Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner  completo por yanna
50 pág.

Tabernáculo de Moisés Kevin J. Conner completo por yanna


DisciplinaTeologia12.695 materiais30.030 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Messias, a Palavra que se fez carne, o verdadeiro Tabernáculo.
Com relação às 60 colunas, aqueles que desejarem se aprofundar na pesquisa desse tema certamente irão se interessar pelas referências adicionais a seguir:

1. No Templo de Salomão havia duas grandes colunas que receberam os nomes de \u201cJaquim\u201d e \u201cBoaz\u201d. Jaquim significa \u201cEle estabelecerá\u201d e Boaz \u201cnele há força\u201d (2Crônicas 4.12,13; 1Reis 7.15-22). 2. Salomão aparece escoltado por 60 guerreiros, comparados a uma coluna de fumaça (Cantares 3.6,7).

5. Todas as colunas ao redor do pátio terão ligaduras [de prata] (Êxodo 27.17).
As 60 colunas deveriam ser unidas por ligaduras ou hastes de prata. Estas ligaduras tinham a função de dar estabilidade ao conjunto e conservar as colunas alinhadas, impedindo-as de penderem para a direita ou para a esquerda. A prata que havia sobrado da confecção das bases em todo o Tabernáculo foi empregada para fazer os ligamentos, os ganchos e para revestir os capitéis das colunas (parte superior). A quantidade de prata obtida com o preço do resgate dos primogênitos e com o dinheiro da propiciação correspondia a 1.775 sidos de prata (três toneladas e meia; Êxodo 30.16 e 38.25-28).
Como vimos, a prata é representativa da redenção e está relacionada ao preço da expiação ou de uma alma. Todo o Israel tinha que pagar seis gramas (1 /2 sido) de prata como resgate por sua alma. José foi vendido por prata (Gênesis 37.28). O preço de um escravo era avaliado em prata (Êxodo 21.32). Todas essas figuras apontam para aquele que nos resgatou. Todas apontam para aquele que foi vendido por 30 moedas de prata para prover nossa remissão dos pecados (Mateus 27.1-5,9 e Zacarias 11.12,13). \u201c... Não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos... mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito\u201d (1 Pedro 1.18,19).
Portanto, os ligamentos de prata referem-se ao fato de que todos os crentes (colunas), apesar de se manterem individualmente nas bases de bronze, estão ligados pelo sangue expiatório e redentor de Jesus Cristo (ligamentos de prata). Os ligamentos de prata representam a mesma verdade encontrada no \u201ccordão vermelho\u201d citado em outras passagens das escrituras. O \u201ccordão vermelho\u201d também aponta para o fato de que é o sangue de Jesus que une todos os crentes de todas as épocas as (Josué 2.18).
Com relação aos 60 homens citados na genealogia de Cristo, o que os unia era a fé no sangue, conforme revelado por Deus em sua aliança com eles. Os homens que viveram durante a dispensação do Bronze estavam todos sob a aliança com Deus. E enquanto eles permaneceram num relacionamento de aliança diante de Deus, eles foram unidos pelo mesmo laço. Todos tiveram seus pecados justificados através da morte substitutiva de Jesus. Eles foram justificados pela fé, apoiando-se na justiça de Deus (cortinas de linho). Todos foram homens redimidos pelo sangue da propiciação. São esses homens que fazem parte da notável genealogia do Messias.
O número 60 combina o significado do número do homem (6) ao número da Lei (10).

6. ... terão... ganchos de prata (Êxodo 27.17).
Na parte de cima das 60 colunas deveria haver ganchos de prata sobre os quais as cortinas de linho fino seriam penduradas. Esses ganchos deveriam sustentar as cortinas e mantê-las afastadas do chão e da corrupção da terra. Da mesma forma, os crentes devem sustentar o padrão de justiça de Deus aqui na terra. Eles devem conservar a mesma justiça que Cristo manifestou em sua caminhada na terra. Esta é a justiça atribuída aos santos e manifestada em suas vidas. Essa justiça deve ser confirmada pelo modo como vivemos, e é extremamente necessária para dar testemunho da santidade de Deus (linho fino) a esta geração. Esta é a \u201cjustiça que vem pela fé\u201d de que Paulo fala no capítulo 4 de Romanos.

7. ... e o topo das colunas também eram revestidos de prata... (Êxodo 38.17)
O topo das colunas deveria ser revestido de prata. Este topo era o \u201ccapitel\u201d ou parte superior da coluna, uma espécie de coroa no alto da coluna, apontando para o fato de que os santos são coroados de glória no plano da redenção. Os santos devem usar o capacete da salvação (Efésios 6.17). Jesus foi coroado com uma coroa de espinhos por aqueles a quem Ele veio redimir (Marcos 15.17). Os espinhos representam o produto de uma terra amaldiçoada. Jesus, desejando remover esta maldição, tornou-se maldição em nosso lugar. Ao humilhar-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, Jesus foi exaltado à mais alta posição (Filipenses 2.9) e coroado com glória e honra (Hebreus 2.7-9). Ao ser coroado, Cristo conquistou para nós uma coroa de ouro. Em Cristo, os santos do Antigo Testamento tiveram sua coroa de alegria também, pois compartilharam do fruto do sacrifício de Cristo. A arca, a mesa, o altar do incenso, todos tinham coroas de ouro. As colunas do Tabernáculo eram coroadas de prata.

As Escrituras mencionam várias coroas, entre elas:

A coroa da vida (Tiago 1.12; Apocalipse 2.10; 3.11).
A coroa do ganhador de almas (Filipenses 4.1)
A coroa de alegria (1 Tessalonicense 2.19)
A coroa da justiça (2 Timóteo 4.8)
A coroa de glória (1 Pedro 5.4)

Nota: para estudo posterior, analise os seguintes versículos: Apocalipse 4.4,10; 12.1 e 14.14.

8. ... e bases de bronze (Êxodo 27.17).
Estas 60 colunas deveriam ser fixadas em bases de bronze. Como veremos mais adiante, o bronze era o metal que mais se destacava no pátio. Essas colunas eram fixadas em bases de bronze, as bases da porta deveriam ser de bronze, as estacas do pátio eram de bronze. O bronze deveria ser trazido ao Senhor como oferta voluntária (Êxodo 25.3; 35.5,16). Por ser usado no pátio, o bronze era o primeiro metal que os israelitas viam quando se aproximavam do tabernáculo.
Como já vimos, o bronze simboliza a autoridade e o juízo contra o pecado e a desobediência (Deuteronômio 28.15-23; Levítico 26.19). Para os israelitas, esta era a primeira verdade com a qual eles deveriam lidar, isto é, o fato de que o pecado deve ser julgado.
	O bronze é também associado ao Espírito Santo, que é um Espírito de julgamento e Espírito de fogo (Isaias 4.4). É ministério de o Espírito Santo convencer os homens do pecado, da justiça e do juízo (João 16.8-11).
As bases de bronze das colunas estão relacionadas aos pés. Cristo é caracterizado no livro de Ezequiel como um homem cuja aparência era como de bronze (40.3). Cristo é também descrito como tendo pés de bronze (Daniel 10.6; Apocalipse 1.15; 2.18 e 10.1), pois Ele vai julgar o pecado de seu povo, a Igreja.
Enquanto a Igreja permanece \u201cem Cristo\u201d, ela também tem pés de bronze. A Igreja é chamada de Sião, e irá receber cascos (pés ou bases) de bronze (Miquéias 4.12,13). A Igreja deve ser um lugar de juízo. Sem dúvida, o juízo começa na casa de Deus (1 Pedro 4.17).

9. Todos os utensílios para o serviço do tabernáculo, inclusive todas as estacas da tenda e as do pátio, serão feitos de bronze (Êxodo 27.19).
Finalmente, vemos que havia estacas de bronze e cordas para as cortinas do Tabernáculo, assim como para as colunas e cortinas do pátio (Êxodo 35.18; 38.20,31). Essas estacas e cordas eram também usadas na porta do pátio (Êxodo 39.40; Números 3.26,37; 4.26,32).
As cordas provavelmente eram feitas de linho trançado grosso. Sua função era proporcionar estabilidade às colunas, ajudando a mantê-las firmes em seus lugares mesmo durante as tempestades do deserto. Com relação ao Senhor Jesus Cristo, a corda nos fala de sua graça e de seu amor. Em Oséias 11.4 está escrito que quando Israel era criança, Deus o conduziu \u201ccom laços [cordas] de bondade humana e de amor\u201d. Assim, as cordas nos falam do amor e da graça de Deus que mantêm o crente firme.
As estacas eram semelhantes às estacas da tenda. Esta palavra no hebraico pode também ser traduzida por \u201cprego\u201d (Juizes 4.21,22; 5.26 \u2013 KJV). Em textos proféticos das Escrituras, Jesus é comparado a uma \u201cestaca\u201d: \u201cEu o fincarei como uma estaca em terreno firme; ele será para o reino de seu pai um trono de glória\u201d
Diogenes
Diogenes fez um comentário
amigo vc dispõe dos outros dois da coleção ?
0 aprovações
Josiel
Josiel fez um comentário
affz
0 aprovações
Carregar mais