Roberto Kant de Lima   Antropologia do Direito
11 pág.

Roberto Kant de Lima Antropologia do Direito


DisciplinaAntropologia Jurídica862 materiais10.523 seguidores
Pré-visualização6 páginas
de 
igual maneira, assim como a sua consequente internalização como 
opção de proteção dos cidadãos, embora direitos nela prescritos se-
jam desigualmente distribuídos entre eles.
Outra consequência desse sistema de aplicação desigual da lei, 
naturalizado entre nós, é a ênfase em mecanismos repressivos de 
controle social. Essa ênfase, que em outros sistemas contemporâne-
os se combina com os chamados mecanismos preventivos, resulta 
numa quase inexistência de processos institucionais de administra-
ção de conflitos que levem em conta a sua natureza. Ao selecionar 
os conflitos que devem ser inseridos na prestação jurisdicional ape-
nas segundo o viés jurídico, o sistema policial/judicial rejeita grande 
parte deles por serem irrelevantes ou de natureza irreconhecível em 
termos jurídicos \u2013 tecnicamente inexistentes. Os efeitos dessa polí-
tica têm sido catastróficos, como se depreende de pesquisas reali-
zadas no âmbito das instituições policiais e judiciais. Ao recusar-se 
a administrar institucionalmente os conflitos, o sistema deixa sua 
administração para a linguagem do confronto pessoal, impondo-a 
como legítima a crianças e adultos, que passam a reproduzi-la em 
sua prática cotidiana (Lima, Eilbaum & Pires, 2010)
Eis, portanto, algumas questões que podem ser levantadas, entre 
muitas outras, com a aplicação do método comparativo da antro-
pologia contemporânea ao estudo do direito no Brasil. Como frisei 
há muitos anos (Lima, 1983), apenas a pesquisa empírica, a reflexão 
50 § antropologia e direito antropologia jurídica § 51
qualificada e acadêmica sobre o campo jurídico, a compreensão dos 
vários significados e das relevantes consequências da existência de 
um pluralismo jurídico, num mesmo Estado e entre os Estados de 
tradição ocidental, inclusive entre aqueles que se filiam à tradição da 
civil Law, poderão trazer luz a esse opaco universo, pleno de para-
doxos implícitos, acobertados pela técnica do contraditório e muitas 
vezes incompatíveis com as definições que um Estado democrático 
de direito preconiza. Espero que esta publicação e a minha contri-
buição atinjam seu objetivo, propiciando um diálogo esclarecido 
entre os profissionais do direito e os profissionais da antropologia, 
por intermédio da produção de um universo comum de questões 
e de discussões, problemáticas obrigatórias, consensos no dissenso, 
um campo de forças (Bourdieu, 1982), enfim, no qual concordemos 
a respeito do que desejamos discordar... 
 
roberto kant de lima
referências bibliográficas
almeida júnior, João Mendes de
(1901) O processo criminal brasileiro. Rio de Janeiro: Typographia Baptista 
de Souza, 1920. 2 vols, 3ª ed.
amorim, Maria Stella de; lima, Roberto Kant de & burgos, Marcelo B. (orgs.) 
(2003) Juizados especiais criminais: sistema judicial e sociedade no Brasil: 
ensaios interdisciplinares. Niterói: Intertexto. 
amorim, Maria Stella de; lima, Roberto Kant de & mendes, Regina Lúcia T. (orgs.)
(2005) Ensaios sobre a igualdade jurídica: acesso à Justiça criminal e direitos da 
cidadania no Brasil. Rio de Janeiro: Lumen Juris.
baptista, Barbara Gomes Lupetti
(2008) Os rituais judiciários e o princípio da oralidade: construção da verdade 
no processo civil brasileiro. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris.
berman, Harold J.
(1983) Direito e revolução: a formação da tradição jurídica ocidental. São Leo-
poldo: Editora Unisinos, 2006.
(2003) Law and Revolution ii: The Impact of the Protestant Reformations on 
the Western Legal Tradition. Cambridge: The Belknap Press/Harvard 
University Press.
bourdieu, Pierre
(1982) A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1987. 2a ed.
(1986) \u201cA força do direito: elementos para uma sociologia do campo jurídico\u201d. 
In: O poder simbólico. Lisboa: Difel/Bertrand Brasil, 1989, p. 209\u201354.
cardoso de oliveira, Luís Roberto
(2002) Direito legal e insulto moral: dilemas da cidadania no Brasil, Québec e 
Estados Unidos. Rio de Janeiro: Relume-Dumará.
davis, Shelton Harold (org.)
(1973) Antropologia do direito: estudo comparativo de categorias de dívida e 
contrato. Rio de Janeiro: Zahar Editores.
eilbaum, Lucía
(2006) \u201cO corpo do acusado: escrita, oralidade e direitos na Justiça Fede-
ral argentina na cidade de Buenos Aires\u201d. In: grossi, Miriam Pillar; 
heilborn, Maria Luiza & machado, Lia Zanotta (orgs.) Antropologia 
e direitos humanos, vol. 4. Blumenau: Nova Letra, p. 243\u2013302. 
(2008) Los \u201ccasos de policia\u201d en la Justicia Federal en Buenos Aires: el pez por la 
boca muere. Buenos Aires: Antropofagía.
ferreira, Marco Aurélio Gonçalves
(2004) O devido processo legal: um estudo comparado. Rio de Janeiro: Lumen Juris.
figueira, Luiz Eduardo
(2008) O ritual judiciário do tribunal do júri. Porto Alegre: Sergio Antonio 
Fabris Editora.
52 § antropologia e direito antropologia jurídica § 53
foucault, Michel
(1973) A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau Editora, 1996.
garapon, Antoine & papadopoulos, Ioannis 
(2003) Julgar nos Estados Unidos e na França: cultura jurídica francesa e 
common Law em uma perspectiva comparada. Rio de Janeiro: Lumen 
Juris, 2008.
geertz, Cliford 
(1973) \u201cDescrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura\u201d. In: A in­
terpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978, p. 13\u201344 
(1981) \u201cO saber local: fatos e leis em uma perspectiva comparativa\u201d. In: 
O saber local. Petrópolis: Vozes, 1998, p. 249\u2013356.
kuhn, Thomas
(1962) A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 2006.
leite, Angela Maria Fernandes Moreira
(2003) Em tempo de conciliação. Niterói: eduff. 
lima, Roberto Kant de
(1983) \u201cPor uma antropologia do direito, no Brasil\u201d. In: falcão, Joaquim 
(org.). Pesquisa científica e direito. Recife: Massangana, p. 89\u2013116.
(1985) A antropologia da academia: quando os índios somos nós. Niterói: 
eduff.
(1986) \u201cLegal theory and judicial practice: paradoxes of police work in Rio 
de Janeiro city\u201d. phd Thesis, Department of Anthropology, Harvard 
University.
(1995) A polícia da cidade do Rio de Janeiro: seus dilemas e paradoxos. Rio de 
Janeiro: Forense.
(2008) Ensaios de antropologia e de direito: acesso a Justiça e processos institu­
cionais de administração de conflitos e produção da verdade jurídica em 
uma perspectiva comparada. Rio de Janeiro: Lumen Juris.
lima, Roberto Kant de Lima (org.)
(2004) Antropolítica, vol. 16, n. 1. Dossiê: políticas públicas, direito(s) e 
justiça(s) \u2013 perspectivas comparativas, Niterói.
lima, Roberto Kant de Lima & mota, Fábio Reis
(2007) Antropolítica, vol. 12, n. 1. Dossiê: democracia, espaço público, estado 
e sociedade em uma perspectiva comparada, Niterói.
lima, Roberto Kant de & varella, Alex
(2001) \u201cSaber jurídico e direito à diferença no Brasil: questões de teoria e 
método em uma perspectiva comparada\u201d, Revista de Ciências Sociais, 
vol. 7, n. 1, Rio de Janeiro, p. 38\u201365.
lima, Roberto Kant de; eilbaum, Lucia & pires, Lenin (orgs.)
(2010) Conflitos, direitos e moralidades em perspectiva comparada. Rio de Ja-
neiro: Garamond. 2 vols. 
mendes, Regina Teixeira
(2010) \u201cDo princípio do livre convencimento motivado: legislação, doutrina 
e interpretação de juízes brasileiros\u201d. No prelo.
merryman, John Henry & pérez-perdomo, Rogelio
(2007) A tradição da civil Law: uma introdução aos sistemas jurídicos da Euro­
pa e da América Latina. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 2009.
mota, Fabio Reis
(2005) \u201cO Estado contra o Estado: direitos, poder e conflitos no processo de pro-
dução da identidade \u2018quilombola\u2019 da Marambaia\u201d. In: lima, Roberto Kant 
de (org.) Antropologia e direitos humanos, vol. 3. Niterói: eduff, p. 133\u201384.
nader, Laura 
(1990) Harmony Ideology: Justice as Control in a Zapotec Mountain Village. 
Stanford: Stanford University Press.
(1993) \u201cControlling processes