568 pág.

Aulas de Tecnologia da Construção

Disciplina:Tecnologia da Construção871 materiais6.802 seguidores
Pré-visualização23 páginas
- recomendada Plana

Em V - recomendada Rebaixada V - não recomendada

chanfrada - recomendada Escorrida- não recomendada

Aprofundada - recomendada Chanfro invertido

não recomendada

SISTEMA E DIMENSÕES
DE PAREDES

Tipos de juntas

Fresador de madeira para juntas

1 cm

0,5 cm

1 cm

1 a 1,5 cm

7a 10 cm

EXECUÇÃO DE
ALVENARIAS
Paredes de ½ tijolo: Na execução de paredes de espelho (espessura
da parede de 11cm) deve-se cumprir a seguinte orientação:

1)Obedecendo a demarcação espalhar a massa, e, assentar dois tijolos
a espelho em cada extremidade tomando como referência o
escantilhão.

O escantilhão consiste em uma régua de madeira com o comprimento
do pé direito graduada fiada por fiada, a cada 6,0 cm, sendo 5 cm a
altura do tijolo e 1,0 cm de junta (argamassa entre os tijolos).

1) Completar a primeira fiada com tijolos inteiros.

2) Iniciar a segunda fiada com meio tijolo.

3) Assentar a segunda fiada deixando um intervalo na parte central
do painel.

4) Estender a linha pela aresta superior dos tijolos já assentados, do
lado da futura face da parede, prendendo as pontas por baixo dos
mesmos.

5) Repetir sucessivamente a primeira e a segunda fiada, levando
prumadas, e aumentando sucessivamente o intervalo central (
iniciado na segunda fiada).

EXECUÇÃO DE
ALVENARIAS

6) Prosseguir até doze fiadas nas extremidades, deixando na parte
central assentada somente a primeira fiada.

7) Executar as prumadas, voltar e completar a segunda fiada,
obedecendo as amarrações, e distorcendo os tijolos, tanto no
comprimento como no alto, a fim de se obter um pano de parede
perfeitamente plano, vertical, e com fiada em nível.

8) Prosseguir repetindo as fiadas até o respaldo.

9) Raspar as rebordas e fazer a limpeza.

EXECUÇÃO DE
ALVENARIAS

EXECUÇÃO DE
ALVENARIAS

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

 No assentamento dos tijolos é indispensável que se observe as
instruções enumeradas a seguir:

1) Pouco antes do assentamento o tijolo deve ser molhado, para facilitar
a aderência, eliminando a camada de pó que envolve o tijolo.Impedir
a absorção pelo tijolo da umidade da argamassa.

2) Perfeito prumo na disposição das diversas fiadas.

3) Desencontro de juntas para que a amarração seja perfeita, evitando-
se dessa maneira o que o pedreiro chama de sorela (superposição de
juntas).

4) Nível das diversas fiadas.

5) Será de no máximo 1,5 cm (normal 1,0 cm) a espessura das juntas.

6) Não cortar tijolo para formar espessura de parede.

7) Paredes que repousam sobre vigas continuas, devem ser levantadas
simultameamente; não devem ter alturas com mais de 1m de
diferença;

7) Não construir paredes inferiores a meio-tijolo.

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA
 Proteção das alvenarias na execução de vãos

Com a finalidade de absorver tensões que se concentram nos contornos

dos vãos (portas e janelas), oriundas de deformações impostas é

necessário prever a execução de vergas, contravergas e cintas de

amarração.

A verga é o elemento estrutural localizado sobre o vão e a contraverga é

o reforço colocado sob a abertura, como mostra a figura a seguir:

45o

Vão de

janela

Provável trinca

colocar contraverga

Sobrecarga sobre

a esquadria

colocar verga

a) Vergas e contravergas para vãos de até 1,0 m pode-se executar o
reforço no próprio local conforme mostra a figura a seguir:

Vão

de

porta

0,30 <1,0 m 0,30

Pé
-d

ire
ito

2Ø1/ 4”

A

B

Cinta de argamassa 1:3

(cimento e areia)

Corte AB

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

 b) Para vãos de 1,0 a 2,0 m, as vergas podem ser executadas in loco
ou pré-moldadas. No caso da opção ficar em pré-moldadas haverá
um ganho em termos de produtividade. As dimensões mínimas
estão mostradas na figura a seguir:

Vão

de

janela

0,30 1,0 a 2,0 m 0,30

Cinta de concreto

armado 15 Mpa

3Ø1/ 4” s/ estribo

A

B

0,
10

0,10

Corte AB

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

c) Paredes altas - nas alvenarias com altura superior a 3,0 m, deverão
ser previstas cintas de amarração intermediárias, dimensionadas,
sobretudo, para absorver a ação de cargas laterais. Acima de 5,0 m
de altura, as paredes deverão ser dimensionadas como alvenaria
estrutural.

 Encunhamento das paredes

Na elevação do fechamento das alvenarias de vedação, durante a cura
da argamassa ocorre uma pequena redução de dimensões. Por esse
motivo, junto às lajes ou vigas superiores, após um tempo mínimo
de 10 dias, deve-se executar o encunhamento, que é realizado com
o assentamento na última fiada com tijolos cerâmicos maciços
(cozidos) um pouco inclinados com argamassa relativamente fraca
(1: 3: 12 a 15 – cimento/cal hidratada/areia).

Essa prática vem, no entanto, sendo substituída pela utilização de
novos materiais e técnicas com o objetivo de obter um melhor
rendimento, como por exemplo:

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

a) Cimento expansor - argamassa pronta para uso à base de
cimento, que com a adição de água expande-se ocupando o espaço
deixado ou ocorrido com a retração;

b) Polietileno expansor - produto com alta aderência que aplicado
por meio de aerosol aumenta de volume.

Encunhamento com tijolos maciços

Pilar

Viga

Parede

Encunhamento com cimento expansivo

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

Ligações com estruturas de concreto:

a) Ligação da parede com pilares de concreto - junto às faces das
peças de concreto que terão ligação com a alvenaria, após limpeza
do desmoldante, deverá ser aplicado chapisco (traço 1:3 de
cimento e areia).

Nas ligações com pilares, poderão ser melhoradas com a colocação de

ferros de espera (ferro-cabelo) chumbados durante a própria

concretagem do pilar (dobrados e encostados na face interna da
forma), ou com ferros de  6 mm embutidos em furos de 10 a 12
cm, executados com broca vídea de 8 mm e colados com resina
epóxi (Compound da SIKA), após a desforma, com espaçamento
médio de 50 cm e transpasse de 50 cm.

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

Ligação da parede com pilar

Pilar

Parede
0,50 m

0,
50

 m

Ferro-cabelo

1Ø6mmChapisco

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

b) Nos encontros de paredes, onde não haja amarração, tratar a junta
com selante flexível (mastique garantindo acabamento e
estanqueidade) e o embutimento de tela de estuque na argamassa
de revestimento (20 cm para cada lado da junta) para evitar o
destacamento do mesmo.

ParedeParede

Junta

elevação

planta

Mastique
Tela

CUIDADOS NA
EXECUÇÃO DA
ALVENARIA

Alvenaria estrutural – ou alvenaria armada é o tipo de alvenaria
autoportante usada em edificações dispensando as estruturas
convencionais (viga e pilar) e requer projetos e técnicas
construtivas especiais.

Argamassa de assentamento – é a mistura de aglomerantes
(cimento e cal) e agregado (areia) em traço apropriado para
assentamento de tijolos cerâmicos ou blocos de concreto.

Escantilhão – é uma régua de madeira ou metálica de comprimento
igual ao pé-direito, com dispositivos que permitem a graduação das
fiadas nas alturas desejadas. Os escantilhões, se bem utilizados
(pessoal treinado) pode promover grandes ganhos em termos de
produtividade e de qualidade (prumos e níveis).

Estuque – tipo de alvenaria artesanal que utiliza argamassa mista ou
gesso sobre telas de arame ou ripas finas de madeira.

GLOSSÁRIO

GLOSSÁRIO

Facear – é o procedimento de alinhamento vertical
Engenharia Civil Civil fez um comentário
  • Disponibilize esse material para estudo
    0 aprovações
    itamar J santos fez um comentário
  • boa noite Lidiane disponibilize esse material para download por favor. estou lecionando e ele me ajudaria muito. Obrigado
    1 aprovações
    Carregar mais