Direito Tributário 1
34 pág.

Direito Tributário 1

Disciplina:Direito Tributário6.132 materiais93.865 seguidores
Pré-visualização7 páginas
que o sujeito passivo tem de entregar certa importância em dinheiro ao sujeito ativo.
 
O crédito tributário constitui-se (nasce) com o fato imponível.
 
No entanto, de acordo com o artigo 142 do CTN, ele constitui-se com o lançamento tributário.
 
Entendemos que, por ocasião do fato imponível, surge um débito e um crédito ilíquido, incerto e inexigível. O Lançamento daria liquidez, certeza e exigibilidade ao crédito e ao débito tributários.
 
LANÇAMENTO TRIBUTÁRIO:
 
É o ato jurídico administrativo, da categoria dos simples, modificativos ou assecuratórios e vinculados mediante o qual se declara o acontecimento do fato jurídico tributário, se identifica o Sujeito Passivo da obrigação correspondente, se determina a base de cálculo e a alíquota aplicável, formalizando o crédito e estipulando os termos de sua exigibilidade.
 
Modalidades de lançamentos:
 
1)                 Direto ou de ofício: art. 149, CTN - feito exclusivamente pelo Fisco.
2)                 Misto ou por declaração: art. 147, CTN - realizado pelo Fisco e pelo contribuinte.
3)                Por homologação ou autolançamento: art. 150, CTN – feito exclusivamente pelo contribuinte. Nessa modalidade, o sujeito passivo antecipa o pagamento do tributo e aguarda a homologação (expressa/ tácita) da Fazenda Pública.
 
Alteração do lançamento tributário
 
O artigo 145 do CTN trata das hipóteses em que o lançamento, devidamente notificado ao sujeito passivo poderá ser modificado:
 
a) impugnação do sujeito passivo
b) recurso de ofício
c) iniciativa da própria autoridade administrativa – trata-se aqui da revisão de ofício, cujas hipóteses são previstas no art. 149 do CTN. Nestes casos independentemente de qualquer impugnação do sujeito passivo, a Administração pode rever o lançamento efetivado.
 
 
Finalizando, conforme o art. 149, parágrafo único do CTN, a revisão do lançamento só pode ser feita enquanto não extinto o direito da Fazenda Pública, ou seja, desde que não tenha ocorrido a decadência do direito de lançar.
 
 
Questões:
1.                 Quando nasce o crédito tributário? Indique eventuais divergências existentes entre a doutrina e o Código Tributário Nacional.
2.                 A qual(ais) modalidade(s) de lançamento pode ser sujeitar o Imposto sobre a Renda? Explique sua resposta.
3.                 A qual(ais) modalidade(s) de lançamento pode ser sujeitar o ICMS? Explique sua resposta.
4.                 .Qual a lei aplicável para a efetivação do lançamento?
5.                 É possível a alteração ou a revisão do lançamento? Ela pode ser feita a qualquer momento?