TRAB. MAPA TOP. doc 2003
10 pág.

TRAB. MAPA TOP. doc 2003


DisciplinaIntrodução A Mineração904 materiais1.687 seguidores
Pré-visualização2 páginas
mapas topográficos são ferramentas valiosas para quem faz trilha e 
acampa. Você pode planejar um passeio inteiro com a ajuda de um mapa 
topográfico \u2013 e as chances de acontecerem surpresas desagradáveis 
diminuirão bastante. O seu mapa pode te dizer muita coisa \u2013 detalhes sobre a 
elevação do local, a melhor maneira de subir uma montanha ou como orientar-
se usando marcos. (figura 06) 
 
 
 
2.3 Curvas de Níveis 
 As curvas de nível são linhas que unem pontos de igual altitude. A partir 
delas podemos fazer uma interpretação do relevo. Podemos marcar os topos 
das principais elevações, marcar os fundos de vale, verificar se as vertentes 
são íngremes ou suaves, e até, inferir sobre a forma das vertentes. mas o 
pormenor do mapa topográfico não é suficiente para nos dar todos os 
pormenores e aspectos do relevo. tal pode ser visto na figura em cima. Alguns 
aspectos, como pequenas escarpas ou relevos de dureza (elevações que 
surgem devido à erosão diferencial e que se constituem por pequenas 
elevações) e a forma de pormeno dos vales, poderão não ser possveis de 
verificação a partir de uma mapa topográfico. Um estudo mais pormenorizado 
do relevo implica mapas de escala maior e muito trabalho de campo. As curvas 
de nível são equidistantes, isto é, são sempre separadas pela mesma distância 
vertical (desnível). Nas cartas de 1:100 000 esta eqüidistância é de 50 metros. 
Em cada grupo de 5 curvas de nível uma recebe o valor da altitude. Não 
confunda altitude com altura. A altitude é sempre contada a partir do nível do 
mar, enquanto a altura pode começar a ser contada de onde você quiser. 
Características das curvas de nível 
\u2022 Duas curvas jamais se cruzam 
\u2022 Duas curvas não podem se encontrar e continuar numa só. Neste caso 
elas estariam superpostas e para isso acontecer, deveria haver um 
plano vertical, o que não ocorre na natureza. 
\u2022 Quando as curvas de nível estão muito afastadas uma das outras 
significa que o terreno é levemente inclinado. Quando as curvas estão 
muito próximas uma das outras, significa que o terreno é fortemente 
inclinado. 
\u2022 Uma curva de nível não pode desaparecer repentinamente. 
\u2022 Curvas de nível tendem a ter um certo paralelismo. 
\u2022 Curvas de nível cruzam cursos da água. (figura 05) 
 
 
 
 
 
 
 
2.4 Perfil dos mapas topgráficos 
 A topografia se limita a descrição de áreas restritas da superficie da terra 
(área descrita por um raio de 25 a 30 km onde o erro devido a curvatura da 
terra é muito pequeno). A topografia tem por finalidade representar 
graficamente, através de projeção ortogonal cotada, uma porção limitada da 
superficie da terra. 
 
 
2.4.1 Planimetria 
 A Planimetria é a parte da Topografia que estuda os métodos e 
procedimentos que serão utilizados na representação do terreno. Adotando-se 
uma escala adequada, todos os pontos de interesse são projetados 
ortogonalmente sobre um plano (plano horizontal de referência), sem a 
preocupação com o relevo. 
 A medida entre dois pontos, em topografia, corresponde à medida da 
distância horizontal entre esses dois pontos, mesmo que o terreno seja 
inclinado. Nos levantamento Planimétricos são medidas as grandezas lineares 
e angulares, sendo que estas últimas tomam como referências a linha N-S 
magnéticas. 
 Um alinhamento topográfico é um segmento de reta materializado por dois 
pontos nos seus extremos. Tem extensão, sentido e orientação Por exemplo: 
Orientação: 45°; Sentido: de A para B. Extensão: x metros 
Rumo é o menor ângulo formado entre a linha Norte-Sul e o alinhamento em 
questão. O Rumo varia de 0º a 90º e necessita a indicação do quadrante em 
que se encontra o alinhamento. 
Azimute é o ângulo formado entre o Norte e o alinhamento em questão. É 
medido a partir do Norte, no sentido horário, podendo variar de 0º a 360º. As 
agulhas imantadas colocadas em bússolas fornecem os azimutes magnéticos; 
para transformá-los em verdadeiros é necessário que se conheça a declinação 
magnética local e fazer a transformação adequada. A declinação magnética 
pode variar em função dos fatores tempo e lugar. Sabendo-se disto, quando se 
vai utilizar azimutes magnéticos de antigos levantamentos, devem-se reajustar 
os seus valores para a época atual. Procedimento idêntico deve ser tomado 
para trabalhos em regiões diferentes. 
 
 
Deflexão é o ângulo formado entre o prolongamento do alinhamento anterior e 
o alinhamento que segue. Varia de 0° a 180° e necessita da indicação da 
direita ou da esquerda. 
 
 
2.4.2 Altimetria 
 A Altimetria ou Nivelamento é parte da Topografia que estuda os métodos 
e procedimentos que levam a representação do relevo, cálculo das alturas 
(cotas ou altitudes) dos pontos de interesse e representá-los em planta 
mediante uma convenção altimétrica adequada. Essa representação é feita 
pelas Curvas de Nível e pelos Pontos Cotados. 
 Tem por finalidade a medida da diferença de nível entre dois ou mais 
pontos no terreno 
Através da altimetria pode-se estudar o relevo do terreno. 
Referência de nível 
Qualquer medida realizada deve ser referenciada a uma superficie de 
comparação, no caso denominada referência de nível (RN) 
Esta referência pode ser uma superficie qualquer ou o nível do mar. 
Altitude ou cota 
Quando a diferença de nível é referida a uma superficie qualquer recebe o 
nome de cota. 
Quando a diferença de nível é referida a superficie do mar recebe o nome de 
altitude. 
Nível aparente e nível real (verdadeiro) 
Quando a referência de nível é uma superficie qualquer temos nível aparente. 
Quando a referência de nível é o mar temos o nível real ou verdadeiro. Nível 
real (verdadeiro) 
Obtido através da diferença de pressão atmosférica aparelhos - barômetro 
aneróides (altímetro) - não são usados em topografia pois suas graduações 
mínimas são de 10 metros. 
 
 
 
 
 
 
3. Conclusão 
Em vista do que foi estudado os mapas topográficos são muitos importantes 
para estabelecer um conhecimento amplo nas diversas áreas. Desta forma é 
de suma importancia saber interpretar qualquer tipo de mapa topográfico, 
observando todas as suas características, dentre elas curva de nível, 
planimetria e altimetria. Reforçando ainda, todo Técnico Agrícola e de 
Mineração deve ter noções básicas sobre Topografia. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. Referências Bibliográficas 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mapa (Wikipédia-mapa, a enciclopédia livre). 
(http://www.hezolinem.com/) AELEZI TEODOLINI. 
(www.ciencia.hsw.uol.com.br) How Stuff Works. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. Anexos 
 
 
(figura 01) Mapa topográfico. (figura 02) Linhas, cores e símbolos. 
 
 
(figura 03) linhas de contorno. (Figura 04) 
Escala. 
(figura 05) Curvas de Níveis. (figura 06) Importância dos mapas 
topográficos.