António Rodrigues   Radiestesia Clássica e Cabalística
274 pág.

António Rodrigues Radiestesia Clássica e Cabalística


DisciplinaAstrologia619 materiais2.140 seguidores
Pré-visualização50 páginas
penosos. 
A magia inverte o componente vertical do Campo Vital, tanto em seres 
vivos quanto em ambientes. Como disse de La Foye, a magia é uma inversão da 
ordem natural, é ainda uma transferência, pois o demônio nada cria. A foto de 
uma planta com as raízes para o alto emite magia, forma de ação mágica 
involuntária, já a estrela de cinco pontas do mago emite magia como forma de 
ação voluntária. Papus tinha o cuidado de praticar a magia cerimonial só após a 
execução de exorcismos. 
Ainda dentro do campo das formas, Jean de La Foye constatou que tudo 
que é baseado nas proporções egípcias, ou números irracionais, é mágico, e que 
os dispositivos criados a partir de expressões hebraicas com números inteiros 
não o são mais. 
Os polígonos ímpares isolados emitem em R W cH e em Magia. 
As formas que fazem reagir o pêndulo K Sh Ph ou o "Ilha de Páscoa", o 
Necromancia ou o Shin invertido, sem polaridade definida, devem ser 
consideradas mágicas e serem descartadas. Pode-se no entanto eliminar o 
aspecto nocivo de R W cH, traçando duas retas perpendiculares no centro da 
forma. 
Todas as formas magnéticas adicionam carga, em conseqüência não são 
perigosas, já as elétricas produzem o oposto. 
A rotação do espectro indiferenciado em 180° sobre o testemunho de um 
ser vivo dá-nos a indicação da possibilidade da existência de um estado de 
magia. 
Os livros tradicionais da alquimia foram produzidos por dois tipos 
opostos de escritores: os "caridosos", aqueles que contavam a verdade, 
 
 
211 
se bem que de uma forma velada, e os "invejosos", aqueles que também de uma 
forma velada só contavam mentiras com o intuito de lançar o leitor ávido no 
caminho da perdição. Os livros de magia ocidentais seguiram a mesma 
tradição, levando os ingênuos magos bissextos para algum descaminho do 
oculto. São comuns em tais livros fórmulas e pantáculos mágicos com letras e 
palavras em hebraico, desconfie da maioria. 
Os pêndulos para Radiestesia Cabalística podem serem usados de duas 
formas: a direito, quando suspensos pelo fio do lado superior das letras, ou 
invertidos, quando suspensos ao contrário, pelo lado de baixo das letras, um 
exemplo: Magia, a direito e Anti-Magia com o pêndulo invertido. Nem todas as 
expressões permitem a inversão. 
O Campo Vital e seus cinco componentes (Jean de La Foye) 
O ser vivo e equilibrado não emite de uma maneira sensível e evidente 
o Campo Vital, só em estado potencial. Para detectar, é necessário usar 
artifícios: o polegar dobrado sobre o dedo mínimo, segurar um "canhão" 8 + 10 
+ 5 cm (vida) ou então 8 + 10 + 10 + 24 cm (as vidas), ou ainda manter uma 
folha de planta entre o polegar e o indicador. 
A chamada inversão do Campo Vital, sinal de doença ou magia, 
rotaciona os componentes horizontais e inverte o vertical. 
 
Nó de Vida - presente a oeste em fase magnética. Detecta também o 
estado de vida ou morte conforme se encontra sobre a têmpora esquerda ou 
sobre a área dos buracos do nariz até à boca. No ser humano adormecido, a 
emissão do temporal esquerdo desaparece. Ela é substituída como na morte 
pela emissão pela boca. No entanto, é possível detectar seu estado de vida pela 
emissão de N Ph Sh cH Y H. No animal vivo, encontra-se no alto do crânio e 
especialmente na boca e nas narinas a onda de vida. No animal morto ou sobre 
qualquer representação, sejam fotos ou desenhos, nada se detecta. Esta é a 
morte total, absoluta, diferente dos humanos. 
 
Nó de Vida - presente a leste em fase elétrica. 
 Eq. - presente ao sul em fase magnética. 
 Eq. - presente ao norte em fase elétrica. 
 
 
212 
Shin - componente vertical do Campo Vital. Detectável a direito, ou 
invertido se estiver presente uma doença grave ou um estado de magia, 
encontra-se também algumas vezes em neuroses profundas e psicoses. 
Os três níveis de emissão das ondas de forma (Jean de La Foye) 
A Terra - H hA R Ts (Haarets) - para detecção do nível de 
equivalência físico. Invertido detecta V-e. 
O Sopro de Vida - L N Ph Sh cH Y H - (A Néphesh 
Raïah) - {Gênesis 1. 20), Psiché Viva, Os Animados - para detecção das 
emissões do nível de equivalência vital. - O Campo vital -interfere nos campos 
psíquicos. 
O Espírito - R W cH - (Ruah) - (A) espírito - para detecção do nível de 
equivalência espiritual. Tem uma certa equivalência com o "pneuma" grego ou a 
anima latina, por oposição à psique ou animus. 
Toda emissão espiritual R W cH é imprecisa, por exemplo, um V + m, 
em R W cH não dá uma emissão V + m, mas sim a emissão da palavra Y H W H 
(Jeová = eu sou) com o W não pontuado. Para evitar imprecisões é preciso se 
eliminar o R W cH de todo instrumento (máquina, objeto ou gráfico), 
principalmente quando se pretende usar as EIFs em terapia. 
Detecção de estados de magia 
Comece a investigação sempre pelas palavras de teor mais "leve", 
segundo Bardet basta o fato de "encamisar" um pêndulo com a palavra Shatan e 
em seguida colocar, por exemplo, a "camisa" Magia para falsear a pesquisa. 
O melhor seria ter uma quantidade grande de pêndulos cilíndricos para 
não ser necessário trocar as "camisas" com as palavras. 
Tente pendular o mais rápido possível, sobretudo com as palavras mais 
"pesadas". Existe o risco real de saturar o testemunho com a energia de 
determinada expressão e ter que aguardar um certo tempo para que esta vibração 
se desvaneça. 
O simples fato de pendular determinado testemunho é uma forma de 
ataque à entidade obsediante. 
 
 
213 
Como já dissemos várias vezes, o fato de um pêndulo não 
responder positivamente não significa que uma energia semelhante não 
esteja presente, por exemplo, o pêndulo não gira com Magia e gira com 
Necromancia, que também é um estado de magia. 
Quando o espaço a pendular for muito pequeno (têmpora 
esquerda em foto), use um ponteiro de ferrite com 12 cm de 
comprimento por 0,7 cm de diâmetro, a ponta aguçada sobre a foto. 
Pendule sobre a extremidade oposta do ponteiro. 
Estritamente do ponto de vista mágico, Magia significa também: 
encantamento, feitiçaria. Menina fortemente apaixonada fica em estado 
de encantamento. Um dos casos mais comuns de magia é o de 
automagia, em que a pessoa julgando-se vítima ou perseguida acaba por 
vibrar nesta sintonia. Comida cozinhada por quem reclama, pragueja ou 
desgosta de você provoca magia. Gostar demasiado de crianças 
pequenas provoca "quebrante", outro estado de magia. Estados de magia 
afetam o equilíbrio psicológico e físico. A seguir apresentamos alguns 
tipos: 
\u2022 Inveja muito forte provoca Shin invertido, Magia e 
Necromancia. 
\u2022 Pragas ou maldições com evocação de entidades maléficas 
provocam Shin invertido, Magia, Necromancia e Forças do Mal. 
\u2022 Trabalhos de magia ritual ou cerimonial com evocações e 
oferendas podem gerar: Shin invertido, Magia, Necromancia, Forças do 
Mal, IAVE invertido. 
\u2022 Conforme o ato mágico efetuado e dependendo do panteão 
usado, podem surgir os estados: Um inimigo, Possessão, Demônios, 
outras grafias para Shatan. 
\u2022 A prática da escrita, da pintura e da música mediúnicas é 
acompanhada na maioria das vezes, pelo giro dos pêndulos 
Necromancia e Sh T N - O adversário do Senhor. 
\u2022 A prática do espiritismo provoca Necromancia, em alguns 
casos também Forças do Mal e IAVE invertido. 
\u2022 A leitura de oráculos provoca Magia. Quando o praticante se 
arvora em demiurgo, faz surgir Necromancia, Forças do Mal, IAVE 
invertido e Shin invertido, para si e para o consulente. 
\u2022 Necromancia significa consulta aos mortos. Este tipo de 
"oráculo" é praticado desde as mais remotas épocas. Certas consultas 
aos mortos, representantes astrais de pessoas falecidas, são 
normalmente rapidamente respondidas