Avanço em Defesa Contra as Artes das Trevas
11 pág.

Avanço em Defesa Contra as Artes das Trevas


DisciplinaAstrologia619 materiais2.143 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Hogwarts School-House Cup 
 
Avanço em Defesa Contra as Artes das Trevas 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cap 1 - Origem de DCAT 
 
A Defesa contra a arte das trevas surgiu, logicamente com o aparecimento do 
mau em nosso mundo, em épocas que existiam muito poucos humanos(trouxas) e 
ainda não existiam bruxos. 
 
Foi uma época que foi denominada idade das trevas, logo após o declínio e 
queda do Império Bizantino e Romano, houve um período de desentendimento entre 
as civilizações, uma raiva enorme entre os grandes povos da época. Na história da 
humanidade, foi um dos piores tempos que já existiu. Houve carnificinas, mortes em 
massa, os seres humanos já não tinha sentimentos bons em seus corações, somente 
raiva, dor, vingança, medo. A partir de tudo isso, de todos esses acontecimentos, O 
Lord das trevas, o deus do mau, Lúcifer, surge, e vem para a terra. 
 
Aterrorizando tudo e a todos, ele dissemina o mal. Transformando seres 
humanos, em seres que se chamavam bruxos, eram iguais aos homens normais só 
possuíam poderes mágicos e serviam o mau e faziam parte de seu exercito de 
conquista.Depois de muita matança e destruição, alguns tentavam resistir. Algumas 
pessoas uniam-se, no intuito de protegerem-se e defenderem-se, com todas as 
pessoas que pudessem, pois tinham cansado de fugir, e formaram um reino, com leis e 
até exércitos para combater essas forças negras. 
 
Esse reino teve um grande líder, que lutou bravamente para resistir, seu nome 
era Arthur, não se sabe até hoje, o que ele possuía, se era poderes mágicos, mas 
Lúcifer nunca lhe havia transformado em um bruxo, mas mesmo assim ele era um ser 
Hogwarts School-House Cup 
fora do comum, pois ele foi o único que conseguiu retira, uma lendária espada mágica 
chamada Excalibur, de uma rocha de granito sólido, na qual milhares de homens 
tentaram e não conseguiram. Os homens do Reino achavam que ele era um escolhido 
de Deus então nomearam REI. Uma de suas grandes vantagens, foi um ser muito 
poderoso que era seu conselheiro, seu nome era Merlin. 
 
Merlin era um mago muito poderoso, algo era estranho, porque ele não era 
servo de Lúcifer, pelo contrario, ele o enfrentava em varias batalhas. No entanto uma 
coisa mais estranha ele guardava. Lúcifer o Lorde das trevas era seu pai. Como todos 
seres que habitam nosso universo possuem fraquezas, Lúcifer também às possuía, pois 
teve um filho com uma virgem humana, que no futuro seria seu pior inimigo. Seu filho 
Merlin, que adquirira muita experiência de vida e se tornara, um homem sábio, era 
seguidor de profecias muito antigas, sabia que não podia lutar com seu pai, pois 
segundo a profecia, teria que procurar um individuo, que seria o escolhido para esta 
nobre tarefa. Este escolhido teria que retirar a espada dos deuses da rocha, e lutar 
com o demônio, ele mesmo. 
 
Após anos de procura Merlin encontra-o quando criança, pois sente sua forte 
presença, e o treina. Mesmo quando garoto ele já consegue tirar a lendária Excalibur. 
 
Merlin e o Rei Arthur, lutavam bravamente, contra os demônios de Lúcifer. Com 
o mago ao seu lado não havia perigo, pois as habilidades deste eram muito além de 
qualquer coisa já vista, eram fora do comum. 
 
Após varias campanhas de batalhas. Obtiveram muito sucesso destruindo quase 
todo o mal, só faltava o Lorde supremo. Este não foi fácil de derrotar, mesmo com a 
Excalibur, Arthur e ele lutou até a ultima gota de sangue esvair de seus corpos, quando 
finalmente ambos são derrotados, os dois caem sem esperanças de levantar. Arthur 
quase conheceu a morte naquela ocasião, mas depois da batalha, Merlin com suas 
grandes habilidades o salva. 
A partir disso a maioria dos bruxos voltam, a ser o que eram antes, boas pessoas, 
mas não perderam seus poderes adiquiridos. Mas nem todos se converterão para o 
bem uns estavam tão fanáticos pelo mal que só o que desejavam era a volta de seu 
mestre, ou tinham suas próprias ambições e queriam executa-las de qualquer maneira, 
não importando o que poderia acontecer. Surge então, uma nova raça, a raça dos 
bruxos e magos, pois passavam seu dom da magia para seus filhos e esses iam 
passando de geração em geração. 
 
Para terem uma organização social, é criada a Ordem de Merlin, na qual o 
objetivo é que os bruxos mais talentosos deveriam liderar os outros. Cada 200 anos, 
um líder nasceria, com o dom do grande Mago Merlin, e seria o chefe da ordem, O 
Grande Feiticeiro, Cacique supremo ( atualmente Alvo Dumbledore é esse chefe). 
 
A Defesa Contra as Artes das Trevas e uma das mais antiga matérias estudadas 
por bruxos. Ela foi inventada na idade media. No ano de 1326 na famosa Idade das 
Trevas, onde muitos bruxos e bruxas, malignos começaram a estudar mais 
intensamente, para aumenta seus conhecimentos e assim se tornar mais poderosos na 
Hogwarts School-House Cup 
Arte das Trevas. Com o intuito de Afastar jovens Magos das artes do mal , e lembrando 
dos ensinamentos do seu grande mestre, dois bruxos da época começaram a combater 
essas forças de frente, eram eles Lucian Tremor e Ankou Mekhet , Lucian era 
conhecido em grande parte da Europa, nascido no ano de 1248 em Dublin na Irlanda 
vem de uma grande família de antigos Magos, descendentes de Merlin, Se aprofundou 
na d.c.a.t após perder sua irmã que fora atacada e morta por um grupo de bruxos das 
trevas, Lucian obteve grande fama após vingar sua irmã destruindo os bruxos que 
aviam a matado e destruindo também uma tribo de lobisomens que atacavam muitas 
aldeias de Dublin. Nascido entre 1260 a 1270 na antiga província de Glasgow na 
Escócia , Ankou Mekhet assim conhecido, pois até os dias de hoje não se sabe o seu 
primeiro nome , Ankou ganhou esse apelido após decimar mais de 430 vampiros, 
criações das trevas. Na época Ankou significava (Matador Putrefado em Latim), 
descendendo direto da Família de bruxos das trevas os lendários Mekhet. Ankou se 
revelou contra sua família e ganhou fama após destruir seu pai Emanuel Mekhet em 
uma longa batalha onde salvou sua cidade natal. 
 
Estes dois magos são poucos conhecidos em dias de hoje, mas seus atos ficaram 
marcados para sempre, Muitos bruxos da época eram contra as artes das trevas mas 
não se preocupavam em deter esta arte , muitos chamavam Lucian e Ankou de loucos 
por tentar acabar com as artes malignas, já outros os adimiram por serem valentes 
bastante para lutar contra o mal. A partir disso foram criados muitos ensinamentos em 
relação a defender-se da arte negra, e muitos feitiços criados para melhor usa-los 
contra o mal. 
 
Defesa contra arte das trevas nos dias atuais 
O que encontramos hoje é a Defesa Contra as Artes Trevas, que nada mais é tudo 
aquilo que os magos antigos faziam, só que com adaptações para nosso novo meio de 
vida, porém, convém lembrar que obviamente magos estudiosos posteriormente aos 
magos primitivos, desenvolveram e aperfeiçoaram todas técnicas e criaram novas 
também. Foi necessária essa mudança visto que as técnicas primitivas por sua vez 
eram muitas falhas, e às vezes, essas falhas que sucediam eram fatais aos magos. Até 
mesmo hoje, a Defesa Contra as Artes Trevas, está sujeita a falhas, uma vez que não 
temos pleno controle de nossos reflexos quando somos colocados sob grande 
nervosismo, quando somos tomados por grande medo e até quando somos pegos 
desprevenidos. 
 
Defesa Contra as Artes das Trevas, pode vir comumente abreviado sob a forma 
DCAT, portanto não se espantem de ver essa expressão, ela é comum e até mais usada 
para designar essa maravilhosa disciplina. 
 
 
 
 
 
 
Hogwarts School-House Cup 
Cap 2 - Artes das Trevas 
 
Origem das Artes das Trevas 
 
A Defesa Contra as Artes das Trevas e uma das mas antiga matérias estudada por 
bruxos. Ela foi inventada antes da idade media, No ano de 1326 na famosa Idade das 
Trevas,