UC9   Apostila de Contabilidade Rural
110 pág.

UC9 Apostila de Contabilidade Rural


DisciplinaAgroindústria e Agronegócio80 materiais1.346 seguidores
Pré-visualização23 páginas
comentado). 
Por exemplo, uma sociedade limitada de pequeno porte \u2013 abreviada como \u201cLtda.\u201d \u2013 não é obrigada 
a apresentar a DFC nem a DVA. Porém, se a entidade considerar que essas demonstrações são 
relevantes para seus usuários, nada a impede que as apresente. 
Curso Técnico em Agronegócio
28
'
Dica
As empresas que têm a razão social como uma sociedade limitada ou quotas 
de participação são aquelas do tipo específico no qual os sócios não podem 
ser responsabilizados pelos prejuízos advindos da atividade da sociedade para 
além das suas participações iniciais (quotas ou cotas). Tal arranjo tem o objetivo 
de proteger o patrimônio pessoal dos sócios no caso de falência ou outro 
mecanismo jurídico que determine o fim da sociedade empresária.
As demonstrações mais utilizadas em praticamente todas as entidades são o balanço 
patrimonial e a demonstração do resultado. Elas podem ser consideradas as principais 
demonstrações contábeis, pois fornecem informações fundamentais para as análises 
financeiras. Você verá em detalhes cada uma delas no próximo tema.
d
Comentário do autor
Você consegue definir os conceitos de ativo, passivo, patrimônio líquido, receitas, 
despesas e custos? Esses são termos muito presentes na Contabilidade, e é 
importante ter clareza sobre eles para prosseguir com seus estudos. Lembre-se de 
que, em caso de dúvida, você pode contar com o tutor desta unidade curricular.
Tópico 3: Contabilidade Rural
Por ora, muito se falou sobre a Contabilidade de forma geral, mas e a Contabilidade Rural? O 
que ela tem de igual e de diferente em relação às outras modalidades? É o que você verá agora.
1. A Contabilidade na atividade rural
A Contabilidade Rural consiste em um dos ramos de especialização da Ciência Contábil. Ela é 
aplicada ao meio rural, como o próprio nome diz, envolvendo o registro dos fatos ocorridos 
nas atividades rurais em determinados períodos. 
Assim, esse ramo da Contabilidade estuda e controla o patrimônio rural. Os empreendimen-
tos rurais possuem alguns elementos que não são comuns nos demais tipos de entidades. Por 
exemplo, seus ativos costumam englobar tratores, fertilizantes, sementes, plantas, defensivos 
agrícolas, rebanhos etc.
d
Comentário do autor
Os negócios rurais estão sujeitos à escrituração contábil obrigatória, sendo 
que, mensalmente, devem ser contabilizadas todas as receitas, os custos e as 
despesas de acordo com os princípios contábeis mencionados anteriormente e 
com a legislação vigente. Tal escrituração precisa evidenciar os itens de receitas, 
custos e despesas segregados por tipos de atividades, classificados conforme 
critérios contábeis específicos, e as medidas de avaliação adotadas pelas 
empresas rurais têm de ser fundamentadas em seus ciclos operacionais.
Contabilidade Rural
29
Pode-se considerar a Contabilidade Rural como o principal sistema de informações financeiras 
e de controle nas empresas rurais. Os registros contábeis e as demonstrações fornecidas pela 
Contabilidade permitem que o produtor rural faça a análise da situação econômico-financeira 
de seu negócio, podendo estudar a real situação da estrutura financeira da empresa, a 
evolução do negócio ao longo de diferentes meses ou anos, a capacidade de pagamento das 
dívidas, a rentabilidade dos investimentos realizados e diversos outros aspectos relevantes. 
Também é possível usar a informação contábil para fazer o planejamento financeiro da 
empresa, compor orçamentos e traçar estratégias para minimizar os custos e as despesas e 
para identificar as necessidades de captação de empréstimos e financiamentos (ou seja, obter 
recursos de terceiros).
A Contabilidade Rural tem como objetivo principal realizar o 
controle do patrimônio e a apuração do resultado das entidades 
rurais considerando suas especificidades.
É importante destacar que os produtores e os administradores das empresas rurais 
(independentemente do tamanho de seus empreendimentos) precisam ter um controle 
eficiente de todas as suas atividades e buscar sempre informações completas e confiáveis 
que os auxiliem em seu processo de tomada de decisões. A Contabilidade tem um papel 
importantíssimo para isso!
O
Informações extras
No nosso país, a Contabilidade vem passando por muitas alterações desde o 
ano de 2007, quando foi promulgada a Lei nº 11.638 e se iniciou o processo 
de convergência das normas contábeis com as normas internacionais de 
Contabilidade. Desde então, várias alterações ocorreram nas formas de 
contabilizar e apresentar as informações. Essas alterações também estão 
presentes na Contabilidade Rural, e os efeitos das mudanças trazidas pelos 
novos dispositivos legais exigem novos conhecimentos não apenas dos 
contadores que dão suporte ao empreendimento rural, mas também de todos os 
usuários da Contabilidade interessados nesse empreendimento.
2. Classificação das atividades rurais
A empresa rural pode ser familiar ou não familiar (patronal) e é formada por um conjunto de 
recursos denominados \u201cfatores de produção\u201d. Esses fatores compreendem, por exemplo, mão 
de obra, equipamentos e capital. Uma empresa rural pode envolver atividades que tenham 
elevado uso de fatores de produção ligados ao meio rural, como a própria terra, as máquinas 
agrícolas e os defensivos, entre outros.
 
A empresa rural pode ser entendida como uma unidade produtiva 
com fins lucrativos que explora a capacidade produtiva do meio 
rural por meio de atividades ligadas ao cultivo da terra, à criação de 
animais e à transformação de determinados produtos agrícolas.
Curso Técnico em Agronegócio
30
A caracterização básica da empresa rural é vista no esquema a seguir:
Empresa Rural
Criação de Animais Transformação de produtos agropecuáriosCultivo de terra
Exploração da 
capacidade produtiva
Fonte: Adaptado de MARION (2014).
Pode-se dividir a empresa rural em três grandes grupos:
1. atividade agrícola (produção vegetal);
2. atividade zootécnica (produção animal);
3. atividade agroindustrial (indústrias rurais).
O primeiro grupo, atividade agrícola, é dividido em dois subgrupos:
Fonte: Shutterstock
\u2022 cultura hortícola e forrageira: envolve o cultivo de cereais (soja, arroz, feijão, milho, trigo 
etc.), hortaliças (verduras, pimentão, tomate), tubérculos (batata, cenoura, mandioca), 
forragens para floricultura e plantas industriais;
\u2022 arboricultura: envolve o cultivo de pomares (laranja, tangerina, maçã), florestamento 
(eucalipto, pinho etc.) e vinhedos, olivais, seringais etc.
Contabilidade Rural
31
O segundo grupo, atividade zootécnica, envolve:
\u2022 pecuária: criação de gados (bovinos, capri-
nos, carneiros, cavalos); 
\u2022 avicultura: criação de aves; 
\u2022 apicultura: criação de abelhas; 
\u2022 ranicultura: criação de rãs; 
\u2022 cunicultura: criação de coelhos; 
\u2022 piscicultura: criação de peixes; 
\u2022 criação de outros animais.
Já o terceiro grupo, atividade agroindustrial, envolve:
\u2022 produtos primários: beneficiamento pri-
mário de produtos agrícolas (arroz, milho, fei-
jão, café);
\u2022 produtos agrícolas: transformação de pro-
dutos agrícolas (soja em óleo, moagem de tri-
go e milho, cana-de-açúcar em álcool e aguar-
dente, uvas em suco, vinho e vinagre);
\u2022 produtos zootécnicos: transformação de 
produtos zootécnicos (mel de abelha e laticí-
nios em geral, carnes).
3. Utilização das informações contábeis no desenvolvimento do agronegócio
O empresário rural, o administrador rural e o produtor rural são pessoas que estão diretamente 
relacionadas à empresa/propriedade rural e têm o papel de tomar decisões referentes ao 
processo produtivo. O empresário, administrador ou produtor rural precisa decidir sobre 
diversos aspectos da empresa voltados para a produção agropecuária, por exemplo, qual 
deverá ser a tecnologia utilizada, como ter eficiência produtiva a um baixo custo