apostilha de gestão em recursos materiais logística
138 pág.

apostilha de gestão em recursos materiais logística


DisciplinaAdministração113.191 materiais805.804 seguidores
Pré-visualização25 páginas
resolvendo problemas, 
tendo assim mais tempo para vender.
A seguir, veja quais são os sintomas de problemas de organização física do al-
moxarifado e o que eles podem ocasionar.
 ‡ Demora excessiva > Perda de tempo no deslocamento
 ‡ Fluxo confuso de trabalho > Decisões errôneas e consultas desnecessárias e 
excesso de fluxos secundários
 ‡ Excessiva acumulação de pessoas e documentos > O almoxarifado \u201cincha\u201d e 
não consegue aumentar o espaço
 ‡ Projeto deficiente de locais de trabalho > Devido a vontades do grupo ou 
preferências pessoais
92
Veja quais são os objetivos do arranjo físico:
 ‡ Ter fluxo de informações eficiente.
 ‡ Ter fluxo de trabalho eficiente.
 ‡ Utilizar melhor a área disponível.
 ‡ Facilitar supervisão e coordenação.
 ‡ Reduzir a fadiga do servidor.
 ‡ Aumentar motivação do servidor.
Estratégias para melhorar a eficiência da armazenagem e 
distribuição de produtos
No processo de utilização de um sistema de gerenciamento de armazém como 
reposicionamento estratégico devido à grande expansão do volume de produ-
tos estocados, a operação ficaria lenta para ser controlada sem um sistema de 
gerenciamento que analise a influência entre a implantação de sistemas e as 
dificuldades encontradas no decorrer do processo. Esse assunto é abordado na 
área de sistemas de informações, administração de materiais, especificamen-
te, podendo ainda ser aplicados em grande variedade de indústrias tais como: 
terceirização logística, automotivas, alta tecnologia etc.
Qual é o impacto no que diz respeito à posição geográfica do fornecedor 
em uma decisão do departamento de compras? 
Tendo em vista que a função tomada de decisão não só no departamento de 
compras mais também em toda organização é de fundamental importância, 
surge, agora, a oportunidade de acompanharmos de perto os passos a serem 
seguidos para um total cumprimento dessa função, pois nela envolve desenvol-
vimento de um relacionamento entre as duas partes (cliente e fornecedor), de 
tal forma que a parceria e a cooperação proporcionam melhores resultados do 
que o interesse próprio e o conflito. Dessa forma, o termo posição geográfica 
do fornecedor será entendido como sua localização em relação ao seu cliente e 
quais as implicações a serem consideradas em uma definição do departamento 
de compras, sendo que existe uma série de avaliações a serem estudadas e que 
contribuem diretamente para o fechamento ou não de um pedido de compras.
Pergunta
93Unidade 5
Gestão de Recursos Materiais
A princípio, esse trabalho requer pesquisas totalmente voltadas aos comprado-
res que poderão claramente nos posicionar e esclarecer essas dificuldades do 
dia a dia. Podemos dizer que nos dias atuais a posição geográfica (localização) 
dos fornecedores em relação a seu cliente passou a ocupar um papel de desta-
que nos problemas logísticos das empresas, pois o tempo para o cliente é uma 
vantagem competitiva, sendo que diretamente envolve custo, que com certeza 
força as empresas a reduzir os estoques e paralelamente um melhor desenvolvi-
mento para com seus fornecedores.
Qualquer pessoa, como consumidor, tem claro o que espera dos produtos que 
compra: querem produtos que cada dia atendam melhor às suas necessidades, 
os querem quando necessitam, a um preço adequado e com altos níveis de 
qualidade. Clientes cada vez melhor informados e mais exigentes estão provo-
cando a mudança dos mercados e consumo e, com eles, como um efeito domi-
nó, de todos os demais mercados industriais e de serviços.
Além disso, outro fator chave explica essa evolução: a modernização dos meios 
de transporte e o desenvolvimento das novas tecnologias de comunicação es-
tão permitindo a real globalização da economia. 
Essa evolução na fabricação está mudando os mercados para um ambiente 
caracterizado para:
 ‡ Extremo dinamismo. 
 ‡ Máxima disponibilidade. 
 ‡ Flutuação da demanda. 
 ‡ Competitividade. 
 ‡ Globalização. 
Dessa forma, a localização do almoxarifado deve:
 ‡ Atender o fluxo de movimentação dos materiais.
 ‡ Proximidade em relação ao local de recebimento.
 ‡ Proximidade em relação ao ponto de distribuição.
 ‡ Atender critérios de segurança.
 ‡ Possibilidade de subalmoxarifados e estoque no local de consumo.
94
As instalações de armazenagem compreendem, basicamente, os seguintes tipos:
 ‡ Armazém: edificação dotada de piso, cobertura e paredes frontais e late-
rais, de isolamento \u201cquase\u201d perfeito e obriga-se ao atendimento de normas 
técnicas, de segurança e infra-estrutura.
 ‡ Galpão: estrutura dotada de piso, cobertura a paredes frontais e laterais. 
Em rigor não ocorre uma grande preocupação de infra-estrutura e ação de 
agentes externos nocivos aos materiais.
 ‡ Pátios ou áreas descobertas: área descoberta, porém cercada, calçada e 
dotada de infra-estrutura de escoamento pluvial e iluminação. 
Veja, a seguir, os tipos de sistemas ou áreas de atuação:
 ‡ Recebimento: consiste na execução pelo setor específico, de um conjunto 
de operações que envolvem a identificação do material recebido, o confron-
to do documento fiscal com o pedido, inspeção qualitativa e quantitativa e 
da aceitação formal do material.
 ‡ Zona de estoque: consiste na execução pelo setor específico, de um conjunto 
de operações relacionadas com a guarda do material. Constitui ponto de vital 
importância na formação do conjunto de atividades da armazenagem exigin-
do técnicas específicas para o alcance da eficiência, racionalização e economia 
desejada. Zona de Estoque é o espaço decorrente da divisão de uma área de 
armazenagem, destinada a facilitar a localização do material. Cada zona de 
estoque compreende vários conjuntos distintos de unidade de estocagem ou 
áreas livres. As zonas de estoque podem ser abertas ou fechadas, dependen-
do das necessidades de segurança ou preservação do material.
 ‡ Distribuição: consiste na execução pelo setor específico de um conjunto 
de operações relacionadas com a expedição do material que compreende 
na parte da área de armazenagem destinada a acumulação, embalamento 
e expedição do material. Sua localização fica preferencialmente, junto à 
porta principal ou lateral da instalação da armazenagem, bem como afas-
tada da área de recebimento.
 ‡ Corredores: pricipais, secundários e de segurança.
 ‡ Área livre: espaços de uma zona de estoque destinados à estocagem de 
materiais cujo peso, dimensões, tipo de embalagem, quantidade ou outro 
fator impeça a utilização de estantes ou armações. São consideradas tam-
bém espaços reservados (vazios) para utilização futura ou posterior.
 ‡ Área de serviço: compreende parte de um armazém ou galpão, ocupada 
por escritório, vestiário, copa, sanitários etc., destinados ao apoio adminis-
trativo ou operacional da empresa.
95Unidade 5
Gestão de Recursos Materiais
Layout de armazenagem10
O layout de armazém é a forma como as áreas de armazenagem de um arma-
zém estão organizadas, de forma a utilizar todo o espaço existente da melhor 
forma possível, verificando a coordenação entre os vários operadores, equipa-
mentos e espaço. O layout ideal é aquele que procura minimizar a distância to-
tal percorrida com uma movimentação eficiente entre os materiais, com a maior 
flexibilidade possível e com custos de armazenagem reduzidos.
Objetivos
O planejamento do layout de armazém tem com principais objetivos:
 ‡ utilizar o espaço existente com maior eficiência possível;
 ‡ providenciar uma movimentação eficiente dos materiais;
 ‡ minimizar os custos de armazenagem quando são satisfeitos os níveis de exigência;
 ‡ providenciar flexibilidade;
 ‡ facilitar a arrumação e limpeza.
Para satisfazer esses objetivos, deve existir uma coordenação entre operadores, 
equipamentos e espaço.
Princípios da área de armazenamento
Para que os objetivos do planeamento do layout de armazém possam ser 
cumpridos, convém integrar os vários princípios a que deve obedecer a área de 
armazenamento, tais como: popularidade, semelhança, tamanho, características 
e utilização do espaço.