Aulas Conforto II
495 pág.

Aulas Conforto II

Disciplina:Conforto Ambiental e Eficiência Energética II23 materiais801 seguidores
Pré-visualização15 páginas
de Cor de diversas lâmpadas. Para
estipular um parâmetro, foi definido o critério

Temperatura de Cor (Kelvin) para classificar a luz.

Características Físicas das CORES

Temperatura de Cor Correlata (°K):

• Maior ou menor temperatura de cor refere-se à
tonalidade de cor que ela apresenta ao ambiente.

– Luz com temperatura de cor mais baixa tende

 ao amarelo, sendo relaxante e gerando sensação

de conforto;

– Luz com temperatura de cor mais alta tende

ao branco, tornando-se mais estimulante.

Características Físicas das CORES

Temperatura de Cor Correlata (°K):

Características Físicas das CORES

Temperatura de Cor Correlata (°K):

Do ponto de vista psicológico, quando dizemos que um

 sistema de iluminação apresenta luz “quente” não
significa que a luz apresenta uma maior temperatura
de cor, mas sim que a luz apresenta uma

 tonalidade mais amarelada.

 Ex: iluminação para salas de estar.

Da mesma forma, quanto mais alta for a

temperatura de cor, mais “fria” será a luz.

 Ex: cozinhas, escritórios.

Características Físicas das CORES

Temperatura de Cor Correlata (°K):

Características Físicas das CORES

Temperatura de Cor Correlata (°K):

Características Físicas das CORES

Índice de Reprodução de Cor (IRC):

 Este índice quantifica a fidelidade com que as cores são
reproduzidas sob uma determinada fonte de luz em
comparação a luz natural (radiação solar).

• Unidade: 0 – 100 (adimensional)

• Cada lâmpada reproduz diferentemente a cor do objeto.

• Neste caso, assume-se que SEM LUZ não há cor.

• A capacidade da lâmpada reproduzir bem as cores (IRC) é
independente da sua temperatura de cor (K).

Características Físicas das CORES

Características Físicas das CORES

• ILUMINAÇÃO – REPRODUÇÃO DAS CORES

Características da COR

• ILUMINAÇÃO APLICADA – REPRODUÇÃO DAS CORES

Características da COR

• ILUMINAÇÃO APLICADA – REPRODUÇÃO DAS CORES

Percepção Visual

Como o indivíduo percebe o espaço que o rodeia.

O objetivo de qualquer iluminação é proporcionar o ótimo
desempenho de uma tarefa visual.

Fatores a serem considerados para a percepção visual:

1. Vista e visão

2. Campo visual do indivíduo

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

4. Nível de iluminação

5. Luminância e Contrastes

6. Pertubações Visuais

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

A retina realiza a transformação de energia luminosa em
impulsos nervosos e envia ao cérebro.

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

1.1 Propriedades do Olho

• Seletividade: faixa do espectro eletromagnético capaz
de produzir sensação visual.

• Sensibilidade: maior ao comprimento de onda entre o
amarelo-esverdeado e menor entre o roxo-violeta.

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

1.1 Propriedades do Olho

• Percepção de cores: sensação causada pelos diferentes
comprimentos de ondas.

• Acomodação: capacidade do olho em ajustar-se à
diferentes distâncias dos objetos e traduzi-las em imagem
nítida na retina.

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

1.1 Propriedades do Olho

• Acuidade: capacidade do olho de reconhecer detalhes
nos objetos. Varia de acordo com o tamanho do objeto,
distância em relação ao observador, níveis de
iluminação...

• Adaptação: capacidade do olho em ajustar-se a às
diferentes luminâncias dos objetos. Sensação de grande
desconforto pelo contraste excessivo de iluminação.
Abertura e fechamento da pupila.

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

• Quando nossa preocupação de projeto diz respeito à
ACUIDADE VISUAL, o elemento principal a se
controlar/dominar é a quantidade de luz.

• Quando nossa preocupação de projeto diz respeito à
caracterização do espaço, à SENSAÇÃO por ele causada,
temos dois fatores fundamentais: luminância e cores.

Percepção Visual

 Nos diz respeito ao que vemos e como este estímulo é
interpretado em nosso cérebro. Depende das

informações conhecidas por cada indivíduo e do estado
da nossa visão .

presença de LUZ.

Percepção Visual - conclusão

Museu em Curitiba – Projeto Oscar Niemeyer

Sabemos então que para perceber um espaço é necessário
receber as imagens através do sistema visual e na presença

de LUZ.

Fatores da Percepção Visual

1. Vista e Visão

Efeitos da Idade: redução na acuidade visual, velocidade de
percepção e tempo de adaptação aumenta.

2. Campo Visual

 Visão central: detalhes

 e cores.

 Visão periférica: ajuda

 na localização dos
objetos. Sem cores. objetos. Sem cores.

Fatores da Percepção Visual

2. Campo Visual: limitado a 130° vertical e 180° horizontal.

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

A precisão da tarefa visual depende:

• Tamanho dos detalhes;

• Cor dos detalhes;

• Cuidados no desempenho da tarefa;

• Tempo de duração da tarefa;

Correto tratamento ao campo visual da Tarefa.

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

Ambiente de Trabalho – incremento no nível de iluminância sobre o

plano de trabalho.

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

Embarque/desembarque aeroporto Colônia-Bonn (Alemanha)

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

Direcionamento da Luz

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

A Função do espaço vai determinar o tipo de LUZ que o
ambiente necessita. É o primeiro e mais importante
parâmetro para definição de um projeto.

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente

Níveis mínimos de iluminância segundo a NBR 5413 – “Iluminância e

interiores / Especificação” da ABNT (1992).

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente - NBR 8995-1

Novo Projeto de Revisão NBR 8995-1

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente - NBR 8995-1

• Verificar os níveis de iluminamento segundo a norma
NBR 8995-1:2013, atualizando e substituindo a antiga

 NBR 5413:1992.

• A Norma nos fornece o nível de iluminância necessário
para cada tipo de atividade.

• Nova edição foi baseada na Norma Internacional

 ISO-8995-1: Lighting of Workplaces.

Fatores da Percepção Visual

3. Tarefa a ser desenvolvida no ambiente - NBR 8995-1

• Na antiga NBR 5413: eram feitos muitos projetos
considerando apenas a iluminação Geral, com