A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
APOL 3

Pré-visualização | Página 1 de 1

O trecho da música ”Nos bailes da vida”, de Milton Nascimento, ”todo artista tem de ir onde o  povo está”, é antigo, e a música, de tão tocada, acabou por se tornar um estereótipo de tocadores de violões e de rodas de amigos em Visconde de Mauá, nos 1970. Em tempos digitais, porém, ela ficou mais atual do que nunca. É fácil entender o porquê: antigamente, quando a informação se concentrava em centros de exposição, veículos de comunicação, editoras, museus e gravadoras, era preciso passar por uma série de curadores, para garantir a publicação de um artigo ou livro, a gravação de um disco ou a produção de uma exposição. O mesmo funil, que poderia ser injusto e deixar grandes talentos de fora, simplesmente porque não tinham acesso  às ferramentas, às pessoas ou às fontes de informação, também servia como filtro de qualidade. Tocar violão ou encenar uma peça de teatro em um grande auditório costumava ter um peso muito maior do que fazê-lo em um bar, um centro cultural ou uma calçada. Nas raras ocasiões em que esse valor se invertia, era justamente porque, para uso do espaço ”alternativo”, havia mecanismos de seleção tão ou mais rígidos que os do espaço oficial.
 
RADFAHRER, L. Todo artista tem de ir aonde o povo está. Disponível em: http://novo.itaucultural.org.br Acesso em: 29 de julho de 2014 (adaptado).
 
A partir do texto acima,  avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
I - O processo de evolução tecnológica da atualidade democratiza a produção e a divulgação de obras artísticas, reduzindo a importância que os centros de exposição tinham nos anos 1970.
PORQUE
II - As novas tecnologias possibilitam que artistas sejam independentes, montem seus próprios ambientes de produção e disponibilizem seus trabalhos, de formas simples, para um grande número de pessoas.
 
A respeito dessas asserções, assinale a opção CORRETA
	
	A
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I. 
	
	B
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é
 uma justificativa correta da I.
	
	C
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
	
	D
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
	
	E
	As asserções I e II são proposições falsas.
O trabalho de Karl Marx se desenvolveu na busca pela compreesão de como o homem se forma em sociedade. Para essa compreensão baseou-se na análise da maneira como os bens necessários são produzidos para que o homem mantenha sua sobrevivência. Na busca por compreender a relação entre o homem e suas obras, Marx almejava descobrir leis gerais da sociedade capitalista. 
Assinale a alternativa que apresenta de forma correta a lei geral da sociedade capitalista para Marx.
	
	A
	A mais valia
	
	B
	O modo de produção
	
	C
	A dominação
	
	D
	A luta de classes
As classes sociais emanam a partir da divisão social do trabalho. De acordo com Paixão (2012, p.92), a classe social define-se a partir da inserção dos indivíduos na produção da vida material, ou seja, o que os indivíduos são no momento do trabalho. 
Assinale a alternativa que apresenta de forma correta as classes sociais a partir da visão marxista.
	
	A
	Existem três classes sociais, a alta, a média e a baixa.
	
	B
	Existe a classe social dos detentores dos meios de produção e a classe social 
daqueles que vendem a sua força de trabalho.
	
	C
	Existem as classes sociais dos trabalhadores, dos artesãos e dos capitalistas.
	
	D
	Existem as classes sociais dos capitalistas e dos socialistas.
A natureza é movida a energia solar.
                   A natureza usa apenas a energia de que precisa.
                        A natureza adapta a forma à função.
                                 A natureza recicla tudo.            
A natureza recompensa a cooperação.
   A natureza confia na diversidade.
         A natureza exige especialização geograficamente localizada.
                        A natureza inibe excessos em seu seio.
                  A natureza explora o poder dos próprios limites.
            
                        Disponível em:  BENYUS, Janine. Biomimética – p.15
 
 É um título adequado ao texto acima:
	
	A
	”A natureza é fraca”.
	
	B
	”A natureza jamais se adapta”.
	
	C
	”A natureza é destruidora”.
	
	D
	”A natureza não respeita as diferenças”.
	
	E
	”A natureza é sábia”.
O que está em jogo são novos valores que se incorporem aos processos de inovação e que sejam compatíveis com a capacidade de suporte do planeta. Nesse sentido, não basta às organizações serem inovadoras; elas precisam também ser sustentáveis, entendendo que a palabra sustentável está relacionada com a concepção socioambiental de desenvolvimento e não apenas com o sucesso na obtenção de condições de competitividade. Sustentabilidade deixou de ser um elemento marginal e se tornou atributo de competitividade.
 
                Disponível em: ROCHA Loures, Rodrigo. Sustentabilidade XXI: Educar e inovar sob uma nova consciência. Editora Gente, São Paulo , 2009  p. 95
 
A partir do texto, analise as seguintes afirmações:
 I - Os processos de inovação científica e tecnológica nada têm a ver com qualquer escala de valores.
II - As inovações tecnológicas que não respeitam a sustentabilidade do planeta e a justiça social são nocivos para a humanidade.
III - O desenvolvimento econômico deve levar em conta apenas o critério de competitividade com a concorrência em função do maior lucro possível.
 
É CORRETO o que se afirma em:
	
	A
	I, apenas.
	
	B
	II, apenas.
	
	C
	I e III, apenas.
	
	D
	II e III, apenas.
	
	E
	I, II e III.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.