Edith Fiore   Já Vivemos Antes
123 pág.

Edith Fiore Já Vivemos Antes


DisciplinaAstrologia619 materiais2.143 seguidores
Pré-visualização50 páginas
a acontecer? 
P. \u2014 Está a despir-me. [Receosa.] 
Dr.ª F. \u2014 Onde se passa tudo isso? 
P. \u2014 Fora de casa. 
Dr.ª F. \u2014 Está ali mais alguém? 
P. \u2014 O meu pai está lá dentro. 
Dr.ª F. \u2014 Que sente, quando ele a despe? 
P. \u2014 Confusão. Porque ... porque fará ele aquilo? ... Não gosto. [Cobre os olhos com as duas mãos.] 
Dr.ª F. \u2014E agora, que faz ele? 
P. \u2014 [Murmurando.] \u2014 Está ... está a tocar-me. 
Dr.ª F. \u2014 Que sente?
P. \u2014 Estou a lutar ... eu ... não gosto do que ele me está a fazer. [Num tom perturbado.] 
Dr.ª F. \u2014 E agora?
P. \u2014 Põe-me no chão e ... fica apenas a olhar para mim e depois ... vai falar com o meu pai. 
Dr.ª F. \u2014Neste momento tem alguma peça de roupa no corpo? 
P. \u2014 Não. 
Dr.ª F. \u2014 Como se sente? 
P. \u2014 Muito mal. [Com voz baixa e sumida.] 
Dr.ª F. \u2014 Está a chorar? 
P. \u2014Não. 
Dr.ª F. \u2014Diz-lhe alguma coisa? 
P. \u2014Não. 
Dr.ª F. \u2014 Avance um pouco mais no tempo. Que está a acontecer agora?
P. \u2014 Ele vai a sair. 
Dr.ª F. \u2014 Vem a sair só? 
P. \u2014 Sim. 
Dr.ª F. \u2014E você, onde se encontra? 
P. \u2014 Estou de pé, ao lado da casa. Não quero que ele me veja. [Murmurando.] 
Dr.ª F. \u2014 Vestiu-se? 
P. \u2014 Sim ... ele vai partir.
Dr.ª F. \u2014 E agora, que está a fazer? 
P. \u2014 Vou para casa procurar o meu pai. 
Dr.ª F. \u2014 Que acontece? 
P. \u2014 Ele olha para mim e não diz nada. Acho que ele sabe, mas não faz nada, nem diz nada.
Dr.ª F. \u2014 Que acha disso?
P. [Pausa] \u2014 Acho ... que ... não há nada a fazer. 
Dr.ª F. \u2014 Agora gostaria que avançasse no tempo, para o próximo acontecimento importante, uma
coisa que você precise de saber. Um ... dois ... três. 
P.\u20140 homem volta. Está a dar dinheiro ao meu pai [pequena risada] por mim. 
Dr.ª F. \u2014 Como sabe isso? 
P. \u2014 Porque eu ... ele está a pegar em mim, a pôr-me no seu cavalo e vamos partir. 
Dr.ª F. \u2014 Como se sente? 
P. \u2014 Com medo. [Uma lágrima corre-lhe pela cara.] 
Dr.ª F. \u2014 Que supõe que está a acontecer? 
P. \u2014 Ele vai levar-me. 
Dr.ª F. \u2014 Quando acha que voltará? 
P. \u2014 Acho que não volto.
Dr.ª F. \u2014 Ele diz-lhe alguma coisa? 
P. \u2014Não. 
Dr.ª F. \u2014 Avance no tempo, até chegar a casa dele. Que acontece? 
P. \u2014 Ele tem ... uma casa bonita, muito melhor que a nossa. É limpa. Ele tem comida e, hmmm, 
estou com tanta fome. 
Dr.ª F. \u2014 Que faz ele, quando chega a casa? 
P. \u2014 Ele ... deixa-me comer. 
Dr.ª F. \u2014 Que está a comer? 
P. \u2014 Feijões, pão. 
Dr.ª F. \u2014 Está mais alguém em casa? 
P. \u2014 Acho que sim ... acho que está uma menina. É mais velha que eu. 
Dr.ª F. \u2014E depois, que acontece? 
P. \u2014 Ele ... diz-me que estou aqui para trabalhar ... que eu ... devo dar de comer às galinhas e limpar 
a casa com ... com a outra menina. 
Dr.ª F. \u2014 Quais são os seus sentimentos a respeito da outra menina? 
P. \u2014 Não a conheço. Parece simpática. 
Dr.ª F. \u2014 Bom, avance até ao próximo acontecimento significativo, quando eu contar até três. Um ... 
dois ... três. 
P. \u2014 Ela está a contar-me o que se passa ali, naquele lugar. 
Dr.ª F. \u2014 Que conta ela? 
P. \u2014 Diz que ele se aproveita das suas raparigas mas que também as alimenta, para que não fiquem 
com fome ... diz que não passará fome. 
Dr.ª F. \u2014 De que modo se aproveita delas? 
P. \u2014 Ele ... faz com elas o que me fez a mim. 
Dr.ª F. \u2014 Há aí outras raparigas, além dessa? 
P. \u2014 Hmm ... acho que somos só nós as duas. 
Dr.ª F. \u2014 Agora, Becky, avance até ao próximo acontecimento significativo, quando eu chegar a três. 
Um ... dois ... três. 
P. \u2014 Ouço-a berrar. Ela ... está com ele, agora. Não sei porque berra ela. [Tornando-se cada vez 
mais assustada.] 
Dr.ª F. \u2014 Onde estão eles? 
P. \u2014 Estão no quarto dele.
Dr.ª F. \u2014 Que lhe parece que está a suceder? 
P. \u2014 Acho que está a acontecer ... eu ... acho que ele ... lhe está a fazer o que me fez a mim. 
Dr.ª F. \u2014 Está a olhar para ela e a tocar-lhe? 
P. \u2014 Hum-humm. 
Dr.ª F. \u2014 Que sente, quando a ouve berrar? 
P. \u2014 Estou ... estou também com muito medo de ir embora. 
Dr.ª F. \u2014 Porquê? 
P. \u2014 Não quero passar fome. 
Dr.ª F. \u2014 Bom, avance no tempo até ao próximo acontecimento significativo, depois da contagem até 
três. Um ... dois ... três. 
P. \u2014Estou a fugir. Estou a fugir através do deserto ... não 
tenho sapatos, sinto os cactos nos pés. [Num tom aterrorizado.] 
Dr.ª F. \u2014 Quando foge? No mesmo dia em que chegou? 
P. \u2014 Não, mais tarde. 
Dr.ª F. \u2014 Quanto tempo esteve com aquele homem?
P. \u2014 Não muito. Dois dias ou ... roubei comida. Estou a fugir ... eu ... 
Dr.ª F. \u2014 Que altura do dia é? 
P. \u2014 Quente ... calor, hora quente. 
Dr.ª F. \u2014 Porque está a fugir, Becky? 
P. \u2014 Não quero ... não quero sentir o que senti com ... Não quero que ele me faça aquilo. 
Dr.ª F. \u2014 Ele fez-lhe alguma coisa enquanto estava na sua casa? Pode contar-me. 
P. \u2014 Ele ... olhou para mim ... ele tocou-me e usou o seu ... o seu dedo. 
Dr.ª F. \u2014 Como se sentiu, quando ele fez isso? 
P. \u2014 Oh ... senti medo ... só queria fugir. 
Dr.ª F. \u2014 Bom, agora gostaria que avançasse no tempo, até ao próximo acontecimento significativo, 
após a contagem até três. Um ... dois ... três. 
P. \u2014 Sinto-me muito cansada, calor. 
Dr.ª F. \u2014 Onde está? 
P. \u2014 Não sei.
Dr.ª F. \u2014 Ainda está no deserto? 
Dr.ª F. \u2014 É o mesmo dia em que iniciou a fuga? 
P. \u2014Sim. 
Dr.ª F. \u2014 Que está a acontecer? 
P. \u2014Sinto-me ... toda inchada ... só me sinto inchada. 
Dr.ª F. \u2014 Olhe para si mesma. Tem um aspecto diferente? 
P. \u2014 Eu estou ... gorda. Eu ... não me posso mexer. [Dito com espanto total.] 
Dr.ª F. \u2014 Não se pode mexer? 
P. \u2014Mão, estou ... muito gorda para me mexer. [Ficando preocupada.] 
Dr.ª F. \u2014 Que está a fazer? 
P. \u2014 Estou deitada. 
Dr.ª F. \u2014 Qual supõe que foi a causa disso? 
P. \u2014 Alguma coisa me mordeu. 
Dr.ª F. \u2014 Quando? 
P. \u2014 Oh ... há um pedaço, quando eu estava a correr. 
Dr.ª F. \u2014 Viu o que foi? 
P. \u2014 Acho que era ... uma cobra, mordeu-me. Tentei desviar-me, mas ... 
Dr.ª F. \u2014 Tem consciência de mais alguma coisa, Becky? 
P. \u2014 O sol, muito quente ... sinto-me ainda mais fraca do que quando estava com fome ... estou tão 
inchada! Sinto-me como se fosse explodir. [A voz é mais fraca.] 
Dr.ª F. \u2014 Sente alguma dor? 
P. \u2014 Só sinto a minha pele esticada. 
Dr.ª F. \u2014Vá até ao próximo acontecimento significativo, depois da contagem até três. Um ... dois ... 
três. 
P. \u2014 Ouço alguém aproximar-se, mas sinto-me tão fraca ... 
Dr.ª F. \u2014 Que está a fazer, Becky? 
P. \u2014 Estou só ... só ali deitada. Não posso fazer nada, não posso mexer-me. 
Dr.ª F. \u2014 Como se sente? 
P. \u2014 Sinto ... não sinto nada. 
Dr.ª F. \u2014 Ainda se sente inchada? 
P. \u2014 Muito. 
Dr.ª F. \u2014 Veja apenas o que se passa. Quem vem aí? 
P. \u2014 Acho que é ... é a rapariga. 
Dr.ª F. \u2014 Vem a pé? 
P. \u2014 Não, vem montada. 
Dr.ª F. \u2014 Num cavalo? 
P. \u2014 Hum-humm. 
Dr.ª F. \u2014 Ela vê-a? 
P. \u2014Sim. 
Dr.ª F. \u2014 Que faz ela? 
P. \u2014 Pega em mim. 
Dr.ª F. \u2014 E agora?
P. \u2014 Voltamos para aquele lugar. Eu ... não quero ir, mas não tenho forças. 
Dr.ª F. \u2014 Vai montada? 
P. \u2014 Ela ... ela segura-me. 
Dr.ª F. \u2014 Depois de contar até três, avance até ao próximo acontecimento significativo. Um ... dois ... 
três. 
P. \u2014 Já não me sinto inchada. 
Dr.ª F. \u2014 Que aconteceu? Está alguém a tomar conta de si? 
P. \u2014A rapariga. 
Dr.ª F. \u2014 Que fez ela? 
P. \u2014 Ela ... deu-me qualquer coisa para beber que fez com que o inchaço desaparecesse. 
Dr.ª F. \u2014 Era algum remédio? 
P. \u2014 Foi qualquer coisa que ela arranjou no deserto. 
Dr.ª F. \u2014 Algum tipo de ervas ou vegetação? 
P. \u2014 Hum-humm. 
Dr.ª F. \u2014 Quanto tempo se passou, desde que voltou para casa?
P. \u2014 Não sei.
Dr.ª F. \u2014 Tem visto o homem? 
P. \u2014 Está para fora. 
Dr.ª F. \u2014 Agora avance até ao próximo acontecimento significativo, quando eu chegar a três. Um ... 
dois ... três. 
P. [Longo silêncio.] 
Dr.ª F. \u2014 Apercebe-se de alguma coisa?
P. \u2014 Hum ... qualquer coisa que