A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
69 pág.
Exercícios de vários conteúdos da Língua Portuguesa.pdf

Pré-visualização | Página 3 de 26

c) Não houve resposta à carta que lhe foi 
enviada. 
d) Era urgente que viesse mais dinheiro 
para que se desenvolvesse o projeto. 
e) Parecia não caber em si, tão contente o 
deixara a notícia. 
 
09. (UFPR) - Em “Na juventude, muitos 
projetos de vida nos ocorrem”, temos uma 
oração: 
a) com sujeito oculto 
b) sem sujeito 
c) com sujeito composto 
d) com sujeito simples 
e) com sujeito indeterminado 
 
10. (UFPR) - Na oração “A crítica é fácil e a 
arte é difícil ”, temos: 
a) Período simples, predicado verbo nominal. 
b) Período composto, os dois predicados são 
nominais. 
c) Período composto, os dois predicados são 
verbais. 
d) Período composto sem predicados. 
e) Período simples iniciado por predicativo. 
 
Itaipu 
 Prof. França Português 
 
 
Atualizada 16/05/2006 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores TM 
 
7
ORAÇÕES SUBORDINADAS 
SUBSTANTIVAS E SUBORDINADAS 
ADVERBIAIS 
 
CONCEITOS BÁSICOS: 
 
Você |á sabe que período é uma frase 
organizada em orações. Já sabe também que 
no período simples existe apenas uma 
oração, chamada absoluta, e que no período 
composto existem duas ou mais orações. 
Essas orações podem se relacionar por meio 
de dois processos sintáticos diferentes: 
 
A subordinação e a coordenação: 
Na subordinação, um termo atua 
como determinante de um outro termo. Essa 
relação se verifica, por exemplo, entre um 
verbo e seus complementos: os complementos 
são determinantes do verbo, integrando sua 
significação. Conseqüentemente, o objeto 
direto e o objeto indireto são termos 
subordinados ao verbo, que é o termo 
subordinante. Outros termos subordinados da 
oração são os adjuntos adnominais 
(subordinados ao nome que caracterizam) e os 
adjuntos adverbiais (subordinados geralmente 
a um verbo). 
 
No período composto, considera-se 
subordinada a oração que desempenha função 
de termo de outra oração, o que equivale a 
dizer que existem orações que atuam como 
determinantes de outras orações. Observe: 
 
SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 
 
Marivaldo percebeu que ninguém o ajudava. 
 VTD OD 
Esta oração não tem 
sentido completo, pois 
nela há um verbo 
transitivo direto que 
pede um 
complemento, portanto 
seu termo 
subordinante. 
Daí então: 
ORAÇÃO PRINCIPAL 
Esta oração é o 
complemento do verbo da 
primeira oração, portanto 
seu termo subordinado. 
Daí então uma oração 
subordinada, pois 
desempenha função de 
um termo de outra oração. 
OBJETO DIRETO 
 
As orações subordinadas substantivas são: 
 
Subjetivas 
Exercem função sintática de sujeito da 
oração principal. 
 
É necessário sua participação na festa. 
 Sujeito da forma verbal É 
 
É necessário que você participe da festa. 
Oração 
principal 
Oração subordinada substantiva 
subjetiva 
 
Convém que entreguem seus trabalhos. 
Oração 
principal 
Oração subordinada substantiva 
subjetiva 
 
É fundamental fazer o trabalho hoje. 
Oração 
principal 
Oração subordinada substantiva 
subjetiva reduzida de infinitivo 
 
Objetivas diretas 
 
Exercem função sintática de objeto direto 
da oração principal. 
 
Todos disseram que isso iria acontecer. 
Oração principal oração subordinada substantiva 
objetiva direta 
 
Todos disseram como isso iria acontecer. 
Oração principal oração subordinada substantiva 
objetiva direta justaposta 
 
Ninguém sabia se isso iria acontecer. 
Oração principal oração subordinada substantiva 
objetiva direta 
 
Ninguém sabia qual era o assunto do dia. 
Oração principal oração subordinada substantiva 
objetiva direta justaposta 
 
Ninguém sabia Fazer o trabalho. 
Oração principal oração subordinada substantiva 
objetiva direta reduzida de 
infinitivo 
 
Itaipu 
 Prof. França Português 
 
 
Atualizada 16/05/2006 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores TM 
 
8 
Objetivas indiretas 
 
Todos duvidavam de que isso fosse 
acontecer. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva objetiva indireta 
 
Todos se 
esqueceram 
de que você iria à festa. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva objetiva indireta 
 
Lembrou-se de fazer sua tarefa. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva objetiva indireta 
reduzida de infinitivo 
 
Lembrou-se de como fazer sua tarefa. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva objetiva indireta 
justaposta 
 
Completivas nominais 
 
Exercem função sintática complemento de 
um nome da oração principal. 
 
Temos certeza de que você irá da festa. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva completiva 
nominal 
 
Tínhamos certeza de estarmos sozinhos. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva completiva 
nominal reduzida de infinitivo 
 
Tenho a impressão de que você deve agir 
assim. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva completiva 
nominal 
 
Predicativas 
 
Exercem função sintática de predicativo do 
sujeito da oração principal. 
 
A verdade é que você é um impostor. 
Oração 
principal 
oração subordinada substantiva 
predicativa 
 
Nosso desejo 
é 
participar de sua formatura. 
Oração 
principal 
oração subordinada substantiva 
predicativa reduzida de infinitivo 
 
 
Apositivas 
Exercem função sintática de aposto de um 
termo da oração principal. 
 
Desejo apenas uma 
coisa: 
que me deixe em paz 
Oração principal oração subordinada 
substantiva apositiva 
 
Desejo apenas uma 
coisa: 
participar da 
formatura. 
Oração principal oração subordinada 
substantiva apositiva 
reduzida de infinitivo 
 
Classifique as orações destacadas nos 
períodos abaixo. 
 
a) Disse-nos que naquela manhã ia pescar. 
_________________________________________ 
b) Esperava-se que ele resolvesse o problema. 
_________________________________________ 
c) Isso dependia de que Vaginaldo decidisse a 
nosso favor. 
_________________________________________ 
d) Ele inssiste em que façamos aquele trabalho. 
_________________________________________ 
e) Ocorreu que ninguém nos comunicou esse 
acontecimento. 
_________________________________________ 
f) O fato foi que Leudegunda e Vaginaldo 
chegaram atrasados para a festa. 
_________________________________________ 
g) Revelaremos a verdade: que todos os 
condenados serão castigados. 
_________________________________________ 
h) Todos tinham medo de que a prova ocorresse 
na terça de carnaval. 
_________________________________________ 
i) Pediu-nos que a revelação do segredo fosse 
feita só na semana seguinte. 
_________________________________________ 
j) Era importante que ele resolvesse primeiro os 
problemas familiares. 
_________________________________________ 
k) A certeza de que sairiamos vencedores 
daquela decisão animou os atrletas. 
_________________________________________ 
 
 
Itaipu 
 Prof. França Português 
 
 
Atualizada 16/05/2006 Neste curso os melhores alunos estão sendo preparados pelos melhores Professores TM 
 
9
SUBRODINADAS ADVERBIAIS 
 
A oração subordinada adverbial 
exerce função de adjunto adverbial do verbo 
da oração principal. 
 
Observe: 
 
Naquele momento, senti uma forte emoção. 
adjunto adverbial de 
tempo 
 
 
Quando vi você, senti uma forte emoção 
oração subordinada 
adverbial temporal 
Oração principal 
 
 
No primeiro período, “naquele 
momento” é um adjunto adverbial de tempo, 
função exercida por uma locução adverbial. 
 No segundo período, esse papel é 
exercido por uma oração “Quando vi você”, 
que é, portanto, uma oração subordinada 
adverbial temporal. Observe que ela é 
introduzida por uma conjunção subordinativa 
(quando), mas também pode vir reduzida, sem 
a presença