A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
PROCESSO PENAL 2° BIMESTRE

Pré-visualização | Página 10 de 10

-pode representar um “pré-juízo”, ou seja, um prejuízo processual grave, decorrente do pré-julgamento. Não se descarta o uso da exceção de suspeição em caso de evidente pré-julgamento e consequente violação da garantia da imparcialidade do julgador, desvelada pela própria fundamentação do juiz singular.
Não há previsão de recurso para a decisão de instauração do órgão colegiado, mas poderá a parte interessada interpor habeas corpus ou mandado de segurança
- Importante destacar que esse colegiado poderá ser implantado em processos de competência da justiça estadual ou federal, pois o único requisito exigido pela lei é a ocorrência de “crime praticado por organização criminosa”.
Uma pergunta que pode surgir: pode ser instaurado o colegiado no procedimento do tribunal do júri? Sim, desde que o(s) crime(s) de competência do júri tenha(m) sido praticado(s) por organização criminosa (como pode ocorrer nos homicídios perpetrados por “grupos de extermínio”) e respeitada a soberania dos jurados, ou seja, pode haver atuação do colegiado de juízes na fase pré-processual (inquérito policial) e durante a primeira fase do procedimento do júri e na execução da pena.