Interpretação do leucograma

Interpretação do leucograma


DisciplinaPatologia Clínica Veterinária776 materiais15.341 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
INTERPRETAÇÃO DO LEUCOGRAMA
*
Contagem de Leucócitos
Métodos para determinação:
Manual
Contadores automáticos
Erros:
Aglomerados leucocitários ou fragilidade
Aglomerados plaquetários ou macroplaquetas
Corpúsculos de Heinz \u2013 aglomeram
Lise incompleta das hemácias
*
Correção dos metarrubrícitos (nRBC)
	Leucócitos corrigidos = (leucócitos contados x 100) 
					(100 + nRBC)
*
Avaliação do esfregaço sangüíneo
Contagem diferencial
45 x ou imersão:
Contar 100 células classificando pelo tipo celular
Leucócitos relativos
Leucócitos absolutos
Sufixos:
\u201cfilia\u201d / \u201cose\u201d
\u201cpenia\u201d / \u201ccitopenia\u201d 
*
*
Alterações nas contagens leucocitárias:
Leucocitose
Leucopenia
*
Leucocitose
Geralmente por neutrofilia
Causas:
Fisiológica
Patológica
*
Leucocitose Fisiológica
*
Leucocitose Patológica
Infecções generalizadas
Infecções localizadas
Intoxicações (distúrbios metabólicos, agentes químicos, drogas e venenos)
Neoplasias de crescimento rápido
Hemorragia aguda
Hemólise súbita
Leucemias
Trauma.
*
Interpretação das respostas leucocitárias
*
Interpretação das contagens leucocitárias
Devem ser considerados:
Idade do animal;
Raça ou espécie do animal;
Grau de excitação e atividade muscular;
Fase da gestação;
Fase do estro;
Fase da digestão.
*
Susceptibilidade do Hospedeiro
Imunidade do animal:
Contato prévio com o agente
Estado geral do animal (animais caquéticos)
Virulência do organismo invasor
Baixa virulência x Alta virulência
Animal imunodeprimido x Animal sadio
Capacidade de circunscrever o processo infeccioso.
*
Resposta Leucocitária
Difere nas diferentes espécies
Relação Neutrófilo : Linfócito
Cão \u2013 3,5
Gato \u2013 1,8
Eqüino \u2013 1,1
Bovino \u2013 0,5
*
Respostas ao estresse:
Altos linfócitos (bovinos e roedores) \u2013 leucopenia, linfopenia e neutrofilia
Altos neutrófilos \u2013 leucocitose, neutrofilia, linfopenia.
*
Variações entre espécies nas doenças
Cão
Resposta dramática \u2013 30.000 a 50.000/\uf06dl de sangue
Neutrófilos e monócitos
Gato
30.000 a 50.000/\uf06dl de sangue são raros
*
Variações entre espécies nas doenças
Eqüino
15.000 a 25.000/\uf06dl de sangue
Bovino
4.000 a 12.000/\uf06dl de sangue
Neutrofilia de 50% e desvio para a esquerda
20.000 a 30.000/\uf06dl de sangue \u2013 leucocitose acentuada
*
Classificação da Resposta Leucocitária
Desvio à esquerda
Regenerativo
Degenerativo
*
Classificação da Resposta Leucocitária
Desvio à direita
*
Neutrófilos Tóxicos
*
Neutrófilos Tóxicos
*
Neutrófilos Tóxicos
*
Freqüente causa de leucocitose
Causas de neutrofilia
Neutrofilia ou Heterofilia
*
*
Neutrofilia ou Heterofilia
Fisiológica
Achados:
Neutrofilia moderada sem desvio
Linfocitose (gatos e aves)
Monócitos, eosinófilos e basófilos dentro dos valores
Duração: 20-30 minutos
Mecanismos:
epinefrina
*
*
*
Neutrofilia e Heterofilia
Fisiológica
Características de cada espécie
Cães \u2013 incomum
Gatos
Contagem pode exceder 39.000/µL (neutrófilos)
Contagem pode atingir 36.000/µL (linfócitos)
*
Neutrofilia e Heterofilia
Fisiológica
Características de cada espécie
Bovinos
Pode ocorrer durante o parto ou exercício extremo
Eqüinos
Pode atingir 26.000/µL
*
Neutrofilia e Heterofilia
Fisiológica
Características de cada espécie
Suínos
Leucocitose com linfocitose na lactação
3 \u2013 5 h após alimentação
*
Neutrofilia ou heterofilia sem desvio
Linfopenia
Eosinopenia
Monocitose (cão; é rara no gato)
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
*
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Mecanismos
Neutrofilia:
Diminuição da saída para os tecidos
Aumento da liberação da medula óssea
Diminuição da aderência e liberação do compartimento marginal
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Mecanismos
Linfopenia:
Redistribuição dos linfócitos circulantes
Lise dos linfócitos do timo e dos linfonodos
Monocitose
*
Neutrofilia e Heterofilia Induzida por corticóide
Mecanismos
Eosinopenia:
Marginação ou seqüestro
Inibição da liberação da medula óssea
Inibição da eosinopoiese por citocinas e apoptose
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Características:
Cão
Contagem total de leucócitos: 15.000 \u2013 25.000/µL
Sem desvio
Depleção do compartimento de reserva com o tempo
Linfopenia (abaixo de 1000/µL)
Monocitose e eosinopenia
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Características
Gato:
Menos comum
Similar ao cão
Leucocitose de 30.000/µL (casos extremos)
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Características
Bovinos:
Contagem total de leucócitos: 8.000 \u2013 18.000/µL
Sempre ocorre eosinopenia.
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Características
Eqüinos:
Exercício intenso
Contagem total de leucócitos: 20.000/µL
Linfócitos:
2.000/µL (jovens)
1.500/µL (adultos)
*
Neutrofilia e Heterofilia
 Induzida por corticóide
Características
Aves:
Contagem de leucócitos: 35.000/µL
Heterofilia de 10.000 a 25.000/µL
Linfopenia (2.500 \u2013 9.000/µL)
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Alterações do leucograma:
Neutrofilia ou heterofilia com desvio (freq.)
Pode não ocorrer desvio para a esquerda:
Inflamação moderada
Inflamação crônica
Inflamação sem resposta purulenta
Inflamação com liberação de corticóide
Linfopenia e eosinopenia
Monocitose
*
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Mecanismos
Liberação de interleucinas, fatores do crescimento, citocinas, etc pelo tecido danificado
Aumento da adesão dos neutrófilos no compartimento marginal e posterior migração para o tecido \u2013 neutropenia transitória
Estimulação da proliferação e diferenciação
Balanço da granulopoiese
Elevada demanda e liberação da medula óssea \u2013 sem reserva 
desvio para a esquerda
Restabelecimento com a cronicidade
*
*
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Características
Cão:
Contagem total de leucócitos: 10.000 \u2013 30.000/ \uf06dl 
50.000/ \uf06dl 
100.000/ \uf06dl 
Neutropenia em Gram-negativos e endotoxemias
Reações leucemóides e neutrofilia extremas:
Piometra
Hepatozoonose
Distúrbios genéticos.
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Características
Gato:
Contagem total de leucócitos: 10.000 \u2013 30.000/ \uf06dl 
Excedem 30.000/ \uf06dl 
Raramente superior a 75.000/ \uf06dl 
Neutropenia em Gram-negativos e endotoxemias.
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Características
Bovinos:
Inflamações purulentas agudas (24-48h):
Leucopenia, neutropenia, desvio para esquerda severo e linfopenia
Inflamações purulentas persistentes:
Contagem total de leucócitos: 4.000-15.000/ \uf06dl 
		\u201cInversão linfócito-neutrófilo\u201d
Infrequentemente neutrofilia de 30.000/ \uf06dl 
Hiperfibrinogenemia como indicador da inflamação
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Características
Eqüinos:
Contagem total de leucócitos: 7.000 \u2013 20.000/ \uf06dl 
Raramente excede 30.000/ \uf06dl 
Neutrofilia com desvio para esquerda é moderada
Hiperfibrinogenemia como indicador da inflamação
*
Neutrofilia e Heterofilia
da Inflamação e Infecção
Características
Aves:
Contagem total de leucócitos: 24.000 \u2013 45.000/ \uf06dl 
100.000 \u2013 125.000/ \uf06dl 
Desvio para esquerda difícil de identificar
\u201cInversão linfócitos-heterófilos\u201d
*
Outras causas de Neutrofilia
Necrose tecidual e isquemia
Doenças imunomediadas
Toxemia/toxicose
Hemorragia
Neoplasia
*
Neutropenia
Freqüente causa de leucopenia
Causas de neutropenia
Aumento na marginação (pseudoneutropenia)
Excessiva demanda tecidual ou destruição
Diminuição na produção da medula óssea
Granulopoiese ineficiente     
*
*
Neutropenia e Heteropenia
Pseudoneutropenia