PONTO 7

Disciplina:Direito Civil II5.837 materiais84.592 seguidores
Pré-visualização1 página
*

DOS FATOS
JURÍDICOS

Prof. Dr. Artur Marques da Silva Filho
Direito Civil II

Ponto nº 07

*

FATO é um acontecimento qualquer.

FATO JURÍDICO EM SENTIDO AMPLO é todo acontecimento que ordenamento jurídico considera relevante para o direito.

É todo fato – evento natural, fato do animal e a conduta humana – que produz efeitos jurídicos.

A) Conceito de fato jurídico em sentido amplo

*

A norma abstrata e genérica descreve situações de fato, de ocorrência possível, indicando as características essenciais.

MORTE – suporte fático simples (CC, art. 6º).

USUCAPIÃO – suporte fático complexo (CC, art. 1260)

*

B) Classificação dos fatos jurídicos em sentido amplo
FATOS
JURÍDICOS
FATOS
NATURAIS
FATOS
HUMANOS
ORDINÁRIOS – Nascimento, morte, etc.
EXTRAORDINÁRIOS – Terremoto, raio, chuva, etc.
LÍCITOS
ILÍCITOS – Efeitos jurídicos não almejados pelo agente (CC, arts. 186 e 927)
Ato jurídico em sentido estrito
Ato-fato jurídico
Negócio jurídico
– Ex.: Notificação; Reconhecimento de filho; etc.
– Consideram-se as consequências, mas não a vontade (Ex.: Achado de tesouro – CC, art. 1264)
– Vontade qualificada das partes (Ex.: Compra e venda)

*

C) Fato jurídico em sentido estrito
Ordinários: ocorrem independente da ação humana. Ex.: Nascimento, morte, decurso do tempo, maioridade, etc.

Extraordinários: enquadram-se, em geral, na categoria de caso fortuito ou força maior. Ex.: terremoto, tempestade, tsunami, etc.
Podem ser classificados:

*

D) Ato-fato jurídico
Expressão divulgada por Pontes de Miranda.

Ressalta-se a consequência do ato. O fato dele resultante, sem se considerar a vontade de praticá-lo.

Ex.: Pessoa que acha tesouro (CC, arts. 1.263 e 1.264).

*

E) Ato jurídico em sentido estrito
Ou meramente atos lícitos: o efeito da manifestação da vontade está predeterminado na lei.
Simples intenção – O ato material, não demanda a vontade que se exige, por exemplo, para a formação de um negócio jurídico.
Dividem-se em:
		1) atos materiais ou reais (fixação de domicílio, ocupação, etc.)
		2) participações – consistem em declarações para ciência ou comunicações ao destinatário (notificação, denúncia, recusa, etc.)