Manual de diluição de medicamentos injetáveis
202 pág.

Manual de diluição de medicamentos injetáveis


DisciplinaFarmacologia I25.067 materiais542.709 seguidores
Pré-visualização44 páginas
Manual de Diluição de 
Medicamentos 
Injetáveis 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SANTA MARIA 
2015 
1 
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA 
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SANTA MARIA 
EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS 
HOSPITALARES 
Manual de Diluição 
de Medicamentos 
Injetáveis 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material 
ou divulgação com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na internet, sem 
autorização do Hospital Universitário de Santa Maria. 
 
MANUAL DE DILUIÇÃO DE MEDICMENTOS INJETÁVEIS 2015 
 
Superintendente 
Dr.ª Elaine Verena Resener 
Gerência de Atenção à Saúde 
Diretora: Enf.ª Soeli Teresinha 
Guerra 
Gerência Administrativa 
Assist. Adm. João Batista de 
Vasconcellos 
Gerência de Ensino e Pesquisa 
Dr.ª Beatriz Silvana Porto 
 
AUTORES 
 
Grupo de Estudos sobre 
Medicamentos do HUSM 
Anamarta Sbeghen Cervo; 
Claudia Sala Andrade; 
Mari Angela Meneghetti Baratto; 
 
 
 
Patrícia Medianeira Ferreira 
Cardoso; 
Namir Ferreira El Hodali 
Evelyn Langendorf dos Santos. 
Luis Junior Finatto 
Margarete Reginatto Giacomini; 
Denise Netto Baldoni; 
Nara Marilene Oliveira Girardon 
Perlini. 
 
COLABORADORES: 
Núcleo de Segurança do Paciente 
do HUSM 
Núcleo de Apoio Gerencial (NAG) 
Lucas Flores Colpo 
Marlene Kreutz Rodrigues 
 
Núcleo de Educação Permanente 
em Saúde (NEPS) 
 
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SANTA MARIA 
 
 
E 
 
 
 
 
 
 
 
APRESENTAÇÃO 
 
 
 
 
 
 
sse manual foi produzido a partir 
da necessidade das equipes mul- 
tiprofissionais obterem informa- 
ções seguras e precisas 
sobre os medicamentos 
injetáveis padronizados 
no HUSM (exceto me- 
dicamentos antineoplá- 
sicos). Houve a neces- 
sidade de difundir estas 
informações para pa- 
dronizar as ações refe- 
rentes ao uso dos medi- 
camentos injetáveis. 
Nesse manual poderão 
ser obtidas informações 
sobre apresentação, reconstituição, vias de 
administração, estabilidade, incompatibili- 
dade,interações, dose usual e observações 
relevantes dos medicamentos injetáveis. 
 
 
Lembramos que o ma- 
nual foi embasado em 
ampla consulta à litera- 
tura e por estar em 
constante processo de 
construção, está sujeito 
a contribuições e ajus- 
tes. 
Esse é o início de um 
estudo que visa pro- 
porcionar segurança ao 
paciente e à equipe de 
saúde com a melhoria 
da qualidade da assistência. 
MANUAL DE DILUIÇÃO DE MEDICAMENTOS INJETÁVEIS 2015 
5 
 
 
 
 
 
 
Sumário 
APRESENTAÇÃO ....................................................................................................................................... 4 
OBJETIVOS ............................................................................................................................................... 11 
Como usar o manual ............................................................................................................................... 12 
Você irá encontrar informações sobre ..................................................................................................... 12 
Lista de Abreviaturas: ............................................................................................................................. 13 
ORIENTAÇÕES GERAIS ........................................................................................................................... 14 
O Manual é importante para: ................................................................................................................... 14 
Definições ............................................................................................................................................... 14 
Conceitos: ............................................................................................................................................... 14 
Equivalências e Conversões: .................................................................................................................. 16 
Equivalências: ......................................................................................................................................... 16 
Fórmulas para conversão:....................................................................................................................... 16 
Fórmula para cálculo de gotas: ............................................................................................................... 16 
Fórmula para cálculo de microgotas: ...................................................................................................... 16 
Velocidade de infusão para via endovenosa ........................................................................................... 16 
Recomendações gerais em relação ao acondicionamento, preparo e conservação de medicamentos 
injetáveis: .............................................................................................................................................. 17 
MEDICAMENTOS ANESTÉSICOS E CONTROLADOS ............................................................................ 19 
Biperideno, lactato .................................................................................................................................. 20 
Bupivacaína, cloridrato 0,5% (hiperbárica) .............................................................................................. 21 
Cisatracúrio, besilato ............................................................................................................................... 22 
Clorpromazina, cloridrato ........................................................................................................................ 23 
Dexmedetomidina, cloridrato ................................................................................................................... 24 
Dextrocetamina, cloridrato ...................................................................................................................... 24 
Diazepam ................................................................................................................................................ 26 
Droperidol ............................................................................................................................................... 27 
Etomidato ................................................................................................................................................ 28 
Fenitoína sódica ...................................................................................................................................... 29 
Fenobarbital ............................................................................................................................................ 30 
Fentanila, citrato (ampola) ...................................................................................................................... 31 
Fentanila, citrato (frasco-ampola) ............................................................................................................ 32 
Flumazenil .............................................................................................................................................. 33