AV.historia.ED.BRASILEIRA
4 pág.

AV.historia.ED.BRASILEIRA

Disciplina:História da Educação no Brasil1.563 materiais30.141 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Avaliação: História da Educação Brasileira

Tipo de Avaliação: AV

Aluno:

Professor:

LUCIA HELENA DOS ANJOS ROSA

REGINA LUCIA FERREIRA CRAVO

MARCOS VINICIUS MENDONCA ANDRADE

Turma:

Nota da Prova: Nota de Partic.: Data: 09/11/2013

 1a Questão (Ref.: 201301031476)

Podemos considerar que uma tendência marcou a História da Educação no Brasil nos últimos 50 anos, a idéia de
considerar a educação como espaço de preparação do indivíduo para o desempenho de determinados papéis
sociais na construção do desenvolvimento sócio-econômico do país. A Teoria que exemplifica de forma plena
essa tendência é:

Teoria desenvolvimentista

 Teoria do Capital Humano

 Teoria Social do desenvolvimento

Teorias Crítica

Teoria humanista

 2a Questão (Ref.: 201301031464)

(NCE / UFRJ / 2005 - adaptada) A Reforma Francisco Campos pode ser compreendida como reflexo, no campo
educacional, do discurso político dos estratos sociais que apoiaram a chegada de Getúlio Vargas ao poder, na

década de 30. Uma intenção manifestada por essa Reforma foi:

 Permitir que os cursos secundários cumprissem a finalidade principal de servir de acesso aos cursos
superiores.

Manter a hegemonia do Colégio Pedro II quanto à concessão de habilitação para o ingresso no ensino
superior.

Promover a inspeção federal do ensino secundário, excetuando as escolas da rede privada.

 Promover a reforma do ensino comercial, implantando um sistema de dois ciclos no qual não houvesse
ensino propedêutico.

Conferir ao ensino secundário a finalidade de formar o homem para os grandes setores da atividade
nacional.

 3a Questão (Ref.: 201301031452)

Segundo Fernando de Azevedo, o mais inovador e audacioso em termos de educação no período Imperial
refere-se às normas estabelecidas na Reforma de 1879. Assinale a opção que contempla tais normas:

I. Estabelecem diretrizes para o ensino primário, secundário e superior e a liberdade de ensino.
II. Defende a necessidade de ampliação das escolas normais em todo o território.
III. Mantém a proibição de matrículas de escravos em escolas primárias.

Somente a opção I está correta.

Somente a opção III está correta.

 Somente a opção II está correta.

 Somente as opções I e II estão corretas.

Somente as opções I e III estão corretas.

 4a Questão (Ref.: 201301113001)

"Num programa de entrevista na televisão o indigenísta Orlando Villas Boas contou um fato observado por ele
numa aldeia Xavante que retrata bem a característica educacional entre os índios: Orlando observava uma
mulher que fazia alguns potes de barro. Assim que a mulher terminava um pote seu filho, que estava ao lado
dela, pegava o pote pronto e o jogava ao chão quebrando. Imediatamente ela iniciava outro e, novamente,
assim que estava pronto, seu filho repetia o mesmo ato e o jogava no chão. Esta cena se repetiu por sete potes

até que Orlando não se conteve e se aproximou da mulher Xavante e perguntou por que ela deixava o menino
quebrar o trabalho que ela havia acabado de terminar. No que a mulher índia respondeu: "- Porque ele quer."
Podemos também obter algumas noções de como era feita a educação entre os índios na série Xingu, produzida
pela extinta Rede Manchete de Televisão. Neste seriado podemos ver crianças indígenas subindo nas estruturas
de madeira das construções das ocas, numa altura inconcebivelmente alta. Quando os jesuítas chegaram por
aqui eles não trouxeram somente a moral, os costumes e a religiosidade européia; trouxeram também os

métodos pedagógicos." Otávio Bello - História da Educação Discuta as dificuldades relatadas pelos Jesuítas neste
encontro de processos educacionais tão diversos como do momento da colônia.

Gabarito: Uma questão ampla em que o aluno deve expressar seu entendimento sobre educação e mostrar seus
aspectos moralizantes e formas de dominação.

 5a Questão (Ref.: 201301072502)

As disputas entre intelectuais católicos e liberais, também chamados de escolanovistas, giraram em torno de
três questões. Identifique essas questões e as explique

Gabarito: O aluno deverá trabalhar com o movimento escolanovista

 6a Questão (Ref.: 201301031470)

(IPAD / PE / 2006 - adaptada) A chamada Educação Popular, iniciada pelos anos 60, tinha como principal
característica:

A tentativa do Estado de controlar os movimentos sociais, bastante ativos à época.

A criação de Cursos Formação Política que tiveram como incentivador o governador federal.

 A alfabetização de adultos utilizando elementos da cultura popular como forma de conscientização

política e desvelamento do real.

A utilização das cartilhas tradicionais como forma pedagógica de introduzir o povo numa alfabetização
conscientizadora.

A utilização da cultura popular nas escolas privadas como forma de valorização de nosso patrimônio
cultural.

 7a Questão (Ref.: 201301121080)

Até o final da Primeira República, também conhecida como República Velha, o ensino que predominou nas
escolas brasileiras foi baseado em uma perspectiva humanística, tradicional e religiosa. Desta forma, a escola
tradicional, que surgiu para ensinar aos filhos da elite nacional, centra o processo de ensino e

aprendizagem no mestre, ou seja, na autoridade intelectual do professor, que tinha por função:

Possibilitar uma formação política comprometida com a transformação da realidade social.

 Transmitir os conhecimentos sistematizados de forma lógica e precisa aos alunos.

Possibilitar a apropriação crítica do conhecimento sistematizado visando o desenvolvimento da autonomia
intelectual do educando.

Formar as camadas populares para que pudessem se organizar coletivamente e lutar pelos seus direitos.

Formar pessoas qualificadas tecnicamente para atender as necessidades do mercado de trabalho.

 8a Questão (Ref.: 201301031619)

As origens das instituições escolares no Brasil podem ser localizadas no século XVI com a chegada dos:

Beneditinos

Invasores franceses

Carmelitas

 Jesuítas

Missionários presbiterianos

 9a Questão (Ref.: 201301031427)

Considerando a chegada da família real no Brasil e sua instalação na cidade do Rio de Janeiro, considerando as

ações executadas na área de educação realizadas antes e durante sua estadia, podemos afirmar que Dom João
VI:

Incluiu apenas índios, excluindo os negros da educação formal à época.

Uniu índios, negros e brancos na educação formal.

Incluiu apenas negros, excluindo os índios da educação formal à época.

Manteve uma educação para indígenas e negros na educação formal à época.

 Manteve uma educação excludente de índios e negros.

 10a Questão (Ref.: 201301031432)

A educação como espaço de construção do Estado Nação também foi atingida por mudanças que faziam parte
do ideário republicano e abolicionista. Mesmo com as mudanças ocorridas no universo educacional no início da
república brasileira, índios, negros, ex-escravos e mulheres não foram incluídos de forma prática nas políticas
públicas. Considerando o aspecto de exclusão, em que o setor educacional republicano se mantém, seria
possível afirmar hoje que a primeira república manteve:

 Caraterísticas racistas e elitistas.

 Projeto português de assimilação/branqueamento das consideradas raças inferiores e continuidade da
subalternidade da mulher.

A assimilação gradual de ex-escravos e mulheres.

Caraterísticas racistas e homofóbicas.

A prioridade do ensino nas grandes cidades localizadas no litoral.