Sun Gazing   A medicina gratuita do futuro
21 pág.

Sun Gazing A medicina gratuita do futuro


DisciplinaAstrologia619 materiais2.143 seguidores
Pré-visualização6 páginas
nosso grande benfeitor; 
equilibra a natureza e a ecologia. Está sempre aí. Oferece-nos, 
grátis e para sempre, vida e saúde. Grátis! Ninguém o fará pagar 
impostos por estar olhando o Sol. Ao final, você mesmo, como 
fazem os vegetais poderá incorporar diretamente a energia do 
Sol. Sem necessidade de tornar-se dependente de nenhum guru ou
mestre, o Sol diretamente o nutrirá e lhe dará o quanto necessita. 
Terá saúde física e perfeita estabilidade mental, por si mesmo. 
Quem depende de chefes religiosos torna-se fraco. Com o Sun 
Gazing recuperamos a independência perdida.
A fotossíntese não é uma prerrogativa dos vegetais. A luz solar 
penetra também dentro da terra, a qual leva a cabo a própria 
fotossíntese dela. É assim que se geram o ouro, a prata, o cobre, 
os diamantes, as gemas preciosas. Com o Sun Gazing fazemos a 
nossa própria fotossíntese. Pegamos os fótons do Sol, os quais 
constituem uma energia muito poderosa, um néctar que não está 
polarizado em positivo-negativo.
Eu distingo claramente na prática três fases, de três em três 
meses. Porque pode ser que uma pessoa queira chegar até ao 
final dos nove meses, e conseguir assim uma realização 
espiritual, ou pode ser que persiga outros objetivos.
No final dos três primeiros meses, que correspondem a 15 
minutos olhando o Sol, a pessoa consegue uma saúde mental 
perfeita. Isso é anterior a qualquer cura do corpo e a qualquer 
caminho espiritual. Depois desses três meses a pessoa se 
desprende das suas inseguranças, medos, depressões, ciúmes, 
invejas, etc. Ao conseguir isto, a mente deixa de bombardear o 
corpo com negatividade, e isso torna possível que nos três meses 
seguintes o corpo obtenha a saúde. A pessoa pode abandonar o 
processo depois dos três primeiros meses, se já se sentir 
satisfeita com isso, e seguir uma manutenção já sem prolongar 
mais os tempos de olhar o Sol. Ou então, uma pessoa pode decidir
abandonar o processo depois dos seis meses, tendo recuperado a 
saúde, e continuar com a manutenção. No entanto, se a pessoa 
tem expectativas espirituais deverá completar os nove meses, 
durante os quais receberá dons especiais, como a possibilidade 
de gradativamente deixar de comer e outros.
O Sol tem alma, e se o olhamos com respeito e com intenção, 
sintonizaremos com ele; ele nos cuidará e guiará. Inclusive, se 
você é dado à astrologia, uma vez que o Sol rege todos os 
planetas do sistema solar, se você mantém boas relações com o 
Sol, o Sol influenciará todos os planetas para serem favoráveis a 
você.
R \u2013 Mas, Senhor Manek, sempre nos advertiram que é muito 
perigoso olhar o Sol, poderíamos ficar cegos\u2026
HRM - Porque os especialistas nunca analisam como a intensidade
do sol se altera desde o amanhecer até o anoitecer. Provou-se que
o sol é suave quando nos chegam menos raios ultravioletas, e 
constitui um poderoso medicamento. Vivemos na sociedade do 
câncer. Quem evita a luz solar suave sofrerá de problemas de 
saúde, padecerá de insônia, etc.
Que o sol seja perigoso ou não, depende da incidência dos raios 
ultravioleta. Se o índice é inferior a 2, não pode haver nenhum 
problema. A primeira hora posterior ao nascer do Sol e a hora 
anterior ao ocaso são horas seguras, e é só quando eu recomendo
a realização da prática. O Sun Gazing é inofensivo e carece de 
efeitos secundários adversos, contrariamente ao que acontece 
com a medicina alopática, onde alguns médicos dizem que todos e
cada um dos medicamentos deixam algum efeito secundário.
Estamos fazendo o curso em Murcia e nos entregam umas folhas 
com os horários do nascer e do pôr-do-sol correspondentes à 
região de Murcia, para todo o ano de 2008. Pois, não se considera,
obviamente, que o Sol sai quando a gente o vê aparecer. A 
frequente irregularidade dos nossos relevos geográficos, torna 
necessário conhecer estes horários.
 R \u2013 De qualquer maneira, creio que se digo ao meu médico que 
estou me dedicando a olhar o Sol, não vai achar muita graça\u2026
HRM - Efetivamente, e é melhor que não o saiba. Muito poucos 
estão abertos a estas coisas, incluindo os oftalmologistas. Eu 
recomendo que faça uma revisão ocular antes de começar a 
prática, especialmente se sofre de algum problema de visão. Volte
a fazer a revisão ao fim de dois ou três meses: se usa óculos, 
certamente terá que mudar as lentes, pois estará vendo melhor. 
Ainda que dificilmente, a sua visão vai melhorar, se é dos que 
passam horas em frente ao computador ou ao televisor.
Com o Sun Gazing o olho se nutre de VITAMINA A, que lhe é tão 
necessária. Já se sabe que há pessoas que são operadas dos 
olhos por laser para corrigir a visão. Com o Sun Gazing você 
estará fazendo um tratamento laser natural. No ano passado, em 
Atlanta, quarenta pessoas olharam o Sol como um desafio ao 
ponto de vista de que fazê-lo é prejudicial. Fizeram-se testes 
oculares, e deram a conhecer os resultados num jornal local. 
Como consequência deste tipo de experiências, muitos oculistas 
estão mudando de opinião a respeito do Sol; os de mente mais 
aberta começam a recomendá-lo. O Sun Gazing é benéfico em 
caso de cataratas, miopia, astigmatismo, daltonismo ou visão 
dupla (patologias que não impliquem lesão do olho).
R \u2013 Poderia acontecer que o meu olho se lesionasse?
HRM \u2013 Não se conhece nem um único caso de lesão atuando sob o
meu método. Nem um único! São grupos praticando em muitos 
países do mundo. Quantas horas passamos diante da televisão ou 
do computador? O televisor e o computador são muito bem mais 
perigosos para a vista do que olhar o Sol nas horas seguras. No 
princípio de olhar o Sol pode acontecer que o olho lacrimeje um 
pouco, que apareça um pouco de conjuntivite. É algo normal; 
você pode pôr um simples colírio no olho para resolver.
DOENTES QUE DEVEM REALIZAR UMA PRÁTICA PRELIMINAR 
ANTES DE FIXAR O OLHAR NO SOL:
\u2022 Hipertensos e diabéticos com micro-hemorragias retinianas.
\u2022 Doenças dos olhos que apresentem inflamação, hiperemia 
conjuntival como o caso das conjuntivites, hemorragia 
subconjuntival ou afecções da retina que possam provocar 
sangramentos fáceis.
\u2022 Doenças gerais que na sua evolução apresentam diátese 
hemorrágica (tendência a produzir fenômenos de tromboses e 
hemorragias ao mesmo tempo), como são o caso de certos tipos 
de tumores, entre os quais as leucemias.
\u2022 Doenças do sangue que por apresentar alteração de alguns 
dos fatores da coagulação, tenham tendência ao sangramento 
fácil, como a hemofilia.
*A prática preliminar consistirá em encarar o Sol a cada dia, 
durante dez minutos com os olhos fechados, durante dois meses e
nas horas seguras. Após os 2 meses, continuar praticando o 
exercício quando o Sol esteja mais próximo do horizonte, que é 
quando não aquece e a sua luz é menos intensa, ou seja, quando 
está nascendo e quando se aproxima do ocaso.
SEMPRE QUE NÃO TENHA A CERTEZA DE QUE OS SEUS OLHOS 
ESTÃO EM BOAS CONDIÇÕES, VÁ AO OFTALMOLOGISTA E FAÇA A 
PRÁTICA PRELIMINAR. 
R \u2013 A técnica é tão simples como parece? Trata-se apenas de 
olhar o Sol durante essa quantidade de segundos, acrescentando 
dez a cada dia?
HRM \u2013 Exatamente.
R \u2013 Exige alguma atitude especial?
HRM \u2013 Você simplesmente coloca-se em atitude de respeito diante
do Sol, com o olhar descontraído, calmo, de preferência em pé e 
descalço, ainda que também possa estar sentado numa cadeira, 
ou até na cama, olhando através de uma janela. Neste caso a 
janela até pode estar fechada: é possível olhar o Sol através do 
vidro, sempre que este não seja colorido e esteja limpo; é um bom
recurso para os doentes. Nada mais. Você pode piscar com 
normalidade; de outro modo o olho se secará e sofrerá. Se o olho 
lacrimeja um pouco, não deve preocupar-se; está se limparndo.
Quando termina com os seus segundos de prática, feche os olhos 
durante uns minutos, observando a imagem do Sol projetada 
sobre o fundo escuro,