Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner  completo por yanna
50 pág.

Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner completo por yanna


DisciplinaTeologia12.573 materiais29.815 seguidores
Pré-visualização50 páginas
ele nos abriu por meio do véu, isto é, do seu corpo. Temos, pois, um grande sacerdote sobre a casa de Deus.sendo assim, aproximemo-nos de Deus...\u201d (Hebreus 10.19-22).
Jesus é nosso sumo sacerdote que atravessou o véu e permanece na entrada à nossa espera. Jesus \u201cnos precedeu e entrou em nosso lugar, tornando-se nosso sumo sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque\u201d. (Hebreus 6.20. Veja também João 20.17; Atos 1.8-11; 1 João 2.1). Se Ele nos precedeu, isso indica que iremos segui-lo. Ele é o primeiro da ma. Ele abriu o caminho para chegarmos ao Pai!
No Monte da Transfiguração, a glória Shekinah brilhou através do véu da sua carne (Mateus 17.15; João 1.14-18).
As verdades relacionadas ao véu podem ser resumidas da seguinte forma:

O trançado do véu: A beleza deste véu representa a encarnação, a beleza e perfeição da vida do Senhor Jesus. Enquanto Ele estava na terra, enquanto o véu da sua carne permanecia na terra, sua perfeição e sua vida sem pecado nos condenavam. Enquanto Ele estava na terra ainda não desfrutávamos do pleno acesso ao Pai.
O véu de separação: O véu como uma divisória representa o grande muro de separação e inimizade entre Deus e o homem em conseqüência do pecado. O homem não tinha acesso à presença de Deus enquanto a questão do pecado não fosse resolvida. O \u201ccaminho\u201d não havia ainda sido aberto para o homem se aproximar de Deus.
O véu partido: Este véu partido simboliza o corpo partido do Filho de Deus no Calvário. O véu precisava se romper. Cristo deveria morrer. Este véu partido aponta para sua carne partida, através da qual o caminho para o Pai foi restaurado. \u201cEu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim\u201d (João 14.6). No véu partido contemplamos o seu corpo, partido por nós. No trono de misericórdia nós contemplamos o seu sangue, derramado por nós.

Em Cristo nós estaremos ricamente providos quando entrarmos no reino eterno do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2Pedro 1.10-12).

7. Para estudo posterior
O tema do \u201cvéu\u201d nas Escrituras é um rico campo de estudo. Aqueles que desejarem aprofundar seus estudos poderão examinar as seguintes passagens:

1. O véu do Tabernáculo (Êxodo 26.31-35).
2. O véu do Templo (2 Crônicas 3.14)
3. O véu sobre a face de Moisés (Êxodo 34.33-35)
4. O véu da carne de Cristo (Hebreus 10.19,20)
5. O véu da cegueira sobre Israel (2 Coríntios 3.13-16)
6. O véu sobre as nações (Isaias 25.6-9)

O tempo em que cada véu será removido se aproxima, e nós então poderemos contemplá-la face a face (Apocalipse 22.4).

8. Para a entrada da tenda faça uma cortina de linho fino trançado e de fios de tecidos azul, roxo e vermelho, obra de bordador... (Êxodo 26.36)
Na entrada do Lugar Santo havia uma cortina pendurada. Esta cortina era muito semelhante ao véu acima descrito, mas nela faltavam os querubins bordados. Através das Escrituras esta cortina é mencionada de várias formas:

1. Cortina para a entrada da tenda (Êxodo 26.36)
2. A cortina (Êxodo 26.37)
3. Cortina para a entrada do Tabernáculo (Êxodo 36.37)
4. A entrada da Tenda do Encontro (Levítico 1.3).

O Lugar Santo media 10 x 10 x 20 = 2.000 côvados cúbicos, remetendo aos 2.000 anos da Era da Igreja (veja o Apêndice). Esta porta era a única entrada para esses 2.000 côvados cúbicos. O Lugar Santo era exclusivamente reservado para o ministério sacerdotal. O Senhor Jesus diz: \u201cEu sou a porta; quem entra por mim será salvo\u201d (João 10.9). O Senhor Jesus é o único caminho para Deus e para a Igreja. A Igreja é o lugar do ministério sacerdotal, pois nós que estamos em Cristo somos feitos reis e sacerdotes para Deus. O crente tem autorização, como rei e sacerdote, de oferecer sacrifícios espirituais, através de um sacerdócio espiritual, numa casa espiritual (1 Pedro 2.1-9; Apocalipse 1.6)
A porta, portanto, representa o Senhor Jesus Cristo. Os materiais utilizados já revelam esta verdade (os materiais são os mesmos usados no véu. Veja seção 2 deste mesmo capítulo).
Em Cristo encontramos o equilíbrio perfeito entre as quatro cores aqui mencionadas. Ele era Justo (linho fino, branco \u2013 1Coríntios 1.30), celestial (1 Coríntios 15.47), Rei (Lucas 1.30-33) e derramou seu sangue sacrificialmente (Mateus 26.28). Os quatro evangelhos apresentam Jesus simbolicamente nessas cores.

9. Faça ganchos de ouro para essa cortina e cinco colunas de madeira de acácia revestidas de ouro (Êxodo 26.37).
A cortina da porta do Tabernáculo era pendurada em quatro ganchos de ouro, os quais estavam fixados em cinco colunas de madeira de acácia revestidas de ouro. Novamente temos aqui os dois elementos: madeira (humanidade perfeita) e ouro (plena divindade). Esses dois elementos estavam juntos em Cristo, a Palavra (divindade) que se tornou carne (humanidade).
Essa porta deveria ser sustentada por cinco colunas. Cinco é o número da graça de Deus. No Senhor Jesus Cristo nós temos a personificação da graça de Deus, pois \u201ca Lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por intermédio de Jesus Cristo\u201d (João 1.17). Estas cinco colunas podem ser interpretadas de várias formas. Apresentamos as seguintes:

1. Para os santos do Antigo Testamento, o número cinco certamente remetia aos cinco livros da Lei dados por Moisés, ou Pentateuco.
2. Isaías recebeu uma revelação dos cinco títulos incluídos no Nome glorioso de Cristo. \u201cE se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz\u201d (Isaias 9.6 \u2013 ERC).
3. Para a Igreja do Novo Testamento o número cinco também tem um significado especial, pois foi incumbida de sustentar a verdade do Senhor Jesus assim como anunciar a graça de Deus através dos cinco ministérios que lhe foram concedidos: apóstolo, profeta, pastor, evangelista e mestre (Efésios 4.9-16).
4. Cinco é também o número de escritores das epístolas do Novo Testamento: Pedro, Tiago, João, Judas e Paulo. Todos esses foram de fato cinco colunas para a igreja primitiva, sustentando e revelando a verdade sobre o glorioso Filho de Deus de acordo com a graça concedida à Igreja do Novo Testamento (Gálatas 2.8,9).

	Essas cinco colunas da porta do Tabernáculo tinham capitéis (coroas) e ligaduras. Jesus Cristo e seus santos serão coroados com glória e honra (Hebreus 2.9,10) e estarão unidos pelo plano de redenção.

10. Mande fundir para eles cinco bases de bronze (Êxodo 26.37).
Diferentemente das armações do Tabernáculo e das colunas que sustentavam o véu, estas cinco colunas da porta eram fixadas em bases de bronze. Como veremos adiante, o bronze era um elemento característico do pátio, pois era ali que o pecado era julgado. O bronze simboliza o juízo contra o pecado e a desobediência.
Por causa da desobediência de Israel, Deus ameaçou tornar os céus como bronze sobre eles (Deuteronômio 28.23). No Lugar Santo e no Lugar Santíssimo tudo era revestido de ouro. A porta estava localizada na saída do pátio e na entrada do Lugar Santo, de modo que as bases de bronze e as colunas revestidas de ouro permaneciam juntas.
Tudo isso aponta para Jesus, que foi julgado pelos nossos pecados. Ele marca o fim da dispensação da Lei (bronze) e é a porta para a Igreja e para apresente dispensação do Espírito Santo (ouro). As Escrituras dizem que seus pés são como colunas de bronze (Apocalipse 1.15; 10.1; Dnaniel 10.6).
Da mesma forma, aqueles que eram os pilares da igreja primitiva marcaram o fim da dispensação da antiga aliança, e se tornaram instrumentos para o início da dispensação da nova aliança, na qual judeus e gentios se tornam um só Corpo em Cristo.

11. Para o estudioso
Aqueles que têm interesse em se aprofundar nesse tema através das Escrituras verão que se trata de um estudo recompensador. Todas as portas citadas nas Escrituras são figuras de Cristo, que é a porta. Observe os textos a seguir:

1. O sangue aspergido na porta (Êxodo 12.22,23)
2. A porta do Tabernáculo (Êxodo 26.36)
3. A porta do banquete nupcial (Mateus 25.10)
4. A porta aberta colocada diante da Igreja (Apocalipse 3.7,8)
5. Jesus Cristo, a
Diogenes
Diogenes fez um comentário
amigo vc dispõe dos outros dois da coleção ?
0 aprovações
Josiel
Josiel fez um comentário
affz
0 aprovações
Carregar mais