Aula 03
49 pág.

Aula 03


DisciplinaDireito Administrativo I38.736 materiais879.619 seguidores
Pré-visualização15 páginas
de Ministro do Supremo Tribunal 
Federal; da carreira diplomática; de oficial das Forças Armadas; e de Ministro 
de Estado da Defesa. Logo, não consta neste rol o cargo de presidente de 
sociedade de economia mista ± ERRADA; 
e) as SEMs, no desempenho de suas atividades meio, precisam realizar 
licitações. Ademais, a Lei 8.666/1993 ± Lei de Licitações e Contratos, traz em seu 
artigo 1º o seguinte texto: 
Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos órgãos da administração 
direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações públicas, as 
empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais 
entidades controladas direta ou indiretamente pela União, Estados, Distrito 
Federal e Municípios. 
Dessa forma, errada também essa alternativa. 
Gabarito: alternativa C. 
37. (FGV ± Analista Técnico Administrativo/SUDENE-PE/2013) As entidades da 
administração pública podem ser criadas e subordinadas ao regime jurídico de direito 
público ou ao regime jurídico de direito privado. No entanto mesmo quando sujeitas 
ao regime jurídico de direito privado se subordinam a certas regras impostas a toda a 
administração. Tendo em vista essas peculiaridades, assinale a afirmativa correta. 
a) As entidades da administração pública que se constituem como empresas públicas 
são criadas diretamente por meio de lei. 
Direito Administrativo p/ TJ-PI 
Escrivão Judicial 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 3 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 35 de 48 
b) Apenas as autarquias sujeitas ao regime jurídico de direito público necessitam de 
lei autorizando sua criação. 
c) As autarquias entidades de direito público são criadas por lei, enquanto as 
empresas públicas e as sociedades de economia mista tem sua criação autorizada 
em lei. 
d) A lei não cria diretamente nenhuma entidade, apenas autoriza a sua criação. 
e) As empresas públicas e as sociedades de economia mista, pessoas jurídicas de 
direito privado integrantes da Administração Pública, podem ser criadas 
independentemente de autorização em lei. 
Comentário: as empresas públicas, as sociedades de economia mista e as 
fundações públicas de direito privado têm sua criação autorizada por lei. Dessa 
forma, somente com o registro do ato constitutivo no órgão competente é que 
elas serão efetivamente criadas (adquirem personalidade jurídica própria). 
Dessa forma, o erro da alternativa A é afirmar que as empresas públicas são 
criadas por lei, sendo que são apenas autorizadas por lei. A alternativa B, por 
consequência, está errada por dizer que as autarquias são as únicas que 
necessitam de autorização legal para criação, quando, na verdade, são as EPs, 
as SEMs e as funções públicas de direito privado que necessitam de autorização 
legal para a criação. Por outro lado, as autarquias e fundações públicas de 
direito público são efetivamente criadas pela lei. Daí o erro da opção D 
A alternativa E, por sua vez, está errada, pois a criação dessas entidades, como 
já vimos, depende de autorização legal. 
Por fim, a nossa alternativa correta é a letra C. 
Gabarito: alternativa C. 
38. (FGV ± Técnico Administrativo/INEA-RJ/2013) $\ufffdGHILQLomR\ufffdGH\ufffd³SHVVRD\ufffdMXUtGLFD\ufffd
de direito privado com capital exclusivo do governo tendo por finalidade a exploração 
GH\ufffdDWLYLGDGH\ufffdHFRQ{PLFD´\ufffdUHIHUH\u1e6se à 
a) autarquia corporativa. 
b) empresa de economia mista. 
c) empresa pública. 
d) autarquia institucional. 
e) fundação privada. 
Comentário: vamos começar retirando das nossas alternativas as entidades 
administrativas que não tem como finalidade a exploração de atividade 
econômica ± letra A, D e E. 
Agora, nos sobram as empresas de economia mista e as empresas públicas, 
sendo que as SEMs admitem a participação de capital público e de capital 
privado, enquanto as EPs só admitem capital público. 
Gabarito: alternativa C. 
Direito Administrativo p/ TJ-PI 
Escrivão Judicial 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 3 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 36 de 48 
39. (FGV ± Técnico II Administrativa/MPE-MS/2013) Com relação às Sociedades 
de Economia Mista Federais, analise os itens a seguir. 
I. São pessoas jurídicas de direito privado. 
II. Possuem foro privilegiado na Justiça Federal. 
III. Gozam de isenção dos impostos federais, mas não dos Estaduais e Municipais. 
 
Assinale: 
a) se somente o item I estiver correto. 
b) se Somente o item II estiver correto. 
c) se Somente o item III estiver correto. 
d) se somente os itens I e II estiverem corretos. 
e) se todos os itens estiverem corretos. 
Comentário: 
I ± as SEMs são pessoas jurídicas de direito privado, integrantes da 
Administração Indireta do Estado ± CORRETA; 
II ± as ações das sociedades de economia mista (de qualquer ente da 
Federação), em regra, serão julgadas na Justiça Estadual (comum). No entanto, 
quando a União intervém na condição de assistente ou oponente, as causas 
envolvendo as sociedades de economia mista serão deslocadas para a Justiça 
Federal ± ERRADA; 
III ± as empresas públicas e as sociedades de economia mista, em regra, não 
possuem a imunidade tributária recíproca. Por isso que a questão está errada. 
No entanto, ressaltamos que o posicionamento do STF está evoluindo para 
atribuir a imunidade tributária às empresas públicas e às sociedades de 
economia mista (e suas subsidiárias) prestadoras de serviços públicos ± 
ERRADA. 
Assim, a alternativa correta é a A (se somente o item I estiver correto). 
Gabarito: alternativa A. 
40. (FGV ± Advogado/BADESC/2010) No direito brasileiro, existem duas diferenças 
fundamentais entre as sociedades de economia mista e as empresas públicas. 
Assinale a alternativa que explicita essas diferenças. 
a) composição do capital e forma jurídica. 
b) personalidade jurídica e forma de extinção. 
c) forma jurídica e controle estatal. 
d) forma de criação e personalidade jurídica. 
e) controle estatal e composição do capital. 
Comentário: em nossa aula indicamos três diferenças entre as empresas 
públicas e as sociedades de economia mista. No entanto, uma delas só ocorre 
Direito Administrativo p/ TJ-PI 
Escrivão Judicial 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Herbert Almeida ± Aula 3 
 
 
Prof. Herbert Almeida www.estrategiaconcursos.com.br Página 37 de 48 
QR\ufffd kPELWR\ufffd IHGHUDO\ufffd\ufffd 3RU\ufffd LVVR\ufffd TXH\ufffd D\ufffd TXHVWmR\ufffd IDOD\ufffd HP\ufffd ³GXDV\ufffd GLIHUHQoDV\ufffd
IXQGDPHQWDLV´\ufffd 
Dimensões Empresa Pública Sociedade de Economia 
Mista 
Forma Jurídica Qualquer forma admitida 
pelo ordenamento jurídico 
(civil, comercial, S/A, etc.) ou 
até mesmo formas inéditas 
(somente para a União). 
Somente na forma de 
sociedade anônima (S/A). 
Composição do capital Capital totalmente público. Admite capital público e 
privado, mas a maioria do 
capital com direito a voto é 
público. 
Foro processual (somente 
para as entidades federais) 
Com algumas exceções, as 
causas em que as empresas 
públicas federais forem 
interessadas tramitam na 
Justiça Federal. 
Tramitam na justiça 
estadual. 
Portanto, a forma jurídica e a composição do capital são as diferenças 
fundamentais das EPs e SEMs. 
Gabarito: alternativa A. 
41. (FGV ± Técnico de Gestão Administrativa Legislativo ADV/AL-MA/2013) A 
administração indireta é composta por várias pessoas jurídicas, dentre essas pessoas 
jurídicas encontram\u1e6se as empresas públicas. A respeito das empresas públicas, 
assinale a afirmativa correta. 
a) Poderão assumir qualquer forma em direito admitida com exceção da forma de 
sociedade anônima pois necessariamente o capital da empresa pública deve ser 
totalmente público. 
b) Estão subordinadas hierarquicamente ao ente criador. 
c) Poderão ser pluripessoais. 
d) Desenvolverão