 
COMO SE MEDE COM O PAQUÍMETRO 
 A fig. 1 - 2 mostra um exemplo do uso mais freqüente do 
paquímetro, indicando como segurar a peça e o instrumento. A 
pressão do dedo polegar contra o impulsor deve ser suave, para 
que o encosto móvel dê contacto com a peça, sem ficar forçado. 
 LEITURA 
 Lêem-se, na escala, os milímetros, até antes do “zero” do vernier 
(na fig. 1: 19mm). Depois, contam-se os traços do vernier, até o que 
coincide com um traço da escala (na fig. 1: 6o traço). Exemplo da 
leitura na fig. 1: 19,6mm. 
INCH (palavra inglesa, significa POLEGADA) Medida interna 
Orelha Orelha 
 Fixador 
Cursor 
Escala Haste 
 Haste de 
profundidade 
 Medida de 
profundidade Escala 
 Impulsor 
 Cursor 19,6mm 
Vernier (mm) 
 Encosto fixo 
Encosto 
móvel 
 Bico fixo 
Bico móvel Medida 
externa Fig. 1 - 1 
Paquímetro com vernier de 1/10mm 
 (Desenho em tamanho natural) 
Fig. 1 - 2 
 0 4 8 1_ 
 128 
 0 1 2 3 4 5 6 7 
 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 
 0 10 
 
 8_ mm 
10 
 INCH 
Vernier(pol
) 
 INCH 
 
21 
 
 
 
 
USO DO NÔNIO 
 
O NÔNIO consiste numa pequena régua graduada, móvel ao longo de uma 
escala, chamada PRINCIPAL, e é empregado nas medições que envolvem frações da 
unidade da escala principal. Na figura 2, vê-se uma escala principal em “mm” e um 
nônio que pode medir frações de mm. O comprimento total do nônio, medido na escala 
principal é de 9mm. Como na figura o nônio está dividido em 10 partes, cada parte vale: 
 
9
10
0 9
mm
mm= , 
 
 
 
 
 
Fig. 2 
 
 
Com o zero do nônio coincidindo com o zero da escala principal, vê-se que a 
distância entre o traço vertical indicado por “1” na escala principal e o traço indicado por 
“1” no nônio é de: 
 
(1 - 0,9) mm = 0,1mm 
 
Já a distância entre o traço “2” da escala principal e o traço “2” do nônio é de: 
 
(2 - 2 x 0,9)mm = (2 - 1,8)mm 
 = 0,2mm 
 = 2 x 0,1mm 
 
Na figura 3, fizemos o traço “3” do nônio coincidir com o traço “3” da escala 
principal. Então a distância entre o traço zero da escala principal e o traço zero do nônio, 
é de: 
 
3 x 0,1mm = 0,3mm 
 
ESCALA PRINCIPAL (mm) 
 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 
 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 
NÔNIO 
 
 
T0049Apost./2000.1/N 23 
 
 
 
 Fig. 3 
 
Note que, no caso do nônio das figuras 2 e 3, a diferença entre cada parte da 
escala principal e cada parte do nônio, é de 
 
0,1mm 
 
essa diferença entre as partes é o menor comprimento mensurável pelo paquímetro das 
figuras 2 e 3, e constitui portanto sua PRECISÃO. 
Colocado em termos de equação, tem-se que: 
 
PRECISÃO DO PAQUÍMETRO (menor valor mensurável) = (UMA PARTE DA ESCALA 
PRINCIPAL) - (UMA PARTE DO NÔNIO) 
 
Fazendo: P = Precisão 
C = Comprimento do nônio 
n = Número de divisões do nônio 
N = Valor de cada parte do nônio 
 
Teremos: 
 
 P mm N P mm
C
n
= - = -1 1 
 
 
 
Medição de uma peça, utilizando uma escala principal em mm e um nônio do 
tipo da fig. 2 (cada parte valendo 0,9mm). A diferença entre as partes (da escala 
principal e do nônio) é igual a 0,1mm. Na figura 4, a peça está entre o zero da escala 
principal e o zero