A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AV ACUMULAÇÃO CAPITALISTA ESTACIO EAD

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: SDE0638_AV_201505453275 » ACUMULAÇÃO CAPITALISTA E QUESTÃO SOCIAL
Tipo de Avaliação: AV
Aluno: 201505453275 - THAIS DA SILVA ARAUJO
Professor: EDILMA SOARES DA SILVA Turma: 9003/AC
Nota da Prova: 4,7 Nota de Partic.: 2 Av. Parcial 2 Data: 10/06/2016 14:06:26
 1a Questão (Ref.: 201505627699) Pontos: 0,7 / 1,0
No contexto da lógica capitalista, considerando a teoria marxista, como é entendida a chamada ALIENAÇÃO?
Resposta: No modo de produção capitalista o homem é como mais uma peça da engrenagem,uma coisa,mera
força de trabalho,onde suas necessidades são desconsideradas.É assim que o trabalho se converte em trabalho
assalariado/alienado pelo capital.
Gabarito: R: A produção pelos homens de sua própria desumanidade através da exploração de uma classe pela
outra.
 2a Questão (Ref.: 201506087449) Pontos: 0,5 / 1,0
Cite ao menos dois impactos das mudanças causadas pela reestruturação produtiva no mundo do trabalho que
repercutem na ¿Questão social¿.
Resposta: Vivemos em uma era tecnologica onde varios trabalhadores estão sendo substituidos por
computadores,sistemas e afins.O que gera uma crise na economia por conta dos desempregos e com a falta de
dinheiro no mercado o que gera mais crise.
Gabarito: A questão social se ¿radicaliza¿. Destacam-se: -Piora nas condições de vida e trabalho da classe
trabalhadora - Brutalização da existência - Fata de perspectivas - miserabilidade
 3a Questão (Ref.: 201505744677) Pontos: 1,0 / 1,0
Segundo o filósofo marxista Georg Lukács, "com justa razão se pode designar o homem que trabalha, ou seja, o
animal tornado homem, através do trabalho, como um ser que dá respostas. É inegável que toda atividade
laborativa surge como uma solução de respostas ao carecimento que provoca. Todavia, o núcleo da questão se
perderia caso se tornasse aqui como uma relação imediata. Ao contrário, o homem torna-se um ser que dá
respostas precisamente na medida em que ele generaliza transformando em perguntas seus próprios
carecimentos e suas possibilidades de satisfazê-los." Segundo Lukács é correto afirmar:
 Que o trabalho humano é uma resposta às necessidades naturais, porém uma resposta pensada que
possibilita sua generalização sob a forma de pensamento.
Que o ser humano é um animal e por isso os trabalhadores são tratados como animais por seus patrões
capitalistas.
Que o núcleo da questão é que o homem se torna um ser quando responde de forma imediata às suas
necessidades naturais.
Que todo animal que trabalha um dia pode via a ser um homem.
Que os animais não trabalham porque não são humanos, embora alguns animais possam trabalhar,
como os cavalos.
BDQ Prova http://bquestoes.estacio.br/bdq_prova_resultado_preview_aluno.asp
1 de 4 26/06/2016 09:43
 4a Questão (Ref.: 201505640528) Pontos: 0,0 / 1,0
Sobre a instrumentalidade na ação dos assistentes sociais, segundo Yolanda Guerra, é correto afirmar que: I -
Na medida em que os profissionais utilizam, criam, adequam às condições existentes, transformando-as em
meios/instrumentos para a objetivação das intencionalidades, suas ações são portadoras de instrumentalidade;
II - A instrumentalidade no exercício profissional refere-se, apenas, ao conjunto de instrumentos e técnicas
construídos e reconstruídos no processo sócio histórico; III - No que se refere às respostas profissionais, a
instrumentalidade do exercício profissional se expressa no cotidiano das classes vulnerabilizadas, em termos de
modificar empiricamente as variáveis do contexto social e de intervir nas condições objetivas e subjetivas de
vida dos sujeitos; IV - Reconhecer e atender às requisições técnico-instrumentais da profissão significa ser
funcional à manutenção da ordem ou ao projeto burguês; V - A instrumentalidade como uma mediação,
permite a passagem das ações meramente instrumentais para o exercício profissional crítico e competente.
Somente as alternativas I, III e V estão corretas.
 Somente as alternativas I, III e IV estão corretas.
As alternativas I, II, III, IV e V estão corretas.
Somente as alternativas II e V estão corretas.
Somente as alternativas II, III e V estão corretas.
 5a Questão (Ref.: 201505701878) Pontos: 0,0 / 1,0
A descoberta de terras de ouro e prata na América, o extermínio, escravização e enterramento da população
nativa nas minas, o início da conquista e pilhagem das Índias Orientais, a transformação da África numa
caçada comercial de peles-negras, assinalam a aurora da era da produção capitalista. Estes fatos corresponde a
qual etapa do Capitalismo ?
Acumulação primitiva do capital.
Globalização da economia.
Expropriação da força de trabalho.
 Exploração colonial.
Extração de mais valia relativa.
 6a Questão (Ref.: 201505627665) Pontos: 1,0 / 1,0
O trabalho humano foi transformado pelo capitalismo numa mercadoria. Na forma de produção das mercadorias
está contido o mecanismo de exploração.Mercadoria é tudo o que é produzido para o mercado, isto é, não para
o consumo individual, mas para a venda, para o consumo alheio. Se alguém produz algo para seu uso ou para
dar de presente a alguém, esse algo é um produto, mas não uma mercadoria. Mas se ele trocar esse objeto por
dinheiro ou por outro produto qualquer, esse objeto passa a ser uma mercadoria. A mercadoria é portanto algo
produzido para o uso de outra pessoa, que a obtêm mediante a troca por dinheiro ou por outra mercadoria que,
por sua vez, atende à sua necessidade¿(SADER, 1999, p. 57). Sobre a exploração do trabalho no capitalismo, é
correto afirmar:
A lei da mais valia consiste nas horas extras trabalhadas após o horário Contratado, que não são pagas
ao trabalhador pelos proprietários dos meios de produção.
A lei da hora-extra explica como os proprietários dos meios de produção se apropriam das horas não
pagas ao trabalhador, obtendo maior excedente no processo de produção das mercadorias.
A lei da mais valia é a garantia de que o trabalhador receberá o valor real do que produziu durante a
jornada de trabalho.
 A lei da mais-valia explica como o proprietário dos meios de produção extrai e se apropria do excedente
produzido pelo trabalhador, pagando-lhe apenas por uma parte das horas trabalhadas.
As horas extras trabalhadas após o expediente constituem-se na essência do processo de produção de
excedentes e da apropriação das mercadorias pelo proprietário dos meios de produção.
BDQ Prova http://bquestoes.estacio.br/bdq_prova_resultado_preview_aluno.asp
2 de 4 26/06/2016 09:43
 7a Questão (Ref.: 201505746518) Pontos: 0,5 / 0,5
Henry Ford criou um modelo de divisão do trabalho que não se restringiu as alterações na área da produção,
mas que buscou provocar profundas mudanças no modo de vida da sociedade americana daquela época. Entre
essas mudanças podemos destacar:
o aumento dos impostos devido a proibição da venda de bebidas alcoólicas, a chamada Lei Seca.
 o aumento do controle sobre os trabalhadores e a elevação da taxa de exploração de mais-valia relativa.
o surgimento do crime organizado comandado principalmente por Al Capone.
o aumento significativo de trabalhadores no campo, o que colocava em cheque a possibilidade de
urbanização da produção.
a constituição de um momento de grande harmonia social com o surgimento dos sindicatos.
 8a Questão (Ref.: 201505627645) Pontos: 0,0 / 0,5
No modo de produção capitalista o homem como mais uma peça na engrenagem, uma coisa , mera força de
trabalho, onde sua necessidades são desconsideradas. É assim que o trabalho se converte em trabalho
assalariado/alienado pelo capital. Assinale a alternativa corretas sobre a questão do trabalho nos sistema
capitalista:
O trabalho não implica num processo no qual o desenvolvimento das forças produtivas implica em
riqueza da classe dominante e miséria dos trabalhadores.
O trabalho implica num processo no qual o desenvolvimento das forças produtivas implica em riqueza
da classe