UC8   Economia Rural
102 pág.

UC8 Economia Rural


DisciplinaAgroindústria e Agronegócio80 materiais1.346 seguidores
Pré-visualização20 páginas
ao longo da curva de oferta e o 
seu deslocamento são acontecimentos distintos, em que o primeiro se relaciona diretamente 
com o movimento na própria curva de oferta e, o segundo, está relacionado com a mudança 
de posição da curva de oferta entre os eixos de preço e de quantidade do produto analisado.
3. Equilíbrio de mercado
O equilíbrio se refere às condições do mercado que, uma vez atingidas, tendem a se manter. 
Em Economia, isso ocorre quando a quantidade demandada de um bem no mercado, em dada 
unidade de tempo, iguala-se à quantidade ofertada desse bem nessa mesma unidade de tempo. 
O equilíbrio ocorre quando há uma interseção das curvas de demanda e 
de oferta do mercado, ou seja, é o ponto no qual as curvas se cruzam. 
O preço representado no local em que as curvas se cruzam é chamado de preço de equilíbrio 
(também denominado de \u201cpreço de ajustamento de mercado\u201d), e a quantidade do bem ou 
serviço comercializado no mercado é denominado de quantidade de equilíbrio.
Nessa situação, ao preço de equilíbrio, a quantidade demandada do bem é exatamente igual 
à quantidade ofertada do mesmo bem no mercado. 
Economia Rural
45
Equilíbrio de mercado
0
0,50
1,00
1,50
2,00
2,50
3,00
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
O
D
Quantidade
Equilíbrio
Preço (R$)
Fonte: Adaptado de SANCHES (2015, p. 49).
Nesse exemplo, o preço de equilíbrio é R$ 2,00 e a quantidade de equilíbrio é 7. Nessa 
situação de equilíbrio de mercado, a quantidade demandada é igual à quantidade ofertada 
do bem ou serviço em questão.
4. Excesso e escassez de mercado
O equilíbrio de mercado pode ser afetado por diversos acontecimentos, como, por exemplo, 
o excesso de produção de um tipo de grão ou a falta de chuva em determinadas localidades, 
o que reduz a produção agrícola. 
Essas situações de desequilíbrio de mercado são chamadas de excesso de oferta (ou escassez 
de demanda) e excesso de demanda (ou escassez de oferta).
Excesso de oferta
0
0,50
1,00
1,50
2,00
2,50
3,00
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Oferta
Demanda
Quantidade
Excesso
Preço (R$)
Fonte: SANCHES (2015, p. 50).
Curso Técnico em Agronegócio
46
No exemplo, o preço de mercado do tomate é R$ 2,50, que é maior que o preço de equilíbrio, 
que é R$ 2,00.
Nessa situação, os vendedores estarão dispostos a vender 10 unidades de tomate, mas 
os consumidores estarão dispostos a comprar apenas 4 unidades do produto. Com isso, 
haverá excesso de tomate no mercado. Essa situação é caracterizada por excesso de oferta, 
ou escassez de demanda.
No entanto, quando ocorre um excesso de produto no mercado, os vendedores ficam mais 
dispostos a baixar o preço do produto para conseguir vendê-lo. Com isso, há uma disputa 
entre os vendedores nesse mercado de tomate (geralmente, a disputa entre vendedores 
no mercado é por meio de promoções) até que o seu preço seja reduzido para o preço de 
equilíbrio (R$ 2,00) e o mercado volte novamente ao equilíbrio.
Excesso de demanda
0
1,50
2,00
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Oferta
Demanda
Quantidade
Preço (R$)
Excesso de Demanda
Fonte: SANCHES (2015, p. 50).
No exemplo, o preço de mercado do tomate é R$ 1,50, que é menor que o preço de equilíbrio, 
que é R$ 2,00.
Nessa situação, os vendedores estarão dispostos a vender apenas 4 unidades de tomate; já os 
consumidores estarão dispostos a comprar 10 unidades do produto. Com isso, haverá falta de 
tomate no mercado. Essa situação caracteriza um excesso de demanda, ou escassez de oferta.
No entanto, quando ocorre uma falta de produto no mercado, os consumidores se dispõem 
a pagar mais caro pelo produto. Com isso, há uma disputa entre os consumidores para ver 
quem consegue as poucas unidades de tomate disponíveis no mercado. Essa procura irá 
acarretar aumento do preço do tomate no mercado até que ele alcance o preço de equilíbrio 
(R$ 2,00) e o mercado volte novamente ao equilíbrio.
Economia Rural
47
c
Leitura complementar
Na biblioteca do AVA, você encontra o texto \u201cOportunidade para a agricultura\u201d. 
Acesse e confira!
Encerramento do tema
Neste tema, foram apresentados os conceitos de demanda e de oferta de mercado e os 
principais fatores que afetam a demanda e a oferta de bens e serviços. Além disso, discutiu-
se o que é equilíbrio de mercado e foram apresentadas situações que podem afetar esse 
equilíbrio \u2013 situações de desequilíbrio de mercado podem ser consequência de excesso de 
oferta (escassez de demanda) ou de excesso de demanda (escassez de oferta). 
No tema a seguir, trataremos de dois importantes assuntos: a teoria da elasticidade e o 
sistema de preços. 
Atividade de aprendizagem
1. Neste tema, você teve a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os conceitos 
aplicados às curvas de demanda e de oferta de mercado, e sobre a situação de equilíbrio 
de mercado. Em qual situação ocorre o equilíbrio de mercado?
a) Quando só existe uma curva de demanda.
b) Quando as curvas de oferta e de demanda se interceptam (encontram).
c) Quando só existe uma curva de oferta.
d) Nenhuma das respostas anteriores.
Elasticidade e Sistema 
de Preços
04
Economia Rural
49
Tema 4: Elasticidade e Sistema de Preços
Neste tema, você verá os conceitos relacionados à elasticidade e ao sistema de preços em uma 
economia, além do processo de elaboração de preço de produtos agropecuários considerando 
a elasticidade de preços. 
Ao final deste tema, você terá competência para:
\u2022 analisar os conceitos aplicados à elasticidade e calculá-la;
\u2022 avaliar o funcionamento dos preços dos produtos agropecuários.
Tópico 1: Análise de elasticidade e de sistema de preços
Partindo da apresentação dos conceitos básicos de elasticidade, dos aspectos fundamentais de 
elasticidade-preço da demanda, da elasticidade-preço cruzada da demanda e da elasticidade-
preço da oferta, você verá alguns aspectos sobre o sistema de preços dos produtos do 
agronegócio brasileiro.
1. Conceitos básicos
Na literatura de Economia Rural, a utilização do 
conceito de elasticidade visa analisar a relação 
entre as diferentes quantidades de oferta e de 
demanda de certos bens e serviços agropecu-
ários devido à alteração dos seus respectivos 
preços no mercado.
A elasticidade pode ser definida como a relação 
da mudança proporcional na quantidade (de-
mandada ou ofertada) de um bem ou serviço 
devido à mudança proporcional no preço dele.
Curso Técnico em Agronegócio
50
2. Elasticidade-preço da demanda
A elasticidade-preço da demanda é definida como a mudança percentual da quantidade 
demandada do produto ou serviço devido à mudança percentual do preço do produto/serviço 
analisado. 
Ela descreve o grau de sensibilidade de variação da quantidade demandada de um bem 
em decorrência de uma mudança no preço.
Por meio da curva de demanda, sabe-se que, quando o preço do bem ou serviço aumenta, a 
quantidade demandada desse bem ou serviço diminui, e vice-versa. No entanto, existem 
diferenças nos graus de sensibilidade de resposta em relação ao tipo de bem ou serviço analisado.
 
Por exemplo, caso ocorra uma redução no preço do sal de cozinha 
ou no vinagre, que são bens de reduzido valor e que não possuem 
bons substitutos, a procura por esses bens não irá aumentar 
muito. Por outro lado, caso o preço de um tipo de carro ou de 
uma televisão venha a se reduzir significativamente, tem-se um 
aumento considerável na procura por esses bens, que são de alto 
valor e que possuem muitas marcas substitutas. 
Dessa forma, de acordo com o tipo de bem ou serviço analisado, a variação no preço irá 
implicar em comportamentos diferenciados na quantidade demandada.
Veja, a seguir, a fórmula da elasticidade-preço da demanda representada na 
equação 1:
Ed = Variação percentual na quantidade demandada
Variação percentual no preço