Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner  completo por yanna
50 pág.

Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner completo por yanna


DisciplinaTeologia12.678 materiais29.953 seguidores
Pré-visualização50 páginas
(Colossenses 4.2)
\u201cPerseverem na oração\u201d (Romanos 12.12).
\u201cA minha casa será casa de oração\u201d (Lucas 19.46).

A ESTRUTURA DO TABERNÁCULO
_____________________Êxodo 26.1-37; 36.8-38__________________
 \ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb\ufebb

Descrição geral do Tabernáculo.

Vimos até aqui a lista dos objetos que compunham a mobília do Tabernáculo. Agora voltaremos nossa atenção para o Tabernáculo propriamente dito. A estrutura do Tabernáculo era formada por 48 tábuas (armações de madeira) revestidas de ouro, fixadas em 96 bases de prata e unidas por cinco travessões em cada um dos lados. Na entrada do Tabernáculo havia uma cortina chamada \u201centrada da tenda\u201d. Essa cortina era feita de linho fino e sustentada por cinco colunas. A porta dava acesso ao Lugar Santo. Na extremidade do Lugar Santo havia uma outra cortina ou véu, sustentada por quatro pilares e guardando a entrada do Lugar Santíssimo ou do Santo dos Santos. Esta cortina é freqüentemente mencionada como o \u201csegundo véu\u201d. Sobre toda essa estrutura havia outras cortinas e coberturas, as quais formavam o teto ou telhado do Tabernáculo (trataremos desse assunto no próximo capítulo).

2. Faça armações [verticais] de madeira de acácia para o Tabernáculo (Êxodo 26.15)
As armações verticais feitas com madeira de acácia representam a mesma verdade mencionada anteriormente. A madeira representa Cristo, que é o \u201cramo\u201d ou \u201crenovo\u201d (Isaías 11.1-4; Zacarias 3.8; 6.12,13) que foi cortado da terra dos viventes (Isaías 53.8). Para que a madeira possa ser transformada em tábuas, ela precisa ser \u201ccortada da terra dos viventes\u201d. Cristo é a raiz de uma terra seca (Isaías 53.1,2) que foi cortada para se tornar o Tabernáculo de Deus, o único lugar de encontro entre Deus e o homem.
A madeira incorruptível representa a humanidade sem pecado, perfeita e incorruptível de Cristo. Ele era \u201cinculpável, puro, separado dos pecadores\u201d (Hebreus 7.26). Sua humanidade não foi corrompida pelo pecado. Quando Ele se tornou carne e \u201ctabernaculou\u201d entre nós, não pecou, nem o Pai permitiu que Ele visse corrupção no sepulcro (Salmo 16.9,10). Ele não foi corrompido pelo pecado nem por Satanás, nem pelo mundo nem pela maldade dos homens maus, por isso ficou incorruptível também na morte. Jesus foi o único que nunca pecou, permanecendo íntegro e incorruptível. Só Ele foi verdadeiramente Deus e verdadeiramente homem (1Timóteo 2.5; Hebreus 2.14-17).

Em relação à Igreja, as tábuas de madeira de acácia representam nossa humanidade redimida. Quando Deus nos encontrou, éramos como um tronco retorcido crescendo em uma terra seca. Mas Cristo nos fez passar pela mesma experiência das tábuas. Nossa natureza pecadora foi cortada (removida) da antiga forma de viver do mundo, e transformada em tábuas (\u201cpedras vivas\u201d), usadas para edificação de uma casa espiritual (o Tabernáculo) onde o Espírito de Deus habita ( Pedro 2.5,9).

3. ... verticais... (Êxodo 26.15)
Cada tábua deveria ser mantida na posição vertical diante do Senhor. A Bíblia promete que \u201cos homens íntegros viverão [permanecerão] na tua presença\u201d (Salmo 140.13; 64.10 e 112.4). Paulo também nos diz que depois de termos feito tudo, devemos permanecer firmes (Efésios 6.13; Gálatas 5.1). Isso é tudo que a Bíblia nos fala para fazer ao enfrentarmos Satanás. Cristo já nos colocou numa posição de vitória, nós simplesmente devemos \u201cpermanecer inabaláveis\u201d.

4. Cada armação terá quatro metros e meio [dez côvados] de comprimento por 70 cm [côvado e meio] de largura... (Êxodo 26.16)
Cada tábua ou armação deveria medir 10 côvados de altura e 1 côvado e meio de largura. Todas essas tábuas deveriam ser revestidas de ouro. Todas deveriam estar de acordo com o padrão divino para poderem ser utilizadas no Tabernáculo de Deus. O padrão divino era um só para as 48 tábuas. Da mesma forma, Deus tem apenas um padrão para todos os membros de sua Igreja. Assim como cada tábua deveria se encaixar ao padrão estabelecido por Deus, cada cristão deve se sujeitar ao padrão do Filho, o Nosso Senhor Jesus Cristo. Toda a Igreja deve chegar \u201c... à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo\u201d (Efésios 4.11-16). Em nenhum lugar das Escrituras está escrito que podemos nos basear em nosso próprio padrão ou no padrão de outros. Devemos nos basear apenas no padrão que Deus deixou para o homem, isto é, no homem Cristo Jesus (2Coríntios 10.12 \u2013 ver também Ezequiel 43.10 e Apocalipse 11.1,2).
As tábuas deveriam ter 10 côvados de altura. O número 10 refere-se à tribulação, provação, lei, ordem e responsabilidade. Temos exemplos disso nos Dez Mandamentos e nas parábolas dos dez talentos e das dez virgens. O Tabernáculo do Senhor será edificado por aqueles que sofrem tribulação e são provados, que se submetem à lei divina e não temem assumir suas responsabilidades diante de Deus. 	
Além disso, as tábuas deveriam ter um côvado e meio de largura. Como já vimos, a grelha do altar de bronze, a mesa dos pães da Presença e a tampa (propiciatório ou trono de misericórdia) sobre a arca da aliança tinham essa mesma altura. Quando relacionamos os quatro objetos com essa mesma medida, descobrimos a seguinte conexão: o crente deve encontrar a Cristo no altar de bronze (a cruz), através do trono de misericórdia (o trono da graça), participar da mesa dos pães da Presença (comunhão) e por fim descobrir sua função dentro da estrutura do Tabernáculo (a igreja local).

5. ... com dois encaixes... (Êxodo 26.17)
A palavra hebraica traduzida aqui como \u201cencaixes\u201d significa literalmente \u201cmãos\u201d. Estes encaixes tinham a função de manter a estrutura unida. Cada tábua tinha dois encaixes. Estes encaixes representam dois fatos fundamentais que nos mantêm unidos em comunhão, citados na pregação apostólica no livro de Atos: a morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo (1Coríntios 15.3,4). Precisamos reconhecer que Cristo morreu por nós e que agora também vive por nós (Romanos 5.6-10). Precisamos nos apoiar nessas duas mãos para permanecermos firmes. Essas duas verdades caminham juntas. Ambas são necessárias para que cada crente permaneça firme em seu lugar dentro da estrutura da Igreja. Enfatizar apenas a morte de Cristo e deixar de lado sua ressurreição não produz vida. Lembre-se, eram necessários dois encaixes para manter a tábua no lugar. Fomos salvos não apenas pela morte de Cristo, somos salvos por sua vida!

6. ... paralelos um ao outro. Todas as armações do tabernáculo devem ser feitas dessa maneira (Êxodo 26.17)
As armações deveriam ser colocadas verticalmente e permanecer firmes e unidas para poderem formar o lugar da habitação do Senhor. Nenhuma armação erguida isoladamente poderia atingir um alvo tão tremendo. Nenhuma armação isolada poderia formar uma morada apropriada para o Senhor. Somente quando as tábuas eram erguidas e unidas pelos travessões a estrutura poderia se manter estável e funcional. O tabernáculo só estaria totalmente pronto depois que cada tábua estivesse firmada em seu devido lugar. Só então a glória de Deus poderia habitar nele.
Quando aplicamos esse princípio à Igreja, o atual lugar de habitação do Altíssimo, descobrimos que ela é composta de muitos indivíduos. Se o crente se mantém isolado, ele se torna ao eterno propósito de Deus, mas quando os crentes caminham juntos, erguem-se se juntos, permanecem juntos, se mantêm unidos pelos travessões (ver parte 10) e serão capazes de cumprir o chamado do Senhor. Só assim eles poderão ser considerados um só corpo ou um tabernáculo. Esta é a estrutura que Deus planejou para a Igreja. É nesse tipo de estrutura em que a glória de Deus certamente habita. Deus honra a assembléia dos crentes quando eles permanecem unidos em um só propósito e num só lugar (Atos 2.1). Deus tem prazer na convivência dos irmãos, em sua caminhada juntos (Salmo 133.1; ver também Efésios 2.21,22; 4.3,13; 1Coríntios 12.12-18).
Cristo está edificando sua Igreja, sua casa, seu Tabernáculo (Mateus 16.16-19).

7. Faça vinte armações para o lado sul do tabernáculo... Para o outro lado,
Diogenes
Diogenes fez um comentário
amigo vc dispõe dos outros dois da coleção ?
0 aprovações
Josiel
Josiel fez um comentário
affz
0 aprovações
Carregar mais