568 pág.

Aulas de Tecnologia da Construção

Disciplina:Tecnologia da Construção949 materiais6.984 seguidores
Pré-visualização23 páginas
grande quantidade de areia;
 Argiloso – constituído basicamente de barro(argila);
 Rochoso – coberto ou formado por rochas;
 Saibroso – rico na mistura de argila – areia – pedras.

Observações quanto aos terrenos:

Arquitetura e Urbanismo

Percentual de Custos das várias fases da construção:

Projeto e Legalização: 10%

Fundação/Alicerce: 7%

Estruturas/Alvenarias: 20%

Esquadrias: 8%

Instalações Hidro-sanitárias/Elétricas: 15%

Cobertura: 10%

Acabamento: 30%

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

Arquitetura e Urbanismo

Tecnologia da Construção no Brasil???

FIM

Organização da Obra

Arquitetura e Urbanismo

ProfºJoel Filho

1 - Limpeza do terreno:

Arquitetura e Urbanismo

a) Demolição: serviço que pode surgir em caso de antigas
construções existentes no terreno. Inclui a demolição de fundações,
muros divisórios, redes de abastecimento, mais a remoção e
transporte dos resíduos.

Recomendações gerais:

- Regularização da demolição na prefeitura;

- Cuidados para evitar danos a terceiros – providenciar vistorias nas
edificações vizinhas antes de iniciar a demolição;

- Atenção para o reaproveitamento dos materiais que saem da
demolição, por questões ecológicas e porque podem servir para
outra construção;

1 - Limpeza do terreno:

Arquitetura e Urbanismo

b) Terraplenagem: regularização do terreno caso seja necessário.

A opção pela manutenção das características topográficas naturais
de um terreno deve ser prioritária, sempre que possível.

Isso, por diversas razões como:

- Menor agressão ao meio ambiente;

- Preservação da flora;

- Maior economia nos processos construtivos;

- Prevenção de erosão;

- Preservação da drenagem natural;

1 - Limpeza do terreno:

Arquitetura e Urbanismo

Caso seja necessário, porém, o movimento de terra, deve-se procurar
o equilíbrio .

Em terrenos cujo perfil natural apresente rampa severa, a edificação
pode ser escalonada, evitando a execução de custosos muros de
arrimo, devido às pressões do solo.

Nestes casos, uma solução interessante pode ser. Ainda, a execução
da edificação sobre pilares, solução essa que preserva as
características naturais do terreno.

Ai, porém, atenção especial deve ser dedicada à questão da
acessibilidade.

1 - Limpeza do terreno:

Arquitetura e Urbanismo

1 - Limpeza do terreno:

Arquitetura e Urbanismo

3 – Levantamento Plano-Altimétrico.

- Poligonal.

- Curvas de níveis.

- Dimensões perimetrais.

- Ângulos dos lados.

4 – Reconhecimento do subsolo: Sondagem.

1 – Canteiro de Obras:

Arquitetura e Urbanismo

Área de trabalho fixa e temporária, onde se desenvolvem operações de
apoio e execução de uma obra.(NBR-18)

Canteiro de obras: (NBR-12264)
(Áreas de vivência em canteiro de obras (ABNT,1999))

Conjunto de áreas destinadas à execução e apoio dos trabalhos da
indústria da construção, dividindo-se em áreas operacionais e áreas de
vivência.

Organização Projeto do
Produto

Projeto de
Produção

Projeto do
Canteiro

2 – Objetivos da Organização do Canteiro:

Arquitetura e Urbanismo

b) Instalações físicas;

Planejar o uso do terreno não ocupado pelo edifício e parte dele para
locação de:

a) máquinas e equipamentos;

c) Redes de água, esgoto e energia;

d) Acessos e vias de circulação;

• minimiza as interferências: materiais x mão-de-obra.

3 – Importância da organização do canteiro:

Arquitetura e Urbanismo

É a “FÁBRICA” que produz o edifício

Pensar na logística:

• impede a ociosidade de equipamentos e de mão-de-obra;

• diminui os tempos de deslocamento;

• diminui os tempos de deslocamento;

• racionaliza as atividades;

• impede operações semelhantes em locais espaçados;

3 – Importância da organização do canteiro:

Arquitetura e Urbanismo

Pensar na segurança:

 - Implementar de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança.

 - Minimizar as interferências (layout).

materiais x mão-de-obra x equipamentos.

CANTEIRO DE OBRA X INSTALAÇÃO FABRIL

3 – Importância da organização do canteiro:

Arquitetura e Urbanismo

• O produto permanece e a fábrica sai.

• Instalação fabril dinâmica.

• Diferentes atividades ao longo do tempo.

a granel, ensacados, perecíveis.

4 – Processos e Métodos construtivos empregados:

Arquitetura e Urbanismo

Ex.: PRÉ-FABRICAÇÃO

Possibilidade de pré-fabricação de componentes no local da obra –
necessidades de áreas de estoque.

5 – Características dos materiais:

6 - Prazo de Execução

 - Frequência e volume de fornecimentos de materiais.

- Necessidade de recursos humanos.

- Necessidade de materiais.

5 – Fases do canteiro - INICIAL:

Arquitetura e Urbanismo

O canteiro de obras vai sendo modificado ao longo da execução da
obra em função:

• dos materiais presentes;

• dos serviços a serem executados;

• dos equipamentos disponíveis;

• da mão-de-obra alocada nos serviços.

Serviços que interferem com as áreas onde
será implantado o canteiro.

SERVIÇOS INICIAIS.

Movimentos de terra,
instalações e
fundações.

Rede de Água, Esgoto e Elétrica:

Arquitetura e Urbanismo

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS: Água • Higiene e Limpeza

• “Matéria Prima”
• Verificar a existência de rede pública:
- quantidade e qualidade.

• Providenciar armazenamento.

• Inexistência da rede:
- perfurar poços
- comprar (caminhões)

INSTALAÇÕES SANITÁRIAS: Esgoto • Quando existe construção no local,
as instalações são facilitadas

• Durante a obra: - fossas sépticas
 e sumidouros

• ESGOTO à necessidade de rede é crítica
após a obra pronta

Rede de Água, Esgoto e Elétrica:

Arquitetura e Urbanismo

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS:

ELEVADOR DE OBRA 7,5 - 15 HP TRIFÁSICO
BETONEIRA 3,0 HP TRIFÁSICO
BOMBA D'ÁGUA 3,0 HP TRIFÁSICO
SERRA ELÉTRICA 2,0 HP TRIFÁSICO
MÁQUINA DE CORTE 2,0 HP TRIFÁSICO
VIBRADOR 3,0 HP TRIFÁSICO

Elementos do canteiro:

Arquitetura e Urbanismo
Engenharia Civil Civil fez um comentário
  • Disponibilize esse material para estudo
    0 aprovações
    itamar J santos fez um comentário
  • boa noite Lidiane disponibilize esse material para download por favor. estou lecionando e ele me ajudaria muito. Obrigado
    1 aprovações
    Carregar mais