A ARTE DE AMAR ERICH
99 pág.

A ARTE DE AMAR ERICH


DisciplinaPsicanálise e Psicologia2.245 materiais12.031 seguidores
Pré-visualização31 páginas
marginal. Dentro do alcance deste livro, 
o rumo de tais mudanças apenas pode ser sugerido. (Em The Sane Society, 
Routledge, (Kegan Paul), Londres, tentei tratar detalhadamente deste problema.) 
Nossa sociedade é dirigida por uma burocracia gerencial, por políticos 
profissionais; o povo é motivado pela sugestão dá massa, seu alvo é produzir 
mais e consumir mais, como finalidades em si. Todas as atividades se 
subordinam a metas econômicas; os meios tomaram-se fins; o homem é um 
autômato \u2014 bem alimentado, bem vestido, mas sem qualquer preocupação 
última pelo que constitui sua qualidade e função peculiarmente humanas. Para 
que o homem seja capaz de amar, deve ele ser colocado em seu lugar 
supremo. A máquina econômica deve servi-lo, em vez de servir-se dele. Deve 
ele ficar capacitado a compartilhar da experiência, a compartilhar do trabalho, 
em vez de, no melhor dos casos, compartilhar dos lucros. A sociedade deve 
ser organizada de modo tal que a natureza social e amorosa do homem não se 
separe de sua existência social, mas se unifique com ela. Se é verdade, como 
venho tentando mostrar, que o amor é a única resposta sadia e satisfatória ao 
problema da existência humana, então qualquer sociedade que exclua, 
relativamente, o desenvolvimento do amor deve, no fim de contas, perecer 
vitimada por sua própria contradição com as necessidade básicas da natureza 
humana. Na verdade, falar de amor não é \u201cpregar sermão\u201d, pela simples razão 
de que significa falar da última e real necessidade de todo ser humano. O 
obscurecimento dessa; necessidade não significa que ela não exista. Analisar a 
natureza do amor é descobrir sua geral ausência hoje em dia e criticar as 
condições sociais responsáveis por essa ausência. Ter fé na possibilidade do 
amor como fenômeno social, e não apenas excepcional-individual, é uma fé 
racional baseada em penetração na própria natureza do homem. 
 
 
FIM 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
http://groups-beta.google.com/group/Viciados_em_Livros 
http://groups-beta.google.com/group/digitalsource