Aulas Conforto II
495 pág.

Aulas Conforto II

Disciplina:Conforto Ambiental e Eficiência Energética II27 materiais856 seguidores
Pré-visualização15 páginas
nível adequado de iluminação
que permita reduzir ou que
substitua o uso da iluminação
artificial.

Iluminação Artificial e Eficiência Energética

 A iluminação natural é uma fonte de energia
renovável que pode ser explorada para reduzir
o consumo de energia elétrica do sistema de
iluminação artificial de uma edificação, mas é

conflitante com os ganhos térmicos
provenientes da radiação solar.

Iluminação Artificial e Eficiência Energética

• O uso eficiente da energia elétrica não significa
apenas uma redução nas despesas, mas também
redução nos impactos ambientais.

Iluminação Artificial e Eficiência Energética

Como trabalhar com a eficiência energética?

• Usando o SISTEMA INTEGRADO DE ILUMINAÇÃO:

ILUMINAÇÃO NATURAL + ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL.

• Correto dimensionamento do conjunto lâmpada-
luminária-reator.

• Uso de sistemas automatizados.

Eficiência Energética

Iluminação Artificial e Eficiência Energética

DESVANTAGENS DA BAIXA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL:

• Gasto excessivo.

• Desperdício de Energia.

• Maiores custos de instalação e manutenção do
sistema de iluminação.

Sistemas de Iluminação

ORIENTAÇÕES DE PROJETO:
• Relação entre a iluminação natural e artificial.

(Solução Integrada)

• Definição da atividade a ser exercida.
(Relação Função/Espaço)

 Tarefas laborativas e produtivas ou tarefas não laborativas?
• Escolha de características desejadas para a definição das

lâmpadas e luminárias.
• Quantificar e paginar as luminárias no ambiente.

Exemplo de Projeto

Lâmpada e Luminária

CONCEITUAÇÃO

• LÂMPADA:

• LUMINÁRIA:

Lâmpada e Luminária

CONCEITUAÇÃO

• LÂMPADA: elemento (fonte luminosa) que ao receber
corrente elétrica sofre uma reação interna que produz a
LUZ.

• LUMINÁRIA: responsável pela distribuição da luz no
ambiente e o conforto visual das pessoas.

 Além dos seus requisitos básicos de manter uma boa
conexão mecânica e elétrica entre as lâmpadas e os
equipamentos auxiliares (reatores, ignitores), deve
proporcionar a segurança necessária para a instalação e
manutenção das mesmas.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

1. Classificação segundo a forma de irradiação do
Fluxo Luminoso pela luminária escolhida.

2. Classificação Segundo o efeito produzido no plano
de trabalho.

COMO A LUMINÁRIA IRÁ DISTRIBUIR A LUZ?

LÂMPADA E LUMINÁRIA

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

1. Classificação segundo a forma de

 irradiação do Fluxo Luminoso:

• Direto

• Indireto

• Direto-indireto (semi-indireto e semi-direto)

Depende do tipo de luminária utilizada!

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Direto

- Praticamente toda a luz incide sobre o plano de
trabalho.

- O teto e as paredes recebem quantidade reduzida
de luz. Cor banca facilita na reflexão destas
superfícies, reduzindo os contrastes.

- Se o facho de luz é concentrado ou aberto, depende
do tipo da luminária escolhida.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Direto

- Esse tipo de sistema DIRETO pode causar
OFUSCAMENTO, se as lâmpadas e luminárias não
forem corretamente distribuídas no ambiente!

- Aconselha-se o uso de luminárias com elementos de
controle.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Direto

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Direto

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Indireto

- A grande claridade no teto é importante para a
correta distribuição da luz (reflexão) e para o nível
adequado de Iluminância (E) no plano de trabalho.

- Sistema de iluminação ideal para evitar o
ofuscamento, pois a luz é refletida pelo teto antes de
chegar ao plano de trabalho.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Indireto

Sistemas de Iluminação - Classificação

Desvantagens do Sistema Indireto de Iluminação:

• Iluminação inteiramente difusa e induz à sonolência

• Praticamente elimina as sombras, deixando todos
os objetos com a sensação de mesma
“profundidade”.

• Evitar contrastes excessivos na região do teto
próximas às luminárias, AUMENTANDO A
DISTÂNCIA ENTRE LUMINÁRIA – TETO!

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE

ILUMINAÇÃO

ARTIFICIAL

• Indireto

Projeto de Restaurante

 João Carlos E Maria

Tereza (BH)

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE

ILUMINAÇÃO

ARTIFICIAL

• Indireto

Projeto de Salão de Beleza

 João Carlos E Maria

Tereza (BH)

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Indireto

Projeto de

Revitalização

Mercado Municipal

de São Paulo

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Direto-Indireto

- AS LUMINÁRIAS utilizadas permitem que Parte da luz
emitida seja direcionada para o plano de trabalho e
parte seja refletida pelo teto ou paredes.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Indireto e Direto-Indireto

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

• Indireto e Direto-Indireto

Tipos de Luminárias e o Sistema de
Iluminação

SI
ST

EM
A

D

IR
ET

O

SI
ST

EM
A

D

IR
ET

O
-

IN
D

IR
ET

O

SI
ST

EM
A

D

IR
ET

O

SI
ST

EM
A

IN

D
IR

ET
O

SI

ST
EM

A

D
IR

ET
O

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

2. Classificação segundo os efeitos produzidos no
plano de trabalho:

• Iluminação Geral: distribuição regular das
luminárias. Uniformidade.

• Iluminação Direcional: iluminação de destaque.

• Iluminação Localizada: luminárias concentradas no
local de interesse.

• Iluminação Local: Luminárias perto da tarefa visual +
outro tipo de iluminação auxiliar.

Sistemas de Iluminação - Classificação

SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

ILUMINAÇÃO DIRECIONAL

Sistemas de Iluminação - Classificação

ORIENTAÇÕES DE PROJETO

Correta escolha da Lâmpada

LÂMPADA INCANDESCENTE x LÂMPADA FLUORESCENTE
• Uma Lâmpada Incandescente comum:
- Tem uma eficiência de 8% (8% da energia elétrica usada é

transformada em luz e o restante
aquece o meio ambiente).

- Maior gasto de energia.
- Menor vida útil.

• Uma Lâmpada Fluorescente Compacta:
- A eficiência de uma lâmpada fluorescente compacta, que

produz a mesma iluminação, é da ordem de