A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
188 pág.
Manual de Orientacao da ECD

Pré-visualização | Página 8 de 50

é utilizado para fazer o download da escrituração contábil digital já transmitida pelo empresário ou pela 
sociedade empresária e dos dados agregados gerados pelo sistema. 
 
O download, via ReceitanetBX, segue as seguintes regras: 
 
- Empresário ou Sociedade Empresária: acessam apenas as escriturações contábeis digitais e os dados agregados 
do seu CNPJ. 
- Representante Legal: acessa apenas as escriturações contábeis digitais e os dados agregados do CNPJ do qual 
ele representa. 
- Procuração Eletrônica: acessa apenas as escriturações contábeis digitais e os dados agregados do CNPJ do qual 
ele é procurador. 
O Receitanet utiliza, na transmissão, a porta 3456 e o endereço IP 200.198.239.21. Para verificar se a conexão 
está sem problemas, execute o comando "telnet 200.198.239.21 3456". 
 
Seção 1.15. Dados Agregados 
 
Os dados agregados consistem na consolidação mensal de informações de saldos contábeis e nas demonstrações 
contábeis. 
 
O sistema gera automaticamente os arquivos de dados agregados, assim que recebe a escrituração contábil digital. 
Seção 1.16. Lançamentos de Quarta Fórmula e Planos de Contas com 4 níveis. 
 
O Sped Contábil faz validações para que a Resolução CFC no 1.299/10 seja cumprida, conforme destacado 
abaixo: 
- Os lançamentos de quarta fórmula podem ser utilizados desde que se refiram a um único fato contábil. 
 - O plano de contas da empresa deve ter, no mínimo, 4 níveis. 
 Exemplo: 
 Nível 1: Ativo 
 Nível 2: Ativo Circulante 
 Nível 3: Disponibilidades 
 Nível 4: Caixa 
 
 
Anexo ao Ato Declaratório Executivo Cofis no 103/2013 Manual de Orientação do Leiaute da ECD 
Atualização: Dezembro de 2013 
 
RFB/Subsecretaria de Fiscalização/Coordenação Geral de Fiscalização/Div. de Escrituração Digital Página 16 de 188 
 
Seção 1.17. Plano de Contas Referencial para o Sped Contábil 
 
Na versão 3.X do PVA do Sped Contábil e alterações posteriores o mapeamento para o plano de contas 
referencial da RFB é facultativo. 
Seção 1.18. Configurações Necessárias para Consultar a Situação da Escrituração no PVA do Sped Contábil 
 
Para consultar a situação, o PVA utiliza o IP 200.198.239.22 e a porta 80. Caso apareça a mensagem de erro 
"Erro ao consultar situação. Falha na conexão com o servidor", deve ser adotado o seguinte procedimento: 
 
1. No Windows, selecionar: Iniciar ⇒ Executar; 
 
2. Digitar "cmd" (para abrir o prompt de comando) e clicar "ok"; 
 
3. Na janela aberta, digitar: "telnet 200.198.239.22 80"; 
 
4. Se a tela ficar toda preta é porque existe conectividade; e 
 
5. Se aparecer a mensagem "Conectando-se a 200.198.239.22. Não foi possível abrir conexão com host na porta 
80: conexão falhou", a rede utilizada pelo usuário para acesso está sem conectividade com a internet ou algum 
ativo de rede (firewall) está bloqueando o acesso. 
 
Seção 1.19. Autenticação dos Livros Digitais 
 
A competência para autenticação de livros digitais é da Junta Comercial. As pendências relativas à autenticação 
devem ser verificadas diretamente na Junta Comercial. 
 
Não podem existir duas escriturações relativas ao mesmo período. Portanto, no caso de já existir um livro em 
papel já autenticado, a empresa deve transmitir o livro digital para o mesmo período, para cumprir a obrigação com a 
RFB. Este livro deverá ser indeferido pela Junta Comercial, tendo em vista que já existe um livro em papel autenticado 
referente ao mesmo período. 
 
Na ECD não existe número de página. Assim, é impossível o preenchimento de tal campo na DIPJ. Caso a ECD 
já tenha sido entregue, mas ainda esteja pendente de autenticação pela Junta Comercial, não é possível o preenchimento 
do campo na DIPJ. Guarde o recibo de entrega da ECD para eventual comprovação. A RFB tem acesso às informações 
do Sped que comprovam o fato. 
 
Seção 1.20. Multa por Atraso na Entrega da Escrituração Digital 
 
De acordo com o art. 57, da Medida Provisória no 2.158-35, de 24 de agosto de 2001, com a nova redação dada 
pela Lei no 12.766, de 27 de dezembro de 2012, o sujeito passivo que deixar de apresentar, nos prazos fixados, declaração, 
demonstrativo ou escrituração digital exigidos nos termos do art. 16, da Lei no 9.779, de 19 de janeiro de 1999, ou que os 
apresentar com incorreções ou omissões, será intimado para apresentá-los ou para prestar esclarecimentos pela RFB e 
sujeitar-se-á às seguintes multas: 
 
I - por apresentação extemporânea: 
 
a) R$ 500,00 (quinhentos reais) por mês-calendário ou fração, relativamente às pessoas jurídicas que, 
na última declaração apresentada, tenham apurado lucro presumido; 
 
b) R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) por mês-calendário ou fração, relativamente às pessoas jurídicas 
que, na última declaração apresentada, tenham apurado lucro real ou tenham optado pelo 
autoarbitramento; 
 
II - por não atendimento à intimação da Secretaria da Receita Federal do Brasil, para apresentar declaração, 
demonstrativo ou escrituração digital ou para prestar esclarecimentos, nos prazos estipulados pela autoridade 
fiscal, que nunca serão inferiores a 45 (quarenta e cinco) dias: R$ l.000,00 (mil reais) por mês-calendário; 
 
 
 
Anexo ao Ato Declaratório Executivo Cofis no 103/2013 Manual de Orientação do Leiaute da ECD 
Atualização: Dezembro de 2013 
 
RFB/Subsecretaria de Fiscalização/Coordenação Geral de Fiscalização/Div. de Escrituração Digital Página 17 de 188 
 
III - por apresentar declaração, demonstrativo ou escrituração digital com informações inexatas, incompletas ou 
omitidas: 0,2% (dois décimos por cento), não inferior a R$ 100,00 (cem reais), sobre o faturamento do mês 
anterior ao da entrega da declaração, demonstrativo ou escrituração equivocada, assim entendido como a receita 
decorrente das vendas de mercadorias e serviços. 
 
§ 1º Na hipótese de pessoa jurídica optante pelo Simples Nacional, os valores e o percentual referidos nos incisos 
II e III deste artigo serão reduzidos em 70% (setenta por cento). 
 
§ 2º Para fins do disposto no inciso I, em relação às pessoas jurídicas que, na última declaração, tenham utilizado 
mais de uma forma de apuração do lucro, ou tenham realizado algum evento de reorganização societária, deverá ser 
aplicada a multa de que trata a alínea b do inciso I do caput. 
 
§ 3º A multa prevista no inciso I será reduzida à metade, quando a declaração, demonstrativo ou escrituração 
digital for apresentado após o prazo, mas antes de qualquer procedimento de ofício. 
 
Exemplo: Se o prazo de entrega termina no dia 30/06 e o livro for entregue no dia 01/07, a multa é de R$ 1.500,00 
(empresas tributadas pelo lucro real). O valor é mantido até o último dia do julho. Iniciado o mês de agosto, a multa passa 
para R$ 3.000,00. E, assim, sucessivamente. Ainda há possibilidade de redução de 50% no valor da multa a ser paga, caso 
a escrituração digital seja entregue após a data limite e antes de qualquer procedimento de ofício. 
 
O código de receita da multa por atraso na entrega da ECD é 1438. 
 
Seção 1.21. Livro Digital Extraviado ou Corrompido 
 
Algumas vezes, o PVA do Sped Contábil avisa que a escrituração foi alterada ou não pode ser localizada na pasta 
original. Isso ocorre porque o programa do Sped Contábil “memoriza” a pasta na qual a escrituração está gravada. Esta 
pasta foi indicada quando foi realizada a validação. 
Pode-se verificar que pasta é esta visualizando a escrituração em “Dados da Escrituração”. 
Usualmente, o PVA do Sped Contábil, ao efetuar alguma operação sobre a escrituração, irá procurar a 
escrituração nesta pasta. 
Se a escrituração não está mais acessível (por exemplo, foi removida da pasta, teve o nome trocado, ou a pasta 
foi mudada de posição), ou foi alterada ou corrompida (editada, por exemplo), o PVA do Sped

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.