A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
60 pág.
Psicologia Aplicada a Saude U1

Pré-visualização | Página 11 de 15

hipotética) será a troca de 
conhecimento dos diversos profissionais e a contribuição 
destes para a tomada de decisão frente ao problema 
apresentado. Vejamos uma solução possível: Dona Marina 
tem 48 anos, é separada, mora em uma grande cidade 
brasileira com sua filha de 8 anos de idade. Está internada 
para realizar um transplante de pele em função de um 
câncer. Após a visita médica, Dr. Raul reuniu os profissionais e 
informou que percebeu Dona Marina muito ansiosa, temendo 
esse estado emocional no pós-operatório, pois retardaria sua 
recuperação. O psicólogo diz ter identificado que a causa 
de tal ansiedade é o fato de a filha faltar à escola durante o 
período de internação da paciente, pois esta não conta com 
ninguém que possa levar e buscar a criança. A enfermeira 
toma a palavra e informa que a paciente se mostrou apática 
e recusou a alimentação. Informou também que solicitou ao 
nutricionista mudar a alimentação da paciente tornando-a 
mais atrativa à paciente. A assistente social disse que vai entrar 
em contato com o ex-marido de D. Marina ou identificar outro 
familiar que possa cuidar da criança durante a internação. 
Solicitou um carro com a ideia de trazer a garota para visitar a 
mãe. Com isso, pretende tranquilizar a paciente e diminuir seu 
sofrimento, além de conseguir sua colaboração no delicado e 
longo período de cuidados pós-operatório.
Conceitos básicos de Psicologia e saúde
U1
42
A interdisciplinaridade acontece quando diversos elementos, recursos 
ou profissionais de duas ou mais disciplinas são somados e favorecem 
a compreensão de um fenômeno, no caso o quadro geral da paciente.
Lembre-se
Agora inclua a participação de mais dois profissionais em sua 
apresentação. Informe a formação e a participação de cada um deles. 
Considere o contexto apresentado.
Faça você mesmo
Faça valer a pena
Agora você vai aplicar o conhecimento adquirido ao longo desta seção. 
Responda as questões seguintes e entenda como foi seu processo de 
aquisição de informação durante da Seção 1.3.
1. A interface da psicologia com outras disciplinas é justificada em função 
de um dos aspectos relacionados a seguir. Assinale a alternativa correta.
a) Para limitar a visão do estado de saúde ao fato que o gerou.
b) Pela complexidade que caracteriza o indivíduo e a sociedade 
contemporânea. 
c) Em função da burocracia que impõe ao psicólogo trabalhar em equipe.
d) Para dividir a responsabilidade dos erros ou acertos com todos os 
profissionais da equipe de saúde.
e) Para sustentar a visão fragmentada que caracterizou o pensamento 
moderno presente também no modelo biomédico.
2. Qual das alternativas seguintes define psicologia hospitalar? 
a) Área que busca aumentar a compreensão da doença.
b) Área da psicologia que não se comunica com as demais áreas da disciplina.
c) Área de entendimento e tratamento dos aspectos psicológicos em 
torno do adoecimento.
d) Área que busca cumprir os protocolos burocráticos do adoecimento.
e) Área que busca tratar a coletividade a partir dos fenômenos sociais.
Conceitos básicos de Psicologia e saúde
U1
43
3. Marque a alternativa correta.
a) Psicologia da saúde é o termo usado, no Brasil e no mundo, para 
designar qualquer atividade desempenhada dentro do hospital.
b) No Brasil, a psicologia hospitalar iniciou com o atendimento de pacientes 
infantis que não aderiam às recomendações médicas no pós-operatório.
c) A psicologia da saúde atua a partir da educação e da atenção integral ao 
indivíduo em oposição ao modelo biopsicossocial.
d) Tanto a psicologia hospitalar quanto a psicologia da saúde atuam de 
acordo com o modelo biomédico.
e) O psicólogo hospitalar atua nas comunidades por meio da visitação às 
famílias de pacientes internados.
Conceitos básicos de Psicologia e saúde
U1
44
Conceitos básicos de Psicologia e saúde
U1
45
Seção 1.4
Cuidado em saúde
Diálogo aberto 
Prezado aluno,
Estamos finalizando a unidade de ensino denominada “Conceitos básicos da 
Psicologia e Saúde”. Esta unidade se iniciou com a apresentação da história da 
Psicologia desde seu surgimento. Também foi revelado que seu objeto de estudo 
é o comportamento humano. Em seguida, mostraram-se algumas abordagens 
psicológicas e os modelos biomédico e psicossocial foram, além da discussão 
sobre o papel da psicologia e suas interfaces na área da saúde. Na sequência você 
foi apresentado à Psicologia Hospitalar, à Psicologia da Saúde e ainda aos princípios 
que orientam a atuação dos profissionais da área da saúde, como: promoção, 
prevenção e reabilitação da saúde. Agora a Seção 1.4 traz o papel da Psicologia 
na humanização em assistência à saúde e também conceitos relevantes nesse 
campo, como: acolhimento, encaminhamento e acompanhamento de pacientes. 
Todos esses conceitos foram pensados para compor um programa de formação 
robusto para o profissional que busca trabalhar com o ser humano, em especial 
para quem pretende atuar no campo da saúde.
Como esses temas apresentam relação entre si, o desafio que lançamos 
ao aluno Carlos é localizar, portanto, essa interação ao preparar o seminário 
desta seção. Essa linha de raciocínio o levará a preparar uma apresentação que 
contemplará um encadeamento lógico de ideias à medida que mostra como os 
diversos temas se complementam. Portanto, a apresentação de Carlos contribuirá 
para formá-lo um profissional com habilidade para expressar ideias de forma clara, 
e coerente, encadeando-as a partir de uma sequência lógica, o que fortalecerá 
seus argumentos. Para tanto, é recomendado que Carlos recorra ao material das 
seções anteriores. 
A habilidade de perceber a integração dos temas e transmiti-la aos seus 
colegas, por meio da apresentação do seminário, servirá também para prepará-
lo para elaborar outros tipos de apresentações que o mercado de trabalho exige. 
Então aproveite! Ao mesmo tempo, Carlos vai adquirir novos conhecimentos e 
desenvolver a habilidade de realizar boas apresentações.
Agora vamos mergulhar em novos conceitos e concluir esta unidade. Sucesso!
Conceitos básicos de Psicologia e saúde
U1
46
Não pode faltar 
A Psicologia tem participado significativamente da humanização em assistência 
à saúde. Contudo, antes de tratarmos das diversas formas como a psicologia 
atua nessa questão faz-se necessário conhecer aspectos comuns a todos 
os profissionais da saúde. Afinal, o trabalho da psicologia ocorre por meio das 
interfaces que estabelece com outras disciplinas, como vimos na Seção 1.3.
O Programa Nacional de Humanização da Atenção Hospitalar (PNHAH) foi 
implantado no período de 2000 a 2002 com a criação de comitês de humanização 
que tinham como objetivo de aumentar a qualidade da atenção ao usuário e 
ao trabalhador do sistema público de saúde. Em seguida, a Política Nacional de 
Humanização (PNH) e a Política de Humanização da Assistência à Saúde (PHAS) 
foram consolidadas no ano de 2003, ambas com o objetivo de criar novas 
perspectivas para trabalhar a saúde a partir de um contexto mais humanizado 
(ANGNES; BELLINE, 2006). 
Humanização significa reconhecimento do protagonismo dos sujeitos que 
estão inseridos no contexto da saúde, como usuários, trabalhadores e gestores. 
Significa também reconhecer a corresponsabilidade entre esses atores, pois têm 
papeis solidários, direitos e participam de forma coletiva da gestão desse cenário 
(DESLANDES; MITRE, 2009 apud FIGUEIREDO et al. 2015). Humanização é, 
portanto, uma ideia a partir da qual se deve desenvolver concepções e princípios 
que favoreçam uma prática peculiar. Portanto, não se trata de um conceito 
fechado, mas de uma ideia em franco desenvolvimento.
A humanização em saúde defende a essência do indivíduo e o respeito à 
subjetividade. Para Pessini Bertachini (2004), esse conceito somente será aplicado 
quando os diversos