Curso de Linguagem C aplicada á Engenharia (DOC)
34 pág.

Curso de Linguagem C aplicada á Engenharia (DOC)


DisciplinaLinguagem e Estruturação Linguagem C130 materiais933 seguidores
Pré-visualização34 páginas
Curso_c.doc
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL

ESCOLA POLITÉCNICA

DEPARTAMENTO DE ELETRÔNICA

		

CURSO DE LINGUAGEM C APLICADA À ENGENHARIA

PROFESSOR: 	FERNANDO CÉSAR COMPARSI DE CASTRO

1) Introdução:

Introdução básica:

#include <stdio.h>

/* Programa-exemplo #1. */

main()

{

 int idade;

 idade = 33;

 printf (&quot;A minha idade é %d\n&quot;, idade) ;

}

#include <stdio.h>

/* Programa-exemplo #2 - conversão de pés para metros. */

main()

{

 int pés;

 float metros;

 printf(&quot;Informe o número de pés: &quot;);

 scanf(&quot;%d&quot;, &pés); /* & -> operador &quot;endereço de&quot; */

 metros = pés * 0.3048; /* conversão de pés para metros */

 printf(&quot;%d pés é %f metros\n&quot;, pés, metros);

}

#include <stdio.h>

/* Programa-exemplo #2, 2ª versão - conversão de pés para metros. */

main()

{

 float pés, metros; /* torna a variável pés um float */

 printf(&quot;Informe o número de pés: &quot;);

 scanf(&quot;%f&quot;, &pés); /* lê um float */

 metros = pés * 0.3048; /* conversão de pés para metros */

 printf(&quot;%f pés é %f metros\n&quot;, pés, metros);

 }

Introdução às Funções em C:

#include <stdio.h>

/* Um programa-exemplo com duas funções. */

main()

{

 hello(); /* chama a função hello */

}

hello()

{

 printf(&quot;Alô\n&quot;);

}

#include <stdio.h>

/* Um programa que usa uma função com um argumento.*/

main()

{

int num;

num=100;

sqr(num); /*chama sqr() com num */

}

sqr(int x) /*a declaração do parâmetro está dentro dos

 parênteses*/

{

 printf(&quot;%d elevado ao quadrado é %d\n&quot;, x, x*x);

}

#include <stdio.h>

/* Outro exemplo de função com argumentos.*/

main()

{

 mul(10, 11);

}

 mul(a,b)

 int a,b; /* observe a forma diferente de declarar a função

 mul() */

{

 printf(&quot;%d&quot;, a*b);

}

#include <stdio.h>

/* Um programa que usa retorno. */

main()

{

 int resposta;

 resposta = mul (10, 11); /* atribui o valor de retorno */

 printf(&quot;A resposta é %d\n&quot;, resposta);

}

 /* Esta função retorna um valor */

 mul(int a, int b)

{

 return a*b;

}

Forma geral de uma função:

tipo-de-retorno nome-da-função (lista de parâmetros)

identificação dos parâmetros (caso não identificados na lista)

{

 corpo do código

}

Para funções sem parâmetros, não haverá lista de parâmetros.

Introdução ao controle de programas em C:

A declaração if:

if(condição)declaração;

onde condição é uma expressão que resulta V ou F. Em \u201cC\u201d, V é não zero e F é zero.

Exemplos:

if(10 < 11) printf(&quot;10 é menor que 11&quot;); /* imprime */

if(10 = =11) printf(&quot;Alô&quot;); /* não imprime */

O loop for:

for(inicialização; condição; incremento)declaração;

\u201cinicializaçao\u201d é usado p/ atribuir à variável de controle do loop um valor inicial

\u201ccondição\u201d é uma expressão que é testada toda vez que o loop continua a ser executado

\u201cincremento\u201d incrementa a variável de controle do loop

#include <stdio.h>

/* Um programa que ilustra o loop for */

main()

{

 int contador;

 for(contador=1; contador<=100; contador++) printf(&quot;%d &quot;, contador);

}

Obs) contador++ tem o mesmo efeito que contador=contador+1

 contador- - tem o mesmo efeito que contador=contador-1

Blocos de código:

Como \u201cC\u201d é uma linguagem ESTRUTURADA, ela suporta a criação de blocos de código:

if(x<10) {

int novo;

printf(\u201cMuito baixo, tente outra vez!\n\u201d);

novo=x+2;

printf(\u201cQue tal x=%d?\u201d,novo);

scanf(&quot;%d&quot;, &x);

}

Nota: a variável \u201cnovo\u201d só existe dentro deste bloco de código, sendo eliminada da memória após o fechamento da última chave }.

Básico sobre Caracteres e Strings:

#include <stdio.h>

/* Um exemplo usando caracteres.*/

main()

{

 char ch;

 ch = 'A';

 printf(&quot;%c&quot;, ch) ;

 ch = 'B';

 printf(&quot;%c&quot;,ch) ;

 ch = 'C' ;

 printf(&quot;%c&quot;, ch) ;

}

#include<stdio.h>

#include<conio.h>

main()

{

char ch;

ch = getche() ; /* lê um caractere do teclado */

if(ch= ='H') printf(&quot;você pressionou a minha tecla mágica\n&quot;);

}

	Em \u201cC\u201d, uma string é uma seqüência de caracteres (char) organizada em uma matriz unidimensional (vetor) terminada pelo caracter nulo (null). O caracter nulo é o 0. A linguagem \u201cC\u201d não tem uma variável tipo string propriamente como o Basic. Em vez disso você declara uma matriz de caracteres e usa as várias funções de strings encontradas na biblioteca adequada para manipulá-las.

	Para ler uma string do teclado, primeiro cria-se uma matriz de caracteres suficientemente grande para armazenar a string mais o terminador nulo. Por exemplo, para armazenar a palavra &quot;hello&quot;, é necessário uma matriz de caracteres de 6 elementos: 5 p/ a string e 1 p/ o terminador nulo: 'h' 'e' 'l' 'l' 'o' '\0'

	 Declara-se a matriz de caracteres como qualquer variável: char txt[6];

	 Assim txt[0] = 'h'

		txt[1] = 'e'

		txt[2] = 'l'

		txt[3] = 'l'

		txt[4] = 'o'

		txt[5]= '/0'

	Para a leitura de uma string do teclado, pode-se usar função scanf() como veremos adiante, ou usar a função gets(). A função gets() toma o nome da string como argumento e faz a leitura dos caracteres do teclado até que a tecla ENTER seja pressionada. A tecla ENTER nao é armazenada como caracter,mas sim substituída pelo terminador nulo.

#include<stdio.h>

/* Um exemplo com string. */

main()

{

char str[80];

printf(&quot;Digite o seu nome: &quot;);

gets(str);

printf(&quot;Alô %s&quot;, str);

}

Fazendo um breve resumo do que se viu de printf() até agora:

A forma geral da função printf() é:

printf(&quot;string de controle&quot;, lista de argumentos)

Código Significado

%d Exibe um inteiro no formato decimal

%f Exibe um tipo float no formato decimal

%c Exibe um caractere

%s Exibe uma string

Exemplos:

printf(&quot;%s %d&quot;, &quot;Esta é uma string &quot;, 100);

exibe:

Esta é uma string 100

printf(&quot;esta é uma string %d&quot;, 100);

exibe:

esta é uma string 100

printf(&quot;o número %d é decimal, %f é ponto flutuante.&quot;,10, 110.789);

exibe:

o número 10 é decimal, 100.789 é ponto flutuante.

printf(&quot;%s&quot;, &quot;Alô&quot;\n&quot;);

exibe: