Classes Gramaticais - Morfologia - completo.pdf
71 pág.

Classes Gramaticais - Morfologia - completo.pdf


DisciplinaAnálise Textual9.095 materiais293.195 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Prof. Flaverlei A. Silva
\uf07d São palavras que designam seres \u2013 visíveis ou 
não, animados ou não -, ações, estados, 
sentimentos, desejos, ideias.
Ex.: Os esqueletos saem do túmulo.
\uf07d Dica: O substantivo funcionará sempre como 
núcleo dos termos:
\uf076Não vejo mal em Maria reivindicar seus 
direitos. (núcleo do sujeito)
\uf076 João busca água no açude de Coribó. (núcleo 
do OD)
\uf076 Gosto de Direito Penal. (núcleo do OI)
\uf076 Os cursistas tem necessidade de uma boa apostila. (núcleo 
o CN)
\uf076 O curso foi anulado pela justiça. (núcleo do agente da 
passiva)
Classificação:
\uf0d8 Comum \u2013 Refere-se a muitos seres ou coisas de uma só 
espécie: caderno, lápis.
\uf0d8 Próprio \u2013 Designa um ser entre vários: Brasil, Juliana, 
Indaiatuba.
\uf0d8 Concreto \u2013 Designa seres cuja existência real conhecemos 
ou supomos que existam.
\uf0d8 Concreto real \u2013 Ser que existe por si: Deus, homem, casa, 
José.
\uf0d8 Concreto fictício \u2013 Apresenta-se em nossa imaginação 
como se existisse: saci, fantasma.
\uf0d8 Abstrato \u2013 Designa qualidade, ação ou estado abstraídos 
de seres que os possuam e os executem: virgindade, 
amizade, amor, corrida.
\uf0d8 Coletivo \u2013 Designa a pluralidade como se fosse uma 
unidade: boiada, alcateia, bando, esquadra.
Formação dos substantivos:
\uf0d8 Primitivo \u2013 Dá origem a outras palavras: Ferro.
\uf0d8 Derivado \u2013 É originado por meio de outras palavras: 
ferreiro, ferragem, ferrugem.
Ou seja:
\uf07d Primitivos/Derivados \u2013 (Pedra/Pedregulho)
\uf07d Simples/Composto \u2013 (Campo/Obra-prima)
\uf07d Comum/Próprio \u2013 (Cidade/Brasília)
\uf07d Concreto/Abstrato \u2013 (Deus/Bondade)
\uf07d Coletivo \u2013 (Manada)
\uf07d Gênero \u2013 Masc./Fem. - (livro/máquina)
\uf07d Número \u2013 Sing./Plural \u2013 (livro/livros)
\uf07d Grau Aumentativo \u2013 Analítico/Sintético
(Nariz grande / Narigão)
\uf07d Grau Diminutivo \u2013 Analítico/Sintético
(Nariz pequeno / Narizinho)
1. Gênero
a) Substantivo Biforme - Uma forma para o masculino e 
outra para o feminino. (garoto/garota \u2013
menino/menina \u2013 boi/vaca)
b) Substantivo Uniforme \u2013 Há substantivos que 
possuem uma só forma para indicar tanto o masculino 
quanto o feminino.
\uf0d8 Epicenos \u2013 Designam alguns animais. Utiliza-se 
macho ou fêmea. (cobra macho/fêmea \u2013 peixe 
macho/fêmea \u2013 jacaré macho/fêmea)
\uf0d8 Sobrecomuns \u2013 Designam pessoas. Utiliza-se para os 
dois gêneros. (a criança, o indivíduo, a vítima)
\uf0d8 Comuns de dois gêneros \u2013 A distinção se dá através 
do artigo/adjetivo/pronome. (o/a motorista \u2013
meu/minha colega \u2013 aquele/aquela estudante)
2. Número
a) Plural dos substantivos compostos \u2013 Flexionam-se 
os dois elementos, quando formados de:
Subst. + subst. \u2013 Couve-flor / Couves-flores
Subst. + adj. \u2013 Amor-perfeito / Amores-perfeitos
Adj. + subst. \u2013 Gentil-homem / Gentis-homens
Numeral + subst. \u2013 Quinta-feira / Quintas-feiras
b) Flexiona-se somente o segundo elemento, quando 
formados de:
Verbo + subst. \u2013 guarda-roupa / guarda-roupas
Palavra inv. + palavra inv. \u2013 alto-falante / alto-falantes
Palavras repetidas ou imitativas \u2013 reco-reco / reco-recos
\uf0d8Cuidado com os plurais metafônicos!!
(fechadas no singular / abertas no plural)
3. Grau
Grau aumentativo:
a) Analítico: o substantivo é acompanhado de um 
adjetivo que indica grandeza. (Beijo grande)
b) Sintético: é acrescido ao substantivo um sufixo 
indicador de aumento. (Beijão)
Grau diminutivo
a) Analítico: substantivo acompanhado de um adjetivo 
que indica pequenez. (Mala pequena)
b) Sintético: é acrescido ao substantivo um sufixo 
indicador de diminuição. (Malinha)
\uf07d É a palavra que antecede o substantivo, definindo-
o ou indefinindo-o.
Ex.: 
A cidade amanheceu em festa.
Há um homem esperando por você.
Definido \u2013 Quando se trata de um ser já conhecido. 
Especifica qual ser. (o, a, os, as)
Indefinido \u2013 Quando se trata de um simples 
representante de uma nada espécie ou qual não se 
fez menção. Não especifica o ser. (um, uma, uns, 
umas)
Cuidado: Não confunda artigos com outras classes 
como a dos pronomes ou a dos numerais. Um(a) 
será numeral quando indicar quantidade; artigo 
quando se antepuser ao substantivo indicando-o 
de forma indefinida. Essa distinção será feita pelo 
contexto.
Atente para as possíveis contrações e combinações 
com outras categorias gramaticais:
Formas combinadas dos artigos indefinidos com as 
preposições \u201cem\u201d e \u201cde\u201d:
Observações importantes!!
\uf0a7 Qualquer expressão ou palavra antecedida por artigo 
se torna um substantivo. (O ler e o escrever
representam um olhar para o futuro.).
\uf0a7 Um artigo será sempre adjunto adnominal quando 
anteceder substantivo. (A Máscara do Zorro é um bom 
filme.).
\uf0a7 O artigo permite a visualização do masculino e do 
feminino. (Aquele livro é do/da Alcione.).
\uf0a7 Os artigos permitem a distinção entre substantivos 
homônimos. (O capital \u2013 dinheiro. A capital \u2013 cidade)
\uf07d É a palavra que expressa características, 
qualidades, estado dos seres. Refere-se sempre a 
um substantivo explícito ou subentendido na frase 
(ou palavra substantivada), com o qual concorda 
em gênero e número.
Ex.: O garoto ficou feliz com o presente.
\uf07d Locução adjetiva \u2013 é toda expressão iniciada por 
preposição e que, como adjetivo, atribui 
característica a um ser.
Ex.: Parei na banca de revistas.
(de aluno \u2013 discente / de amor \u2013 erótico / de cabelo 
\u2013 capilar / de cabeça \u2013 cefálico)
Classificação Exemplos
Explicativo Lava incandescente
Restritivo Carne vermelha
Primitivo Feio
Derivado Arrojado
Simples Uruguaio
Composto Franco-holandês
Pátrio Cubano
\uf07d Gênero \u2013 Masc./Fem. (famoso/famosa)
\uf07d Número \u2013 Sing./Plural (possível/possíveis)
\uf07d Grau Comparativo \u2013 Sup./Inf./Igual.
(mais \u2013 tão/tanto \u2013 menos)
\uf07d Grau Superlativo:
\u2022 Absoluto \u2013 Analítico/Sintético (Muito bonita \u2013
Lindíssima)
\u2022 Relativo \u2013 Superioridade/inferioridade (o 
mais...de / o menos...de)
Os adjetivos simples flexionam-se no plural como 
os substantivos simples.
Bonito \u2013 Bonitos
Agradável \u2013 Agradáveis
Limpa \u2013 Limpas
Os adjetivos compostos flexionam-se no plural de 
acordo com as seguintes regras:
1. Adjetivo + adjetivo flexionam somente o último 
elemento. (Franco-cubano / franco-cubanos)
2. Adjetivo + substantivo \u2013 ficam invariáveis. (verde-
canário)
3. Cor + de + substantivo \u2013 também ficam 
invariáveis. (Olhos cor-de-selva./ Roupas cor-de
rosa)
Dicas! 
Exceção: Surdo-mudo / surdos mudos (2 Adjetivos).
São invariáveis: azul-marinho / azul-celeste
Comparativo
\uf0a7 De igualdade \u2013 tão (tanto, tal) bom como (quão, 
quanto)
\uf0a7 De superioridade \u2013 analítico (mais bom do que) e 
sintético (melhor que)
\uf0a7 De inferioridade \u2013 menos bom que (do que)
Superlativo
\uf0a7 Absoluto: analítico \u2013 (muito bom) e sintético
(ótimo)
\uf0a7 Relativo: de superioridade ( o mais de) e de 
inferioridade (o menos de)
Dica!
Somente 6 adjetivos têm o grau comparativo de 
superioridade sintético.
Analítico Sintético
De bom Melhor
De mau Pior
De grande Maior
De pequeno Menor
De alto Superior
De baixo Inferior
\uf07d É a palavra que expressa quantidade exata de pessoas 
ou coisas ou o lugar que elas ocupam numa 
determinada sequência.
Pode ser:
\uf07d Cardinal \u2013 Tinha duas notas de cinco reais.
\uf07d Ordinal \u2013 A primeira proposta foi aceita.
\uf07d Multiplicativo \u2013 Comprou o dobro de coisas.
\uf07d Fracionário \u2013 Ficou com um terço da grana.
Observações:
\uf0a7 Os numerais duais indicam sempre a existência de dois 
seres: ambos/ambas.
\uf0a7 Década / dúzia / par / novena \u2013 tem valor equivalente 
ao dos numerais, apesar de serem substantivos. (ver 
coletivo)
\uf07d Se o numeral posiciona-se antes do 
substantivo, lê-se como ordinal. (V República 
\u2013 Leitura: Quinta República.
\uf07d Se o numeral aparece depois do substantivo, 
a leitura é feita assim:
1. Até dez, deve ser lido como ordinal (século 
V \u2013 século quinto)
2. De onze em diante, como cardinal (século 
XIII \u2013 século
Jádila
Jádila fez um comentário
Preciso em pdf
0 aprovações
GMS2001
GMS2001 fez um comentário
muito obrigado, vai ser bem útil, tinha esquecido essas Classes, Pois quando estava aprendendo não me interessei muito!
3 aprovações
Carregar mais