Aula 08 Direito Constitucional
58 pág.

Aula 08 Direito Constitucional


DisciplinaDireito Constitucional I46.175 materiais1.309.108 seguidores
Pré-visualização16 páginas
ou sociedade de economia 
mista;
e) a associação que, concomitantemente: i) esteja constituída há pelo 
menos 1 (um) ano nos termos da lei civil; ii) inclua, entre suas finalidades 
institucionais, a proteção ao meio ambiente, ao consumidor, à ordem 
econômica, à livre concorrência ou ao patrimônio artístico, estético, 
histórico, turístico e paisagístico.
O Ministério Público, se não in terv ier no processo com o parte , atuará 
obrigatoriamente como fisca l da le i. Note que a ação civil pública, ao contrário 
da ação penal pública (art. 129, I, CF), não é de competência privativa do 
Ministério Público. Cuidado com as "pegadinhas" nesse sentido!
No que se refere às om issões do Poder Púb lico , a ação civil pública possibilita 
a atuação jud ic ia l no sentido de im plem entação das po lít icas púb licas
necessárias à efetivação dos direitos fundamentais, principalmente dos direitos 
sociais, como saúde, educação, previdência, dentre outros.
Vejamos alguns entendimentos do STF sobre a utilização da 
ação civil pública. Eles servirão até mesmo como forma de 
ilustrar a utilização dessa importante ação coletiva.
1) O Ministério Público tem legitimidade para promover 
ação civil pública cujo fundamento seja a ilegalidade de 
reajuste de mensalidade escolares. (Súmula STF n° 643)
2) O Ministério Público é parte legítima para propor ação 
civil pública voltada a infirmar preço de passagem em 
transporte coletivo.
18 Reclamação n. 600-0/SP, Rel. Min. Néri da Silveira, j. 03.09.1997.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 44 de 58
Estratégia
r n n r ii r \u25a0; n s * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
3) O Ministério Público tem legitimidade ativa para propor 
ação civil pública com o objetivo de evitar lesão ao 
patrimônio público decorrente de contratação de serviço 
hospitalar privado sem procedimento licitatório.
HORA DE
raticar!
64. (ESAF/ AFRFB - 2014) A ação popular e a ação civil pública são 
idênticas em propósito, finalidade e alcance, a diferença é que a última 
se insere na competência privativa dos tribunais.
Comentários:
A ação popular e ação civil pública são ações distintas, embora parecidas 
quanto ao objeto. A primeira visa a anular ato lesivo ao patrimônio público ou 
de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio 
ambiente e ao patrimônio histórico e cultural. Já a segunda tem um objeto mais 
amplo, visando à proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e 
de outros interesses difusos e coletivos (art. 129, III, CF), bem como os direitos 
individuais homogêneos (Código de Defesa do Consumidor, art. 81, parágrafo 
único, III). Está errada também a afirmação de que elas se diferenciam porque 
a ação civil pública se insere na competência privativa dos tribunais. Os tribunais 
são competentes para julgar ambas as ações. Questão incorreta.
65. (CESPE / MPE-RO - 2010) A ação civil pública pode ser manejada 
para se obter o controle de constitucionalidade de lei, desde que a 
declaração de inconstitucionalidade seja "incidenter tantum" e tenha 
eficácia erga omnes.
Comentários:
De fato, admite-se a ação civil pública no controle incidental de 
constitucionalidade. Entretanto, nesse caso, sua eficácia é "inter partes", não 
'"erga omnes". Questão incorreta.
66. (TRT 15a Região/Juiz/2010) Não cabe questionamento incidental 
de inconstitucionalidade em sede de ação civil pública.
Comentários:
Cabe, sim, segundo o STF, questionamento incidental de inconstitucionalidade 
em sede de ação civil pública, desde que a questão constitucional configure 
simples questão prejudicial da pretensão deduzida. Questão incorreta.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 45 de 58
Estratégia
r n N r i i R s n s * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
67. (TRT 15a R eg ião /Ju iz/2010 ) A declaração incidenta l de 
in constituc iona lidade de uma lei nos autos de uma ação c iv il pública 
gera efe ito erga omnes.
Com entários:
Nesse caso, os efeitos são "inter partes", como é próprio do controle incidental 
de inconstitucionalidade. Questão incorreta.
68. (TRT 15a R eg ião /Ju iz/2010 ) É cab íve l o questionam ento 
incidenta l de in constituc iona lidade nos autos de uma ação civ il pública, 
mas seus e fe itos ficam restritos apenas às partes e som ente naquele 
caso concreto.
Com entários:
De fato, os efeitos são "inter partes", restritos às partes. Questão correta.
69. (CESPE / TRF 5a Reg ião/ Ju iz - 2009) Suponha que Pedro, m enor 
com 10 anos de idade, não tenha acesso a m edicam ento gratu ito 
fo rnec ido pelo SUS. Nessa s ituação h ipotética, tem leg itim idade para 
im petrar ação c iv il pública o MP, com vistas a condenar o ente federativo 
com petente a d ispon ib iliza r esse m edicam ento, sem que haja usurpação 
da com petência da defensoria pública.
Com entários:
De fato, a ação civil pública possibilita a atuação judicial no sentido de 
implementação das políticas públicas necessárias à efetivação dos direitos 
fundamentais. É o caso do direito à saúde, no caso exposto no enunciado. 
Questão correta.
70. (CESPE / TRE-MA - 2009) O STF considera leg ítim a a utilização da 
ação civ il pública com o instrum ento de fisca lização incidenta l de 
constituc iona lidade de le is ou atos do poder púb lico m unicipal, pela via 
d ifusa, quando a controvérsia constituc iona l não se apresentar com o o 
único objeto da dem anda, mas com o questão prejud ic ia l, necessária à 
resolução do con flito principal.
Com entários:
É essa a posição do STF, que admite a ação civil pública como fiscalização 
incidental de constitucionalidade. Questão correta.
71. (CESPE / MPU - 2010) Entre as funções in stituc iona is do M in istério 
Púb lico, está a de prom over, em caráter exclusivo, a ação civ il pública 
para a prom oção do patrim ôn io púb lico e socia l, do meio am biente e de 
outros in teresses d ifusos e coletivos.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 46 de 58
Estratégia
r n N r i i R < ; n < ; * *
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
C O N C U R S O S
Com entários:
A ação civil pública não é de competência exclusiva do Ministério Público, 
conforme o art. 5° da LACP. Questão incorreta.
72. (CESPE / OAB - 2009) A ação c iv il pública som ente pode ser 
aju izada pelo MP, segundo determ ina a CF.
Com entários:
A ação civil pública não é de competência exclusiva do Ministério Público, 
conforme o art. 5° da LACP. Questão incorreta.
Prof. Nádia Carolina www.estrategiaconcursos.com.br 47 de 58
Estratégia
C O N C U R S O S ^
Direito Constitucional p/AFRFB - 2015
Profa. Nádia Carolina / Prof. Ricardo Vale
Lista de Questões
1. (CESPE / MPE-RO - 2010) A independência funciona l e a 
v ita lic iedade figuram entre os p rinc íp ios in stituc iona is do MP.
2. (CESPE / MPE-RO - 2010) A CF adm ite, em caráter excepcional, a 
nom eação de prom otor ad hoc.
3. (CESPE / M P-PI - 2012) Com pete privativam ente ao MP prom over 
o inquérito c iv il e a ação civ il pública para a proteção do patrim ônio 
púb lico e socia l, do meio am biente e de outros in teresses d ifusos e 
co letivos.
4. (CESPE / MPE-RO - 2010) As funções in stituc iona is do MP 
d ispostas na CF constituem rol exem plifica tivo, o que facu lta aos 
estados e aos m unicíp ios, por in term édio de leg islação própria, o 
estabe lecim ento de outras a tribu ições com patíve is com a fina lidade 
constituc iona l da institu ição.
5. (CESPE / TRE-MA - 2009) Apesar de ser assegurada autonom ia 
funciona l e adm in istrativa ao MP, a in ic iativa leg islativa para criação e 
extinção de seus