UC8   Economia Rural
102 pág.

UC8 Economia Rural


DisciplinaAgroindústria e Agronegócio80 materiais1.346 seguidores
Pré-visualização20 páginas
preços alternativos possíveis em dado 
período de tempo.
 
Uma importante diferença a ser mencionada é entre demanda e 
quantidade demandada. A demanda é relacionada a toda a curva 
de demanda que associa todos os possíveis preços a determinadas 
quantidades de um bem ou serviço no mercado. Já a quantidade 
demandada é um ponto específico da curva de demanda.
De acordo com o exemplo mencionado anteriormente, a curva mostrada na figura representa 
a demanda da carne de frango. Já a quantidade demandada é representada por um ponto 
dessa curva, como os 5 kg de carne de frango que o mercado consume ao preço de R$ 1,00 
por quilo da carne.
Quando há variações no preço do produto ou serviço, a mudança da quantidade demandada 
desse bem ou serviço ocorre ao longo da curva de demanda. 
Economia Rural
39
Veja como isso se dá no exemplo para a demanda de tomate, mostrado na figura a seguir.
Variação na quantidade demandada de tomate
2
R$ 2,50
A
C
R$ 1,00
8 Quantidade
de tomate
Preço do
tomate
Fonte: SANCHES (2015, p. 46).
Observe que, quando o preço do tomate aumenta de R$ 1,00 para R$ 2,50, a quantidade 
demandada do produto diminuiu de 8 para 2 unidades. O movimento ao longo da curva de 
demanda é mostrado pelo movimento do ponto A para o C, permanecendo inalterada a curva 
de demanda de mercado para o tomate.
Deslocamento da curva de demanda 
O deslocamento da curva de demanda ocorre quando há uma mudança nas variáveis que 
influenciam diretamente na decisão de compra do consumidor mantidos os preços do produto. 
Essas variáveis podem ser: 
1. a preferência do consumidor (ou grupo de consumidores);
2. o nível de renda do consumidor;
3. os preços dos bens relacionados, sendo eles complementares ou substitutos; 
4. a qualidade do bem ou serviço.
Curso Técnico em Agronegócio
40
Veja o exemplo de deslocamento da curva de demanda na figura a seguir.
Deslocamento da curva de demanda
0
0,50
1,00
1,50
2,00
2,50
3,00
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
D
D*
Quantidade
Preço (R$)
Fonte: Adaptado de SANCHES (2015, p. 47).
Nesse exemplo, perceba que ocorre um deslocamento da curva de demanda para a direi-
ta, passando de D para D*. Isso significa que, aos mesmos preços, as quantidades deman-
dadas do produto são maiores. Isso ocorre, por exemplo, quando aumenta a renda dos 
consumidores. 
Por fim, vale a pena destacar que as situações de movimento ao longo da curva de demanda e 
o seu deslocamento são acontecimentos distintos, em que o primeiro se relaciona diretamente 
com o movimento na própria curva de demanda e, o segundo, está relacionado com a 
mudança de posição da curva de demanda entre os eixos de preço e de quantidade do 
produto analisado.
2. Oferta 
De acordo com Dallagnol (2008), pode-se conceituar oferta como as várias quantidades de 
bens e serviços que os vendedores estão dispostos a oferecer para o mercado a diferentes 
preços em um determinado período de tempo. Assim, a oferta de mercado para um determi-
nado bem ou serviço é obtida a partir do somatório de todas as ofertas individuais em uma 
dada região e em um determinado período de tempo a diferentes níveis de preços.
Economia Rural
41
Os principais fatores que influenciam a decisão do vendedor em ofertar determinado tipo de 
bem ou serviço são:
\u2022 o preço do bem ou serviço: quanto maior for o preço do bem ou serviço no mercado, 
mais dispostos os vendedores (empresas) estarão a produzir e a comercializar o bem ou 
serviço no mercado;
\u2022 o custo dos fatores de produção (recursos produtivos): caso o custo dos fatores de 
produção (capital, terra e trabalho) seja inferior à receita gerada a partir da venda dos bens 
ou serviços produzidos pela empresa, o vendedor estará disposto a ofertar os produtos e 
serviços na economia, uma vez que terá ganhos (lucro) com a venda. O principal objetivo 
das empresas é o lucro, que só é gerado quando a receita total é maior que o custo total 
de produção da firma. 
Lei da Oferta
 
A oferta é representada pelas várias quantidades de bens e ser-
viços que os vendedores estarão dispostos e aptos a vender em 
função dos vários níveis de preços possíveis e em um determinado 
período de tempo.
Pela Lei da Oferta, com tudo o mais mantido constante (ceteris paribus), quando o preço de um 
bem aumenta, sua quantidade ofertada aumenta, ou, quando o preço diminui, a quantidade 
ofertada diminui. 
Veja um exemplo: 
Preços e quantidades ofertadas de carne de frango
Preço (R$/kg \u2013 real/quilo) Quilos (kg/semana)
5 5
4 4
3 3
2 2
1 1
Fonte: Elaborado pelo autor.
Curso Técnico em Agronegócio
42
Observe que, quando o preço do quilo da carne de frango for R$ 5,00, a quantidade de carne 
que os vendedores estarão dispostos a vender será de 5 kg.
Por outro lado, quando o preço do quilo da carne do frango for R$ 1,00, a quantidade de carne 
que os vendedores estarão dispostos a vender será de 1 kg.
 
Quando a carne de frango tem preço menor (ou é mais barata), os 
vendedores se dispõem a vender uma quantidade menor de produto. 
Esse exemplo também pode ser aplicado para uma situação de merca-
do considerando o grupo de vendedores de determinada região.
Por meio dos valores apresentados na tabela anterior, é possível apresentar a curva de oferta 
da carne de frango desse exemplo. 
Curva de oferta da carne de frango
1
5
1 5 Quantidade
Preço (R$)
Assim, a curva de oferta relaciona as quantidades de um bem que os vendedores ofertarão 
aos vários preços alternativos possíveis em um dado período de tempo. 
Fique atento para a diferença entre oferta e quantidade ofertada:
\u2022 A oferta é relacionada a toda a escala que determina todos os possíveis preços a 
determinadas quantidades de um bem ou serviço. Ela é representada por toda a extensão 
da curva de oferta. 
\u2022 A quantidade ofertada é um ponto específico da curva de oferta. É uma determinada 
quantidade ofertada a um determinado preço, como, por exemplo, os 5 kg de carne de frango 
que os vendedores oferecem à venda quando o preço é de R$ 5,00 por quilo da carne.
Economia Rural
43
Quando ocorrem variações no preço do produto ou serviço, a mudança da sua quantidade 
ofertada ocorre apenas ao longo da curva de oferta.
Veja como isso ocorre com um exemplo para a oferta de tomate:
Variação na quantidade ofertada de tomate
1
R$ 3,00
A
C
R$ 1,00
5 Quantidade
de tomate
Preço do
tomate
Fonte da imagem: SANCHES (2015, p. 48).
Observe que, quando o preço do tomate aumenta de R$ 1,00 para R$ 3,00, a quantidade 
ofertada do produto aumenta de 1 para 5 unidades. O movimento ao longo da curva de 
oferta é mostrado pelo movimento do ponto A para o C.
Deslocamento da curva de oferta
O deslocamento da curva de oferta é explicado quando ocorre uma mudança nas variáveis 
que influenciam a expectativa dos empresários em produzir e comercializar bens e serviços 
para a sociedade mantidos os níveis de preços. 
Podem ser variáveis: 
1. a tecnologia; 
2. as condições climáticas; 
3. o suprimento de insumos necessários para a produção dos bens ou serviços; 
4. os impostos e/ou subsídios do governo.
Curso Técnico em Agronegócio
44
Veja, adiante, um exemplo de deslocamento da curva de oferta.
Deslocamento da curva de oferta
0
0,50
1,00
1,50
2,00
2,50
3,00
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
O
O*
Quantidade
Preço (R$)
Fonte da imagem: Adaptado de SANCHES (2015, p. 48).
Esse exemplo mostra um deslocamento da curva de oferta para a direita, o que significa que, 
mantidos os preços, as quantidades ofertadas no mercado serão maiores. Isso pode ocorrer 
em consequência de mudanças tecnológicas que possibilitem o aumento da produção com 
os mesmos custos. 
Por fim, vale a pena destacar que as situações de movimento