exercicios

@fundacoes-e-contencoes ESTÁCIO

Pré-visualização

indicar as prováveis
classificações pela USCS e AASHTO: 

− 50% retido na peneira 4.
− 35% retido na peneira 200.
− Finos exibindo plasticidade média a alta.
− Resistência dos torrões secos média a alta.

36) Fale sobre a influência do clima no tipo de intemperismo. Quais os principais
agentes dos intemperismo físico e químico? Quais as características principais dos solos
formados por um ou outro tipo de intemperismo? 

37) Dois solos possuem uma mesma percentagem de partículas com diâmetro
inferior a 2µ: 15%. Sabe−se que no primeiro solo há uma predominância de argilo−minerais
do tipo 1:1, enquanto que no segundo é predominante a presença de argilo minerais do tipo
2:1. O que se pode esperar destes solos em termos de plasticidade e atividade dos argilo−
minerais?

38) Para o solo cujas características são dadas abaixo, indicar as prováveis
classificações pela USCS e AASHTO: 

− 20% retido na peneira 4.
− 20% passando na peneira 200.
− Finos exibindo plasticidade média a alta.
− Alta resistência dos torrões secos ao ar.

39) Esboce curvas granulométricas típicas para um solo bem graduado e para uma
areia siltosa uniforme. Para cada curva desenhada, determine o seu coeficiente de
uniformidade e o seu diâmetro efetivo (d10).



40) Escreva uma pequena nota sobre "métodos de determinação dos limites de
Atterberg".

41) Uma amostra de solo seca em estufa com massa de 189g é colocada em um
picnômetro o qual é então cheio com água. O peso total do picnômetro com água e solo é de
1581gf. O picnômetro cheio somente com água pesa 1462g. Determine o peso específico das
partículas sólidas do solo (γs).

42) Em uma análise de sedimentação, 50 g de solo seco da fração fina foi
misturada em água de modo a formar um litro de uma suspensão homogênea. Uma pipeta
com capacidade para 10 cm3 foi utilizada para obter uma amostra da suspensão a uma
profundidade de 10cm decorridos 40min do início do processo de sedimentação. O peso de
sólidos na pipeta foi de 0,20g. Determine as coordenadas do ponto correspondente na curva
de distribuição granulométrica. Assuma γs = 27 kN/m3.

43) Uma argila apresenta uma resistência à compressão simples de 180 kN/m2 no
estado indeformado e 18 kN/m2 após remoldagem conservando−se o mesmo valor de
umidade saturada. Classifique o solo com respeito a sua sensibilidade e indique, de maneira
sucinta, as prováveis características estruturais do mesmo.

44) Quais os procedimentos utilizados na obtenção dos limites de liquidez e de
plasticidade?. Cite as principais características de cada estado de consistência do solo e os
índices de consistência que os separam. Para que serve o índice de consistência de um
determinado solo?. (2,0)

45) Descreva um perfil típico de solo residual, citando as principais características
de cada horizonte. Como deve variar a resistência à compressão simples de um solo residual
ao longo de seu perfil de intemperismo? Com relação aos ensaios de laboratório, que
horizontes de solo residual apresentam maiores problemas quanto à representatividade das
amostras? Porque? 

46) Diferencie os termos "estrutura do argilomineral" e "estrutura do solo" e diga
como estes influem no comportamento do solo .

47) Você dispõe de três amostras de solo, classificadas pela AASHTO como A3,
A7−5 e A7−5 novamente, sendo que este último é de natureza laterítica. Desenhe curvas de
compactação comparativas para estes solos, uma comparando o solo A3 com o a7−5 (não
laterítico) e outra comparando os dois solos A7−5, mas de diferentes gêneses geológicas (um
de natureza laterítica e o outro não).

48) Quais as principais diferenças entre os procedimentos para obtenção da curva
granulométrica utilizados na caracterização de agregados para a construção civil e aqueles
utilizados na caracterização dos solos?

49) Para que serve o ensaio de sedimentação? Descreva os procedimentos de
laboratório utilizados na realização do mesmo.

50) Quais as principais diferenças entre os grupos A1 e A2 da AASHTO? Que
grupos você escolheria na SUCS para obter comportamento de engenharia análogo?



51) Fale, de maneira sucinta, como devem variar as propriedades de engenharia
dos solos (permeabilidade, compressibilidade e resistência) quando passamos dos grupos A1 e
A3 para os grupos A2, A4, A5, A6 e A7, nesta ordem, na classificação da AASHTO?

52) Descreva três procedimentos de identificação tátil visual e como estes são
utilizados na classificação dos solos.

53) Para que servem as linhas A e U da carta de plasticidade de Casagrande?

54) Cite os principais índices caracterizadores de uma curva granulométrica
indicando a sua função na caracterização dos solos.

55) Quais os processos utilizados na obtenção da curva granulométrica de solos
em laboratório? Explique o procedimento e/ou a teoria envolvida em cada processo. Comente
como os resultados devem ser apresentados, quais os índices caracterizadores obtidos nesta
curva e o que cada um representa.

56) Diferencie solos colapsíveis de solos expansivos. Quais os principais
problemas de engenharia relacionados com estes solos e que cuidados podemos tomar para
evita−los?

57) Quais as principais características dos grupos A−2−6 e A−2−7 (AASHTO) e
SC e GC (SUCS)? Em se tratando de solo laterítico, e estando estes solos próximos ao local
de execução da obra, que procedimentos seria interessante adotar?

58) Ordene as possíveis classificações da SUCS segundo o valor de
permeabilidade esperado para cada grupo.

59) O que você entende por laterização? O que você acha do uso de classificações
como a USCS e AASHTO para solos de comportamento tipicamente laterítico?. Um
determinado solo foi classificado como SW (USCS) e A3 (AASHTO). Você usaria este solo
como base de um pavimento rodoviário?. Um outro solo, de comportamento laterítico, foi
classificado pela AASHTO como A6. A distância de transporte de todas as outras áreas de
empréstimo é tal que oneraria em muito a construção de seu aterro rodoviário. Que
providência poderiam ser tomadas no sentido de viabilizar o uso deste solo.



Índices Físicos
1) − Uma amostra de areia totalmente seca enche um cilindro de metal de 200 cm3

e pesa 260 g. Tendo−se γs = 26 kN/m3 calcule o seu índice de vazios e sua porosidade.
R − e = 1

2) − A umidade de um solo saturado é de 40%. O peso específico de suas
partículas sólidas (γs) vale 26,5 kN/m3. Calcule seu índice de vazios, seu peso específico e seu
peso específico seco.

R − e=1,06 e γm 18 kN/m3.

3) − Em um solo parcialmente saturado temos: e = 1,2; w = 30%; γs = 26,6 kN/m3
Calcule γ

 

 γd e Sr.
R − γ

 

 = 15,7 kn/m3 e γd = 12,10 kN/m3

4) − Uma amostra de solo tem massa de 122g e um peso específico de 18,2
kN/m3. O peso específico dos solos é de 26,3 kN/m3. Se depois de secada em estufa a amostra
passa a apresentar uma massa de 104g, quais serão os seus volumes iniciais de sólidos e de
ar? 

R − Va = 7,9 cm3 e Vs = 41,1 cm3.

5) − Uma amostra de argila saturada pesa 1526g e 1053g depois de levada em
estufa. Calcule sua umidade. Considerando−se γs  = 27 kN/m3. Calcule e, n, e γ.

R − w = 45%; e = 1,22; n = 0,55 e γ =1,78. 

6) − Uma amostra quartzosa típica tem 45 cm3 quando está úmida e pesa 80g.
Depois de secada em estufa pesa 70g. Supondo um γs adequado calcule w, Sr, e, γs, γ γd.

R − w = 14,3%; Sr = 54%; e = 0,7; γs 26,5 kN/m3; γ = 17,8kN/m3; γd =
15,5kN/m3.

7) Em um solo parcialmente saturado temos: γs = 26 kN/m3; e = 1,0 e γ = 1,6.
Calcule Sr, n, w e γd.

R − Sr = 60%; n = 50%; w =23% e γd = 13 kN/m3.

8) Em um solo parcialmente saturado temos: e = 1,0; w = 32%; γs = 27 kN/m3
Calcule Sr; γ; γsub; γd e n.

R − γ= 17,8 kN/m3; Sr = 86,5%; γsub = ?; γd = 13,5 kN/m3 e n = 50%.

9) Para a construção de uma barragem de terra é previsto um volume de
300.000m3 de terra, com um índice de vazios de 0,8. Dispõem−se de três jazidas, as quais são
designadas por A, B e C. O índice de vazios do solo de cada
virtual fez um comentário
  • Gabarito
    • 0 aprovações
    Ramon Brito fez um comentário
  • e o gabarito?
    • 9 aprovações
    Carregar mais