Alterações no número das hemácias

Alterações no número das hemácias


DisciplinaPatologia Clínica Veterinária777 materiais15.359 seguidores
Pré-visualização2 páginas
progenitoras
Aplasia de eritrócitos
Perda dos precursores eritróides na MO
Mecanismos desconhecidos
Infecção por Tricostrongilóides.
Doença hepática
Deficiência de vitamina E
Anemias por redução ou ineficiente eritropoiese 
*
Alguns agentes infecciosos causadores de anemia
*
Anaplasmose
Rickettsia
Bovinos: 	
Anaplasma marginale
Anaplasma centrale 
Ovinos e caprinos:
Anaplasma ovis
Anaplasma marginale
*
Formas: aguda, subaguda e crônica
Patogenia
Hemólise extravascular
Sinais clínicos:
febre, 
anemia hemolítica sem hemoglobinúria,
icterícia,
Esplenomegalia
Diagnóstico:
Achados clínicos e história;
Exame sangüíneo \u2013 anemia remissiva ou não 
presença do organismo
*
Babesiose
Vertebrados
Patogenia:
Hemólise intravascular e extravascular
Sinais clínicos:
febre, anorexia, desidratação,
anemia \u2013 macrocítica hipocrômica,
hemoglobinúria,
bilirrubinúria e bilirrubinemia,
icterícia terminal,
morte.
Diagnóstico:
exame sangüíneo \u2013 protozoário 
testes sorológicos
*
Babesia canis
*
Hemobartonelose (Micoplasmose)
Gato, cão e bovino
Patogenia:
Imunomediada
Sinais clínicos:
febre, desidratação,
aumentos de nódulos linfáticos e baço,
anemia,
icterícia
*
Mycoplasma haemofelis
*
Citauxzoonose
Citauxzoon felis
Protozooário
Doença fatal em gatos
Sinais clínicos:
Letargia
Anorexia
Membranas pálidas e ictéricas
Febre
Desidratação
*
Citauxzoon felis
*
Tripanossomose
Protozoário
Patogenia:
Anemia imunomediada
Anemia por distúrbios na eritropoiese (final)
Sinais clínicos:
Febre intermitente
Aumento de nódulos linfáticos
Taquicardia
Diagnóstico:
Exame de sg venoso da orelha ou jugular
LCE
Cultura do sg
Testes sorológicos
*
Trypanosoma spp
*
RETICULÓCITOS: CINÉTICA E IMPORTÂNCIA
Reticulócitos
eritrócitos jovens anucleados, 
com ribossomos, polirribossomos, mitocôndrias
Maturação no baço em 24 a 48 horas. 
Cães e gatos x ruminantes x equinos
*
*
*
CONTAGEM DE RETICULÓCITOS:
 Uso de corantes específicos:
novo azul de metileno e 
azul de cresil brilhante.
*
A correção da contagem é necessária para que o resultado esteja condizente com o estado real do animal.
VG referência cão: 45%
VG referência gato: 37%
VG médio de referência
Reticulócitos
Corrigidos 
=
contagem de reticulócitos observada
X
VG paciente
*
Grau de resposta